Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Livraria Francisco Alves em seu 1º centenário (1854-1954)

No description
by

Beatriz Novo

on 4 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Livraria Francisco Alves em seu 1º centenário (1854-1954)

A Livraria Francisco Alves em seu
1º centenário (1854-1954)

A Livraria Francisco Alves em breve histórico
A sua fundação se deu em 15 de agosto de 1854, como Livraria Clássica, cujo proprietário era o português Nicolau Antônio Alves.
Localizada na Rua dos Latoeiros, nº 54, no Centro do Rio de Janeiro, tinha como objetivo atender ao público escolar que estava se formando na Corte.
Com a ajuda de Francisco Alves de Oliveira, sobrinho de Nicolau, os negócios se expandiram, e a livraria passou a ter duas filiais: uma em São Paulo e outra em Belo Horizonte.
Dados históricos importantes
Decreto de 17/02/1854, do Ministro do Império: por meio desta norma jurídica o Conselheiro Luiz Pedreira do Couto reformou as instruções primária e secundária do Município Neutro e estabeleceu que o Estado fosse o responsável pelo fornecimento de material escolar.
Transformações desencadeadas no Império: extinção do tráfico negreiro em 1850, investimentos em transportes e comunicações, expansão das estruturas mercantil e bancária, crescimento das camadas sociais médias e desenvolvimento do mercado interno.
E ainda: evolução da imprensa combativa, novas instituições escolares e consequente aumento do número de leitores e do mercado livreiro.
Foto da Livraria Francisco Alves no Rio de Janeiro
A figura de Francisco Alves de Oliveira
Nascido na cidade portuguesa do Minho, veio aos 14 anos de idade para o Brasil, com o propósito de trabalhar na Livraria Clássica, a pedido de seu tio.
Trabalhou como caixeiro de uma casa comercial e como livreiro antes de retornar a Portugal.
Voltou ao Brasil, a pedido novamente do tio, para ser sócio da Livraria Clássica.
Com o afastamento do tio adoentado, expandiu os negócios da livraria, abrindo duas filiais e comprando várias casas editoriais concorrentes, para adquirir, muitas vezes, o direito de publicação de uma obra.
Com o sucesso da filial de São Paulo, ampliou os seus negócios na Europa, onde já mandava imprimir muitas de suas edições e de onde fazia importações para suas livrarias.
Tornou-se o primeiro editor brasileiro a incorporar em seus negócios livrarias-editoras da França (Aillaud) e de Portugal (Bertrand).
Foi um importante editor e autor de livros escolares, mas não se restringiu à publicação deles tão-somente.
Em seu catálogo, havia também obras de outras áreas do conhecimento, como ciências políticas e sociais.
Por meio da edição de obras de grandes escritores, como Olavo Bilac, Raul Pompeia e Euclides da Cunha, ajudou a difundir a literatura no Brasil.
Contribuiu para que o trabalho do autor fosse valorizado.
Doou sua fortuna à Academia Brasileira de Letras, com o pedido de que fosse promovido, por meio de concursos, o desenvolvimento do ensino e da língua portuguesa no País.
Foto de Francisco Alves de Oliveira (1848-1917)
O catálogo da Livraria Francisco Alves, de 1854 a 1954
Contém 1.227 obras publicadas.
Possui coleção variada de temas, com o predomínio da edição de livros de ensino.
Relaciona mais de 30 autores em uma lista dividida por assuntos.
Imagem de uma das páginas do catálogo da Livraria Francisco Alves
Gráfico dos temas contidos no catálogo da Livraria Francisco Alves
Gráfico dos autores contidos no catálogo da
Livraria Francisco Alves
Referências bibliográficas


BRAGANÇA, Aníbal. Francisco Alves, uma editora sesquicentenária (1854-2004). In:
CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 27., 2004, Porto Alegre. Disponível em: <http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2004/resumos/R0631-1.pdf>. Acesso em: 19 out. 2013.

HALLEWELL, Laurence. Francisco Alves. In: ______. O livro no Brasil: sua história. Tradução de Maria da Penha Villalobos, Lólio Lourenço de Oliveira e Geraldo Gerson de Souza. 3. ed. São Paulo, Edusp, 2012. Cap. 11. p.301-330.

LIVRARIA FRANCISCO ALVES. Relação completa das obras publicadas pela Livraria Francisco Alves. Rio de Janeiro: Ed. Paulo de Azevedo, 1954.

MONIZ, Edmundo. Francisco Alves de Oliveira: (livreiro e editor). 2. ed. Rio de Janeiro: ABL, 2009. Coleção Afrânio Peixoto, 88. Disponível em: <http://www.academia.org.br/antigo/media/Francisco%20Alves%20de%20Oliveira%20-%20Edmundo%20Moniz%20-%20PARA%20INTERNET.pdf>. Acesso em: 19 out. 2013.

Integrantes do grupo
Bruna da Costa Oliveira
Carine Nascimento
Carlos Gomes
Eliana Beatriz dos Santos Novo
Liana Nakamura
Maria Cristina Xavier

Categorias temáticas presentes no catálogo da Livraria Francisco Alves
Full transcript