Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O Estudo de Texto como Técnica de Ensino

No description
by

Virginia Souza

on 9 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Estudo de Texto como Técnica de Ensino

O Estudo de Texto como Técnica de Ensino

As técnicas de ensino são meios que operacionalizam o fazer pedagógico. O Estudo do texto é um ato produtivo.
Estudar um texto é trabalhar nele de modo analítico e critico. Desvendando-lhe sua estrutura: Percebendo os recursos utilizados pelo autor para a transmissão da mensagem; Descobrindo o objetivo do autor; Antevendo hipóteses, testando-as, confirmando-as ou refutando-as.

Para o estudo de texto ser bem sucedido os alunos devem desenvolver habilidades como: Compreensão
Análise
Síntese
Julgamento
Inferência
Ao final devem exteriorizar, pela produção própria, algo que adquiriram com o estudo do texto.

Sugestão de prática pedagógica: leitura extra-classe. O projeto foi realizado com alunos da 8ª serie da escola fundamental de Uberlândia.
O livro utilizado foi Ciganos, de Bartolomeu campos queirós.


concepções de leitura
Não é mera decodifiacao, mas uma atividade interativa entre leitor-autor- texto-contexto
Ato dinâmico, ativo e produtivo
O leitor deve ser um Sujeito-agente e não um sujeito-paciente (ao contrario do que acontece com os livros didáticos)
No livros didáticos a leitura feita é superficial , levando o aluno a uma atitude passiva e consequentemente a um desinteresse total. Pouco se desenvolve as habilidades intelectuais.


A proposta se divide em práticas que acontecem:
Antes da leitura do livro:
Durante a leitura
Após a leitura
Antes da leitura do livro:
O professor deve preparar o aluno (motivá-lo, despertar o interesse para o texto, aguçar a criatividade).
Partir de experiência já vividas até chegar ao texto
Levar em consideração os conhecimentos linguistos e extralingüísticos
No caso do projeto em questão, realizar uma pesquisa bibliográfica e de campo, apresentar filmes, dentre outros.

Durante a leitura:
A leitura pode se dar de forma individual ou coletiva, oral ou silenciosa.



Para haver um efetivo estudo de texto aconselha-se trabalhar com novas leituras, de modo paralelo, facilitando analise do texto base e também é necessário propor para a turma a organização de grupos menores de alunos e leituras orais.

Depois de definido o objeto de estudo pode-se trabalhar o texto em 2 níveis: verbais e não vertbais.

Leitura ascendente e descendente
Ascendente: parte de unidades menores , para o significado global do texto.
Descendente: visão global para os detalhes. Partes maiores para menores.




Após a leitura sugere-se a confecção de um texto baseado no texto lido.
Quando o estudo de texto não se limita apenas a receber os significados, de modo passivo e acrítico, ocorre uma interação entre aluno-texto-autor, gerando, no aluno, uma necessidade de expressar algo que foi ativado durante as leituras. Dessa forma, propoe-se a produção de texto como término dessa orientaçao.
Proposta de criação de texto no nível não verbal: textos dramatizados ou expressos por desenhos colagens, etc

Full transcript