Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Noções de Locução

No description
by

Paulo Henrique Trocoli da Silva

on 26 January 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Noções de Locução

A voz encanta e emociona
A história de Márcio.
A locução na "Era de ouro" x dias atuais
De acordo com Magali Prado, antes “quanto mais grossa a voz, melhor para o homem que desejava ser locutor. Para a mulher não era exigência; no entendo, as vozes muito finas eram rejeitadas e as mulheres de voz grave sempre tiveram um charme a mais” (PRADO, p.91).

Fuzil, Transalouca (Transamérica);

O rádio e o
gênero - definidores
do tipo de locução
Emissora:

Devemos lembrar que cada rádio dialoga com um determinado público, logo a locução é variável de acordo com o estilo e o público da emissora.
A locução no rádio deve ser entendida como um meio importante para criar as imagens na cabeça do ouvinte - criação de fantasias
Por meio da voz, o locutor consegue despertar
sentimentos no ouvinte.

- Falar de maneira alegre da morte de alguém;
- Falar de maneira fúnebre uma notícia positiva;
- Falar de maneira humorada uma notícia trágica.

Noções de Locução
Prof. Me. Paulo Trocoli

O rádio "trata-se de um meio cego, mas que pode estimular a imaginação, de modo que logo ao ouvir a voz do locutor o ouvinte tente visualizar o que ouve, criando na mente a figura do dono da voz” (MCLEISH, 15).
Atualmente, como a própria Magali Prado demonstra, não existe mais a exigência desse tipo de voz.
Ex. Uma emissora de música popular, voltada para um público também popular, como Piatã FM tem um modo de locução muito despojado e popular.
Já uma emissora de notícias, voltado para um público majoritariamente B/C, como a Globo FM, segue uma linha de locução mais serena, sem ser muito despojada.
Emissoras de música, voltadas para o público jovem, como Jovem Pan e Transamérica exigem uma locução mais dinâmica, com ritmo mais acelerado, para dar a ideia de modernidade, uma questão muito ligada aos jovens.
Programas de notícias geralmente tem uma forma de locução mais serena.

Programas de amor tem uma locução mais melosa, com palavras carregadas de “romantismo”.

As transmissões esportivas são extremamente aceleradas, para dar dinâmica à transmissão. Elas são feitas desse jeito também para apelar à imaginação do ouvinte

As locuções publicitárias também vão exigir graus diferentes de leitura do texto. Ex: Os spots ligados às marcas de varejo são gritados, com objetivo de chamar a atenção do ouvinte.
Gênero do programa:
É comum, inclusive, encontrarmos o mesmo spot gravado de maneira diferente para emissoras de estilo diferentes.
Programa de música:
LOC - E AÍ GALERA/ TUDO BEM?// ESTÁ COMEÇANDO MAIS UM MOMENTO DO ROCK/ UMA HORA DE MÚSICA COM O MELHOR DO ROCK´N´ROLL//

Exemplos
Programa de amor:
LOC - BOA NOITE PARA VOCÊ QUE ESTÁ EM CASA SONHANDO COM O SEU AMOR//
Ênfase em palavras-chaves
Colorindo o texto
Dar “colorido a voz” significa saber modular a voz de acordo com as necessidades do texto que está sendo lido.
“A voz é capaz de transmitir muito mais do que o discurso escrito. Ela tem inflexão e modulação, hesitação e pausa, uma variedade de ênfases e velocidade. A informação que um locutor transmite tem a ver com o estilo da apresentação tanto quanto com o conteúdo do que ele diz” (McLeish, p.19).
“O importante é ter uma boa dicção, articular bem as palavras, saber pronunciá-las corretamente, inclusive as estrangeiras. É preciso também ter um compasso, uma espécie de balanço adequado ao falar, ou seja, não pode ser muito rápido, que ninguém aguenta, e nem devagar demais, que todos dormem. Uma voz equilibrada consegue dotar o tempo certo para locução” (PRADO, p.91).
E o que é necessário para dar uma bom colorido ao texto?

Boa dicção;
Ter ritmo;
Dar ênfase a palavras e frases chaves do texto;
Ler e interpretar corretamente o texto;
Pontuar bem as frases;
Saber modular a voz.

Passos para
dar colorido ao texto
DEZENAS DE TRABALHADORES DA PETROBRAS TIVERAM QUE DEIXAR/ AO LONGO DO ÚLTIMO MÊS/ OS SEUS POSTOS DE TRABALHO POR UM PROBLEMA CONHECIDO DE MUITOS BRASILEIROS/ A DOR DE CABEÇA//
1. Faça uma leitura neutra do texto, ou seja, sem qualquer tipo de entonação
2. Assimile a intencionalidade do texto
No caso em questão, falar de um
problema que os trabalhadores da Petrobras estão sofrendo que é comum ao povo brasileiro.
3) Marque as palavras-chave de cada frase

DEZENAS
DE TRABALHADORES DA PETROBRAS
TIVERAM QUE DEIXAR
/ AO LONGO DO ÚLTIMO MÊS/ OS SEUS POSTOS DE TRABALHO POR UM
PROBLEMA CONHECIDO DE MUITOS BRASILEIROS
/
A DOR DE CABEÇA
//
d) Entenda a intencionalidade de cada palavra-chave

Dezenas - Ênfase numérica. O problema atinge uma grande escala;
Tiveram que deixar - Dar a ideia de serem obrigados;
Problema conhecido - A ideia de recorrência dos problemas.
Muitos brasileiros - Ênfase numérica. Reforçar que o problema atinge uma grande escala;
A dor de cabeça - Constatação do problema. Familiaridade.
Não devemos começar o texto de maneira intensa para não provocar desconforto no leitor. Também não devemos deixar o fôlego morrer ao final da última palavra, pois se isso acontecer corre o risco do ouvinte não entender a última palavra.
MCLEISH, Robert. Produção de Rádio: uma guia abrangente de produção radiofônica 3.ed. São Paulo: Summus, 2001.

PRADO, Magali. Produção de rádio: um manual prático. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.
Full transcript