Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Corantes

No description
by

nina meister

on 3 June 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Corantes

CATHERINE SAKKOS, JULIANA LIM, NINA MEISTER CORANTES Química no Corante Química no Corante Uma dessas ligações muito conhecida é a ligação azo (dois nitrogênios ligados).
-Como por exemplo a Crizoidina, o primeiro corante azóico comercializado, um azobenzeno Química no Corante Esses corantes azóicos possuem uma característica muito marcante de poder ser formados diretamente no tecido, aumentando a sua aderência. O tecido é tratado com uma solução da molécula de acoplamento e depois mergulhado em uma solução de sal de diazônio. Esses dois irão reagir e formarão o corante direto no tecido. Geralmente os corantes produzidos por esse método são derivados da anilina. - A grande maioria de corantes possuem em sua estrutura vários anéis aromáticos que se unem por ligações que facilitam essa circulação. Química no Corante Química no Corante - Curiosidade Apesar de muitos conhecerem anilina como um sinônimo de corantes, o composto orgânico chamado anilina (um anel benzênico ligado à NH2), é incolor podendo chegar a no máximo um leve amarelado. Isso se dá pelo fato de não haver um grande deslocamento de elétrons pela molécula. A história dos corantes e a biologia e a medicina - No final do século XIX, os corantes sintéticos porque passaram a ser usados por biólogos para colorir células, que, assim, podiam ser mais bem observadas.

-Robert Koch (1843-1910), um médico alemão e o seu discípulo Paul Ehrlich realizaram os estudos - Paul Ehrlich e seus companheiros de pesquisa pensaram que por meio de um processo seria possível encontrar um corante que tivesse preferência por um determinado microrganismo e pudesse matá-lo, sem matar a célula. - Depois de muitas tentativas (605), as pesquisas mostraram que eles estavam certos.

- Em 1910 descobriram o salvarsan, que foi o primeiro produto químico sintético a curar uma doença sem fazer mal ao ser humano.

- O nome foi dado pelo fato de ele ter sido considerado a salvação para a sífilis.

- Esse medicamento foi bastante eficaz no tratamento dessa grave doença da época, que ataca o sistema nervoso e já havia matado milhões de pessoas em todo o mundo.
- Hoje, ela é tratada com antibióticos e sua ocorrência é bem mais rara: a quimioterapia. Corante nos remédios - Uma pesquisa realizada pelo Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) revelou que 70% dos 51 produtos avaliados utilizam corantes em sua fórmula. Sem efeito terapêutico, os corantes podem, ao contrário, causar reações indesejadas na pele e nos sistemas respiratório e gastrointestinal e, em pessoas mais sensíveis, levar ao choque anafilático. Corante nos remédios - A21 do total de 38 remédios pesquisados que contêm as substâncias informam sobre sua presença apenas na bula. - "A mãe só descobre depois de abrir a embalagem e, se quiser devolver, a farmácia não vai mais aceitar", diz Peinado. Segundo ela, cerca de 10% dos remédios estão irregulares, pois não informam o nome do corante. Corante nos remédios - Solução - Segundo a pesquisadora, o ideal é que os pais perguntem ao pediatra se alguma forma farmacêutica do remédio prescrito não contém corantes, já que muitos deles têm a substância em uma apresentação (xarope e comprimido, por exemplo), e não em outra. O mesmo ocorre entre remédios de marca e genéricos. Corante e a estética Além do uso de corantes para realçar diferentes alimentos e para diferenciar remédios, os corantes tem uso estético também, principalmente na area capilar. Corantes e a estética O uso de corantes "puros" para cabelos é recente e ainda não é muito usado. A maioria desse tipo de corantes é feito inteiramente de ingredientes naturais, como uma mistura de sucos e diferentes "pó de henna". Corante e a estética São cosmeticos destinados a restituir a cor de cabelo branco ou para trocar a cor natural do cabelo. Aproximadamente 40% das mulheres nos EUA usam alguma forma de corante. É comum o dermatologista ter que lidar com alguns dos seus efeitos colaterais, como dermatite de contato, ressecamento do cabelo e lesões de haste, como tricorrexe nodosa por manipulação inadequada. Tipos de Corantes Corante Vegetal - O principal é a hena. A hena é obtida do secado das folhas da planta lawsonia inermis que se cultiva no Egito, India e Irã. É um corante alaranjado ( 2- HIDROXIL - 1 -4 NAFTOQUINOSA), que forma de emplastro de hena em pó com agua quente. É muito duradoura e resistente ao uso de xampu.

Corante Temporário - Tem elevado peso molecular e se depositam sobre o cabelo. Como não conseguem penetra-lo, podem ser eliminados facilmente na lavagem com xampu, porem não com o penteado diario. Apresentam-se na forma de gel, espumas, xampus que lavam colorindo ou aerossois. Tem maior efeito se forem aplicados junto com calor ou associados com ondulação e exposição ao sol. Corante e a medicina avançada Hoje em dia, o corante que é considerado inofensivo para o corpo humano é utilizado em diversas maneiras na medicina avançada. Um dos avanços que o corante ajudou a alcançar foi a facilitação de alguns procedimentos cirúrgicos. Corante e a medicina avançada curiosidade Apesar dos corantes serem inofensivos e extremamente úteis em diversos procedimentos cirúrgicos, antigamente a falta de conhecimento (e a plena crueldade humana) levaram a tortura e até a morte através do uso impróprio dos corantes O Dr. Josef Mengele, conhecido também como o "Anjo da Morte", operou em diversos gêmeos siameses durante a Segunda Guerra Mundial com o objetivo de mudar a cor de seus olhos através da aplicação direta de corantes. Todos os experimentos falharam e muitas crianças morreram. Corantes em Roupas O tingimento natural começou na era neolítica e depois, com o tempo, alguns tipos de corantes foram introduzidos durante a Idade do Bronze. Os egípcios introduziram raiz de açafrão, cúrcuma e índigo e plantas ao redor do mundo trouxeram uma variedade imensa de cores. Corantes para Roupas Existem muitos tipos de corantes para roupas. Os mais conhecidos e mais usados são, corates diretos, corantes reativos e corantes ácidos. Cada um requere um tipo especifico de tecido, e cada um tem seus pós e contras. Corantes Diretos Corantes diretos são utilizados em fibras celulósicas, porem também tingem lã e seda. O processo de tingimento é realizado normalmente na presença de NaCI ou Na2SO4, com pH neutro ou ligeiramente alcalino. Prós e Contras Corantes diretos são bastante usados pois são os corantes mais faceis de se achar e o mais barato. Alguns preferem não usar esse tipo de corante porque ele desbota facil e pode manchar Corantes Reativos O corante reativo é um produto especial para tecidos de fibras naturais. Ele vem em pó, concentrado, dilui-se em água e se fixa basicamente a por produto químico, e carbonato de sódio. Prós e Contras Corantes reativos são bastante usados pois suas cores sao extremamente vivas e bilhantes, a fixação da cor é rapida e não desbota com facilidade. Mas alguns escolhem nao ultilizar esse tipo de corante pois é necessario submeter a blusa em um banho de ácido e isso pode tornar o procedimento caro. Corantes Ácidos São formados de sais de ácidos coloridos. Possuem grandes afinidades para a lã, a seda natural e as fibras poliamidas, tingindo-as em banhos ácidos até neutros. Pós e Contras Eles também são brilhantes porem, menos do que os Reativos. Esse tipo de corante é dificil de achar, porém não sai facilmente da roupa Bibliografia http://modaspot.abril.com.br/tecidos/tecidos-tecnologia/os-corantes-naturais-sao-uma-opcao-ecologica-para-tingir-os-tecidos
http://www.exatacor.com.br/index.php?pg=linhaCoranteDir

http://www.mundotiedye.com.br/iniciante/corantes-e-tintas-para-tingir-conheca-os-diferentes-modelos/
Full transcript