Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Seminário Aline

No description
by

Aline Gambin

on 7 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Seminário Aline

Aline Gambin

Slogan: A melhor do mundo é daqui!
Justificativa

O que o case da cerveja Polar revela sobre a conceptualização de REGIONAL, através do discurso publicitário, pelo emprego de expressões linguísticas e recursos visuais?
Problema de Pesquisa
Objetivo Geral

Analisar o que os discursos das campanhas publicitárias da cerveja Polar revelam sobre a conceitualização de REGIONAL, pelo emprego de mensagens linguísticas e visuais.

Estudo de Caso
Marca Polar

A marca Polar é a maior e mais antiga marca regional da Ambev, presente apenas no Rio Grande do Sul. A missão da marca está vinculada com a da Ambev, assim busca criar vínculos de natureza emocional (credibilidade, fidelidade, sustentabilidade, compromisso social) com seus clientes, os quais incluem relações identitárias por diferentes processos.

Gambin e Feltes (2012) observam o anúncio sob uma perspectiva multimodal:
(iv)A comunicação verbal a partir dos dois slogans:
(a.1) “A melhor torcida é daqui”
(a.2) “Polar. A melhor é daqui”
(v)A comunicação visual pictórica.
Técnicas e procedimentos
Fundamentação Teórica

AAKER, David A. Criando e Administrando Marcas de Sucesso. Trad. Eduardo Lasserre. 2. ed. São Paulo: Futura, 2001.

AAKER, David A; JOACHIMSTHALER, Erich. Como construir marcas líderes. Trad. Bazán Tecnologia e Linguística. 2. ed. São Paulo: Futura, 2000.

GOBÉ, M.. A emoção das marcas: conectando marcas às pessoas. Rio de Janeiro: Negócio, 2002.

MARTINS, José Roberto. Branding: o manual para você criar, gerenciar e avaliar marcas. 3. ed. São Paulo: Copyright, 2006.

MARTINS, José. A natureza emocional da marca. São Paulo: Negócios, 1999.

PINHO, José Benedito. O poder das marcas. São Paulo: Summus, 1996.

TAVARES, Mauro Calixta. A força da marca: Como construir e manter marcas fortes. São Paulo: Harbra, 1998.

GABRIEL, Martha. Marketing na era digital. São Paulo: Novate, 2010.

JUCÁ, Fernando; JUCÁ Ricardo. Branding 101: o guia básico para gestão de marcas de produto. Disponível em: < http://www.mundodomarketing.com.br >. Acesso em: 10 out. 2013.

VÁSQUEZ, Ruth P. Identidade de marca, gestão e comunicação. Organicom, n. 7, p. 198-211, jul./dez. 2007.

TORRES, Claúdio. A bíblia do marketing digital. 2. ed. São Paulo: Novatec, 2010.

O REGIONAL na comunicação publicitária: o posicionamento identitário da marca Polar.
XII Seminário Internacional da Comunicação
Marcas
Linguística Cognitiva


FELTES, H. P. de M.; GAMBIN, A.. Metáforas e metonímias multimodais na comunicação publicitária: posicionamento da marca Polar e projeção da imagem da organização. In: GOMES, L.; FELTES, H. P. de M. (Org.). Entre mesclas e metáforas: nos labirintos da geração do sentido. 1. ed. Caxias do Sul: Educs, 2012. p. 243-265.

FELTES FELTES, H. P. de M.. Semântica cognitiva: ilhas, pontes e teias. Porto Alegre: Edipucrs, 2007.

FORCEVILLE, Charles. Non-verbal and multimodal metaphor in a cognitivist framework: Agendas for research. In: KRISTIANSEN, G.; ACHARD, M.; DIRVEN, R.; Ibàñez, F. R.de M. (Ed.). Cognitive linguistics: current applications and future perspectives. Berlin/New York: Mouton de Gruyter, 2006. p. 379-402. Disponível em: < http://dare.uva.nl/document/48558>. Acesso em: 22 out. 2012.

FORCEVILLE, C.; URIOS-APARISI, E.. Introduction. In: FORCEVILLE, C.; URIOS-APARISI, E. (Eds.). Multimodal metaphor. New York: Mouton De Gruyter, 2009. p. 3-17.

KOLLER, V.. Brand images: multimodal metaphor in corporate branding messages. In: FORCEVILLE, C.; URIOS-APARISI, E. (Eds.). Multimodal metaphor. New York: Mouton De Gruyter, 2009. p. 45-71.

LAKOFF, G.. Women, fire, and dangerous things: what categories reveal about the mind. Chicago: The University of Chicago Press, 1987.

MACCAWLEY, J. D. The role os theory of concepts. In: NEISSER, Ulric (Ed.). Concepts and conceptual development: ecological and intellectual factors in categorization. New York: Cambridge University Press, 1987. p. 288-308.

MACEDO, A. C. P.; FELTES, H. P. M.; FARIAS, E.M.P.. Cognição e linguística: explorando territórios, mapeamentos e percursos. Caxias do Sul: Educs; Porto Alegre: Edipucrs, 2008.

QUINN, N.; HOLLAND, D.. Culture and cognition. In: QUINN, N.; HOLLAND, D.. Culture models in language & thought. Cambridge: Cambridge University Press, 1987. p. 3-39.

RAFAIE, E. E.. Understanding visual metaphor: the example of newspaper cartoons. London: Sage Publications, v. 2. p. 75-95, 2003. Disponível em: <http://vcj.sagepub.com/content/2/1/75.abstract>. Acesso em: 5 nov. 2012.

ZALTMAN, G.; ZALTMAN, L.. Marketing metaphoria: what deep metaphors reveal about the mind of consumers. Boston: Library of Congress Cataloging-in-Publication, 2008.









Dra. Heloísa Pedroso de Moraes Feltes
O DISCURSO PUBLICITÁRIO DA POLAR:
UM VÍNCULO REGIONAL
COM O “GAÚCHO”.

Mapeamentos metafóricos:
FORMA DO CORPO HUMANO é o domínio conceitual utilizado como domínio-fonte, tendo-se como domínio-alvo a GARRAFA DE CERVEJA, que “toma, de forma gestáltica, a conformação genérica de um corpo humano.” (FELTES; GAMBIN, 2012, p. 261).
Mapeamento metonímico
Arepresentação visual da garrafa de cerveja – PRODUTO ESPECÍFICO – projeta, metonimicamente, a MARCA POLAR, ou seja, trata-se do modelo metonímico: O PRODUTO PELA MARCA. Portanto, todos os mapeamentos metafóricos resultam em referências identitárias para a própria marca.
Fundamentação Teórica
Full transcript