Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Trabalho Paratletas

Trabalho apresentado ao curso de formação em Psicologia do Esporte pelo CEPPE, São Paulo.
by

Julio Ribeiro

on 15 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Trabalho Paratletas

Interfaces da Psicologia do Esporte
e Paratletas

História
Contextualização histórica do paratletismo
Final do século XIX:
Nos Estados Unidos, o esporte adaptado era praticado como agente de reabilitação e inclusão social.

1932:
Na Inglaterra, existência de uma associação de jogadores de golfe de um só braço.
1944:
Pós - Segunda Guerra : Ludwig Guttmann criou o Centro Nacional de Lesionados Medulares do Hospital de Stoke Mandeville, na cidade de Aylesbury, Inglaterra.

Duas correntes de pensamento:
Método Terapêutico
Apresentada por Guttmann, utiliza o esporte como auxílio na reabilitação de seus pacientes buscando amenizar também os problemas psicológicos advindos principalmente do ócio no hospital.
Método Esportivo
Nos Estados Unidos, o esporte é tido como inserção social, dando a conotação competitiva utilizada pelo desporto .

1948:
Guttmann criou os I Jogos Desportivos de Stoke Mandeville.


1960:
ocorrem os primeiros jogos paralímpicos - Roma (Itália)

No Brasil
1958
: Robson Sampaio de Almeida, no Rio de Janeiro e Sérgio Serafim Del Grande, em São Paulo, fundam os primeiros clubes para deficientes físicos:


Clube do Otimismo (RJ)
Modalidades
Atletismo
Basquete
Voleibol
Goaball
Ciclismo
Esgrima
Hipismo
Tênis
Tiro com arco

Halterofilismo
Iniciação Esportiva
MÍDIA
Enfoque jornalístico
*** Enquadravam a vitória dos paralímpicos de forma a banalizar o feito dos atletas ao focar nos resultados.

*** Cobertura midiática do esporte adaptado muitas vezes restringe-se a performance, sucesso, causa de sua deficiência enquanto atleta.

*** Pouco ou nenhum comentário sobre a experiência dos atletas, repercussão da medalha, tempo e bastidores.
Deficiência é vista como característica única atleta.


PSICÓLOGO
Psicologia do Esporte aplicada a paratletas na perspectiva da demanda

* Sérias dificuldades financeiras;

* Poucos conseguem ser reconhecidos;

* São cobrados rendimento e resultados;

* Os atletas - resultados expressivos;

* Ignorando o lado humano;

* Não valorização do atleta em sua totalidade;

* Ocorre com
APNE's
.

* Apresenta característica psicológica desfavorecida;

* Auto estima e autoconhecimento baixo;

* A diferença ou especificamente, "o ser diferente", em uma sociedade permeada pelos padrões e referencias do que significa ser "normal", remete imediatamente ao incômodo causado diante do não compreensível e não aceitável.

* O deficiente tem limitado seu potencial;


* A prática esportiva é um dos grandes responsáveis pela inclusão social;


* Para o APNE, esta atividade sistemática toma novos rumos.



* Trabalha o paratleta como um todo;

* Posteriormente, conviver com a diferença perante uma sociedade permeada pelos "iguais";

* Objetivo: estudar, orientar na situação da prática de atividade desportiva, atividade física, competitivas e recreativas;

* Melhorar desempenho em competições.


Nova abordagem sobre o paratleta e as competições internacionais:

*** Priorizar a cobrança de políticas públicas que propiciem aos paratletas uma base esportiva adequada às suas necessidades.

*** Imprensa não pode converter-se em empecilho aos paratletas, deixando-os na obscuridade com a redução de espaço nas reportagens e dificultando sua visibilidade e a amplificação de suas vozes.

*** Divulgação do trabalho reflete patrocinadores, recursos, apoio, possibilitando a participação em competições nacionais e internacionais.



ENTREVISTA
1969:


Brasil participou dos II Jogos Pan-americanos em Buenos Aires com sua primeira seleção de basquete em cadeira de rodas, conseguindo a medalha de bronze.

ATLETAS BRASILEIROS
APNE
PSICOLOGIA DO ESPORTE - APNE
“Contudo não se faz necessário criar uma psicologia específica para APNE, porem criar uma ramificação estendendo a psicologia esportiva preocupando-se com as peculiaridades destes atletas”.


(ANDRADE, 2008)


Assim...
PARATLETAS
?


OU


PARATLETAS
!


Créditos:

Ana Paula Barbosa
Bruno Valdo
Cecília Pera
Gabriela Nogueira
Jéh Andressa
Julio Ribeiro
Mariana Garcia
Mariane Pires
Noemia de OIiveira
Zuleide Nunes
Coordenação:

Cecília Pera

Produção:

Julio Ribeiro

Curso de Formação em Psicologia do Esporte - Turma 39 (2013/2014)
Full transcript