Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Demografia

No description
by

Bruno Almeida

on 27 August 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Demografia

Demografia
1- Introdução
Objetiva o estudo das populações, bem como, sua evolução temporal, sua distribuição, etc.
Para a compreensão do estudo populacional temos de ter conhecimento de alguns
conceitos fundamentais:
2- Conceitos fundamentais
População absoluta:

número total de habitantes em uma determinada área (país, cidade, bairro, etc.)
Afirmamos que uma área é
populosa
quando a mesma apresenta elevada população absoluta:
2- Conceitos fundamentais
População relativa:
distribuição da população por uma área (habitantes/Km²). Também denominado de
densidade demográfica.

Área (Km²)
D.D
= População Absoluta
Dizemos que um país é
povoado
quando sua população relativa é elevada, ou seja, possui
elevada densidade demográfica (muitos habitantes por Km²)
Conceitos fundamentais
Taxa de natalidade:
relação entre o nº de nascimentos (vivos) a cada 1000 habitantes.
T.N =
Nº de Nascimentos
Pop. Absoluta
x 1000 =
Taxa de mortalidade:
relação entre o nº de óbitos a cada 1000 habitantes.
x 1000 = ‰
T.M =
Nº de óbitos
Pop. absoluta

2- Conceitos fundamentais
Crescimento vegetativo ou natural:
diferença entre a taxa de natalidade e a taxa de mortalidade. Indica o quanto uma população cresceu ou diminuiu em nº de habitantes.
C.V =

T.N
-
T.M
Caso:
T.N
>
TM
=
C.V positivo
T.N
<
T.M
=
C.V

negativo
Conceitos fundamentais
Crescimento demográfico ou total
: resultado da soma entre o
crescimento vegetativo
e o
saldo migratório (emigração - imigração).
CD
=
C.V
+
Saldo migratório
Taxa de fecundidade:
nº médio de filhos por mulheres em idade reprodutiva.
Expectativa de vida ou esperança de vida:
número médios de anos que uma população vive se mantida a taxa de mortalidade da época do nascimento.
3 -Crescimento populacional mundial
Consideramos apenas o
C.V.
Progressos na medicina
Aumento da urbanização
métodos contraceptivos
Inserção da mulher no mercado de trabalho
Custo para criar um filho
Momento histórico (guerras, crises, epidemias ...)
Quando analisamos o crescimento populacional de uma área temos de ter em mente vários fatores:
4- Transição demográfica
É o resultado dinâmico entre a
T.N
e a
T.M
, que gera um modelo teórico de leitura das
grandes alterações demográficas
. Assim podemos analisar a
estrutura etária futura
de uma área, essa análise é fundamental devido a relação de dependência entre a
população economicamente ativa (PEA)
e idosos e crianças.
Transição demográfica brasileira
1950 -
O Brasil estava no início de sua industrialização, a maioria da população ocupava as áreas rurais resultando em elevadas
taxas de natalidade
. Com a industrialização e, consequentemente,
urbanização
o país passou por uma fase de transição demográfica com declínio das taxas de natalidade e mortalidade.
Fases do crescimento populacional
1º fase ou equilíbrio primitivo
Início da humanidade até o século XVIII.
Baixo
C.V
, pois apresentava altas taxas de
natalidade
e
mortalidade.
- Fome, guerras, falta de saneamento, ausência de medicina e de métodos contraceptivos ...
Não existem países atualmente nessa fase.
2º fase ou Expansão demográfica
A revolução industrial (1760) e a consequente urbanização, o avanço da medicina e das condições sanitárias resultaram em uma brusca queda da taxa de
mortalidade
, porém a
natalidade
continuou alta. Esse efeito fez com que houvesse um grande
crescimento vegetativo.
Países subdesenvolvidos encontram-se atualmente nessa fase
3º fase ou fase do envelhecimento
Redução das taxas de
natalidade
e
mortalidade
e também pela
maior população idosa e adulta
. É uma fase de transição presente em países com desenvolvimento recente (emergentes) e em países desenvolvidos.
4º fase ou implosão demográfica
Não há reposição populacional, ou seja, há
crescimento vegetativo
negativo (
T.M
>
T.N
), causando forte envelhecimento da população e encolhimento no número de habitantes.
Ainda não é uma tendência mundial, mas já ocorre em alguns países de elevado IDH (França e Dinamarca)
http://g1.globo.com/turismo-e-viagem/noticia/2014/04/anuncio-encoraja-casais-viajarem-para-subir-natalidade-na-dinamarca.html
Distribuição espacial da população.
As sociedades que compõem as populações
apresentam diferentes fatores:
Quantitativo:
População absoluta
Densidade demográfica
C.V
T.N
T.M
etc.
Qualitativos:
distribuição de renda
cultura
língua
costumes e tradições
etc.
Essas diferenças geram uma desigual distribuição da população, além disso, relacionamos esses fatores à:
A) Meio físico
O ser humano possui limitações e preferências quanto à temperatura, disponibilidade hídrica, relevo ...
Áreas ecúmenas:
áreas de fácil ocupação, geralmente concentram grandes populações.
Áreas anecúmenas:
áreas de difícil ocupação (cadeias montanhosas, desertos, florestas ...)

B) Economia
Áreas economicamente mais desenvolvidas atraem um maior número de pessoas. A necessidade de mão de obra é um dos principais motivos de aglomeração.
C) Históricos
Áreas de ocupação mais antiga tendem a apresentar maiores adensamentos populacionais.
Teorias populacionais
a) Teoria malthusiana:
Desenvolvida no século XVIII por Thomas Malthus que afirmava que os recursos necessários para a sobrevivência humana não seriam suficientes para a crescente população mundial.
Epidemias, guerras, catástrofes, etc eram vistas como um "mal necessário" pois seriam uma forma de regulação populacional.
Essa teoria não se sustentou pois:
Houve desaceleração do crescimento populacional mundial
Revolução verde: desenvolvimento científico e tecnológico do campo, aumentando a produtividade.
Teoria neomalthusiana
Culpa o elevado crescimento populacional pela miséria nos países subdesenvolvidos, devido aos enormes investimentos em educação da população jovem.
Apoia rígidos programas de controle de natalidade.
Teoria reformista ou marxista
Afirma que o elevado crescimento demográfico é uma consequencia do subdesenvolvimento, e não sua causa.
Estrutura da população
Pirâmide etária:
gráfico de distribuição populacional por idade e sexo.
Taxa de natalidade:
uma base larga indica uma elevada
T.N
, enquanto uma base estreita indica uma baixa
T.N
Taxa de mortalidade:
um corpo afunilado indica elevada
T.M
, já um corpo mais alargado e uniforme indica menor
T.M.
Expectativa de vida:
o ápice quanto mais alto e mais largo indica maior esperança de vida.
Através da análise da pirâmide etária podemos analisar:
Estrutura populacional setorial
Setores de atividades:
Primário:
agropecuária e extrativismo
Secundário:
indústrias e construção civil
Terciário:
comércio e prestação de serviços
Full transcript