Loading presentation...
Prezi is an interactive zooming presentation

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

COOL HUNTING

curso de ferias ESPM SUL 2017
by

Fernando Bakos

on 25 May 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of COOL HUNTING

Pesquisa e Comunicação
de Tendências

COOL HUNTING
como é o COOL?
SERENO
bibliografia
ARTE
campo de experimentação pura
- possibilidade de errar -

PERCEPÇÃO
• Estimular a inspiração criativa
A timeline of cool, adapted from Dick Pountain and David Robins, Cool Rules: Anatomy of an Attitude
ESTÉTICA
ATITUDE
COMPORTAMENTO
APARÊNCIA
ESTILO
HUNTER
CAÇADOR
FISHERMAN
PESCADOR
CHASER/COLLECTOR

PERSEGUIDOR/COLECIONADOR
SPOTTER
IDENTIFICADOR
• Prever e poder responder às mudanças do mercado com maior assertividade
• Conhecer melhor o consumidor
• Entender movimentos culturais e o valor das ações locais, regionais e globais
• Identificar áreas emergentes
Objetivos
• Fornecer ferramentas práticas e teóricas necessárias para a investigação e análise dos objetos de estudo.

• Estimular e consolidar o espírito de investigação, inovação e criatividade, oferecendo a oportunidade do aluno de desenvolver suas próprias metodologias baseadas na experimentação do exercício de coolhunting
.

NEUTRO
ATEMPORAL
DIVERSO
ESTRANHO
EXCÊNTRICO
NOBRE
EXCLUSIVO
IRONICO
COOL - FRIO
≠≠
OUSADO
EQUILIBRADO
BELO
MISTERIOSO
AUTOMO
ARROGANTE
SUBLIME
SEDUTOR
ENIGMATICO
BLASÉ
NONCHALAT
"DESCOLADO"
COOL x HOT
HOT
o que ja está pegando fogo, o que esta acontecendo, o que chama atenção, o que tem energia viva, mas tem seu tempo de ignição e que em seguida vira cinzas
TREND - TENDÊNCIA
nem sempre "pega" / acontece
movimento
ONDA
escondido
MERGULHO
Zeitgeist
espírito da época / sinal dos tempos
"clima cultural" no tempo e no espaço
(trazer para o visível)

FORESIGTING
FORECASTING

Prever variaveis e caminhos por indícios.
antever ou atecipar configurações com os elementos ja existentes hoje (o futuro ja começou)
FUTUROLOGOS / VISIONÁRIOS
Lei de Moore
Faith Popcorn
Raymond Kurwseil
Exemplo de "future studies", uma coleçao estatistica de tendencias do passado e presente com o objetivo de propor acuradamente tendencias futuras.
o poder de processamento duplica a cada 24 meses
TRENDSPOTTING
Reconhecer tendências, identificar padrões "quentes" em expansão.
CURADORES
BLOGS
TWITTER
FACEBOOK
TUBMLR
PINTEREST

AURA
AUTÊNTICO
ÚNICO
COLECIONADORES, COLETADORES, BIBLIOTECÁRIOS
CONSUMIDORES DE INFORMAÇÃO QUE GERAM CONTEÚDO
FILTRANDO E CATALOGANDO
COOLHUNTING
Detectar sinais de coerencias nas excessoes
(lapidando e contextualizando)
traduzem o mundo e abrem caminhos
PERCEPTORES
antenas sempre ligadas em vários canais
Julio Verne
Leonardo Da Vinci
Nikola Tesla
Albert Eistein
Isaac Newton
visualizar teorias e modelos práticos mentalmente
meditar, capacidade de abstração
superfície
- visivel -
profundidade

- detectável -
Coco Chanel
Christian Dior
Mary Quant
Pierre Cardin
Yves Sait Laureant
Viviene Westwood
Miuccia Prada
Karl Lagerfeld
Alexander McQueen
Huissen Chalayan
Martin Margiela
Diana Vreeland
Anna Wintour
Franca Sozzani
Nancy White
Tyler Brulé
Stephen Gan,
James Kaliardos
e Cecilia Dean
Isabella Blow
Goerge Lois
Tibor Kalmann

Walter Gropius
Le corbusier
Phillip Johnson
Frank Gehry
Zaha Hadid
Daniel Libeskind
Rem Koolhass
V. Kandinsky
Marcel Duchamp
Andy Warhol
R. Rauschemberg
J.M. Basquiat
Banksy
John Cage
Pink Floyd
The Doors
David Bowie
Grace Jones
Philip Glass
Prince
Madona
Ammy Winehouse



Vitto Aconcci
M. Cunningham
Robert Wilson
Marina Abramovic
Pina Bausch
Trisha Bown
Laurie Anderson
Caspar Neher
Josef Svoboda


Paul Rand
Dieter Rams
Johnatan Ive
Maximo Vigneli
Philipe Stark
Karin Hashid
David Carson
S. Sagmeister
Oliviero Toscani
Charles Chapli,
Frank Capra
Frederico Felini
A. Kurosawa
Peter Greenaway
David Lynch
Almodovar

E. Muybridge
Man Ray
Cartier Bresson
Helmuth Newton
Nick Knight
Terry Richardson
D.La Chapelle
interfaces com o mundo
5 SENTIDOS
tato
visão
audição
olfato
paladar
SEXTO SENTIDO
INTUIÇÃO
capacidade de articular subjetivamente relações entre os 5 sentidos fisicos
reconhecendo coerências e antecipando inconscientemente informações
feeling
canais de comunicação com outros e com o ambiente
- diálogo -
"sensação"
somatório de dados subliminares ligados a repertório individual (e coletivo) de experiências prévias
3 NÍVEIS DE PERCEPÇÃO
VER
OLHAR
ENXERGAR
fisiológica
capacidade de perceber o estímulo
OLHO
intençional
capacidade de recorte
direcionamento da atenção a um foco específico
CORPO
intelectual
capacidade de reconhecimento do estímulo como informação
exercicio de comparação com repertório
avaliação de qualidades (perigo, oportunidade, prazer)
catalogação da informação para uso posterior
CÉREBRO

ANÁLISE
EXPLORAR os elementos expandindo seus conceitos
construir argumento a partir de um CRITERIO
fazer novas conexões
comparar
avaliar

"LEVANTAR" tudo que é INTELIGIVEL sobre o objeto
elementos subjetivos da SEMANTICA
relações próximas e distantes
certezas e hipoteses
LISTAR tudo que e VISIVEL no objeto
elementos objetivo de GRAMATICA e SINTAXE
COR + FORMA + TEXTURA + COMPOSIÇAO

DESCREVER
LER
INTERPRETAR
CONHECIMENTO SE CONSTRÓI
POR COMPARAÇÃO
ANALOGIA
DECODIFICAÇÃO
SUTILEZAS DE PERCEPÇÃO
ACUIDADE DOS SENTIDOS
RIQUEZA DE REPERTÓRIO
DISPONIBILIDADE PARA O DIVERSO
PEDRA DE ROSETA
A diferença entre arte e comunicação é que a ARTE pode se dar ao luxo de não ser compreendida. W.Olivetto
POESIA
rearticulação dos sentidos
recombinação da linguagem

capacidade humana de construir metáforas e abstrações
Se você quer saber o que vai acontecer em 5 anos na propaganda, olhe para o design hoje.
Se quiser saber sobre o que o design estará falando nos proximos 5 anos, olhe para o que os artisas estão fazendo agora.
Valpírio Monteiro - GAD
PROCESSO CRIATIVO
CRIAR - INVENTAR - DESCOBRIR - INOVAR
O homem não tem medo do NOVO, mas daquilo que não é capaz de
RE-CONHECER.
FREUD
MÉTODO PROJETUAL
Bruno Munari
DESIGN
PROBLEMA
DEFINIÇÃO
COMPONENTES
COLETA DADOS


ANALISE DADOS
CRIAÇÃO
MATERIAIS E
TECNOLOGIAS
EXPERIMENTAÇÃO
MODELO
VERIFICAÇÃO
DESENHO DE
CONSTRUÇÃO
SOLUÇÃO
DIACRONICOS
SINCRONICOS
repertorio interno
paralelo externo
qual a questão?
conceitos envolvidos
elementos objetivos
o que é adequado?
brainstorms
revisão de recursos
para materialização
das ideias
por em pratica IDEIA + RECURSOS
formatação de 1 ou mais
possibilidades concretas de solução
pesquisa com publico
formatação técnica para produção
elemento concreto
mapear CONCEITOS e COMPONENTES
Deyan Sudjic
Agnaldo Farias
Viviane Mosé
PESQUISA
QUANTITATIVA
em EXTENSÃO
amostra ampla (1 A 10% do publico)
definindo targets (idade, sexo, renda, local, etc)
estatísticas numéricas em gráficos
cruzamento de gráficos

QUALITATIVA
em PROFUNDIDADE
amostra selecionada representativamente
ENTREVISTA direta
OBSERVAÇÃO passiva ou ativa
FOCUS GROUPS
aberta (empírica) ou induzida (com hipótese)
métodos aplicados
ETNOGRAFICA
CENAS URBANAS
MAPAS MENTAIS
MARCOS VISUAIS
DIÁLOGOS INFORMAIS
NETNOGRAFICA
TREND CHARTS
TOPICOS DE DISCUSSÃO
SITES ESPECIFICOS
REDES SOCIAIS
TEORICA
BIBLIOGRAFIA
ARTIGOS
CONGRESSOS
INSTITUIÇOES
CONCETOS ESPECÍFICOS
FORMATAÇÃO
COMO APRESENTAR UMA PESQUISA
nome
timeline
evolução
macro
micro
manifestações
interpretações
trendsetters
early adopters
mainstream
reinterpretações
elementos
chave
dispersão
conclusão
Fernando Bakos
Full transcript