Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Aula 1 - Revoluções, Ditaduras e Democratização na América Latina Contemporânea

No description
by

Paulo Silva

on 8 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Aula 1 - Revoluções, Ditaduras e Democratização na América Latina Contemporânea

Revoluções, Ditaduras e Democratização na América Latina Contemporânea.
Prof. Paulo Renato da Silva
paulo.silva@unila.edu.br
Estudo da política latino-americana a partir da crise de 1929, tendo como eixo as propostas revolucionárias e as reações conservadoras, com ênfase nos governos populistas e nas ditaduras militares. Os processos de (re)democratização, o neoliberalismo e sua crise. Comparação entre o Brasil e os demais países latino-americanos.
EMENTA.
A disciplina tem o objetivo de proporcionar aos estudantes o domínio conceitual e historiográfico sobre os temas do populismo, das revoluções, das ditaduras e da (re)democratização na América Latina.
OBJETIVOS.
1 – O populismo latino-americano;
2 – Revoluções na América Latina: Bolívia, Cuba e Nicarágua;
3 – As ditaduras na América Latina;
4 – A (re)democratização latino-americana.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO.
Aulas expositivas; Disponibilização prévia de textos impressos e on-line tanto em português como em espanhol; Utilização de outras linguagens como o cinema, a música e as artes plásticas; Incentivo à formulação de problemas relacionados à disciplina; Debates em sala de aula; Apresentação de trabalhos escritos e seminários pelos discentes.

METODOLOGIA.

Aula 1 (30/09):
Apresentação da disciplina e do programa.
Aula 2 (07/10):
ROXBOROUGH, Ian. A Classe Trabalhadora Urbana e o Movimento Trabalhista na América Latina Após 1930. In: BETHELL, Leslie (Org.). História da América Latina. São Paulo: EDUSP, 2009. v. VII. p. 275-353.
Diego Rivera, "Nas Trincheiras" (1928), afresco; Ministério da Educação, Cidade do México.
Aulas 3 e 4 (14 e 21/10):
CAPELATO, Maria Helena Rolim. Populismo Latino-Americano em Discussão. In: FERREIRA, Jorge (Org.). O Populismo e sua História: debate e crítica. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001. p. 127-165; D’ARAÚJO, Maria Celina. La Era de Vargas. México: FCE, 1998. p. 15-38; 97-117.
Aula 5 (04/11):
Seminário 1: O cardenismo e a memória da Revolução Mexicana.
Seminário 2: Eva Perón, história e memória.
Aula 6 (11/11):
BARSOTTI, Paulo; PERICÁS, Luiz Bernardo (Orgs). América Latina: história, ideias e revolução. São Paulo: Xamã, 1998. p. 11-16; 55-76.
Aula 7 (18/11):
AYERBE, Luis Fernando. A Revolução Cubana. São Paulo: Editora UNESP, 2004. p. 21-39; 59-92; 107-126.
Aula 8 (25/11):
Seminário 3: A Revolução Boliviana (1952-1964).
Seminário 4: A Revolução Sandinista (1961/1979-1990).
Aulas 9 e 10 (2 e 9/12):
ROUQUIÉ, Alain. Os Militares na Política Latino-Americana Após 1930. In: BETHELL, Leslie (Org.). História da América Latina. São Paulo: EDUSP, 2009. v. VII. p. 197-274.
Aula 11 (16/12):
Seminário 5: A Igreja Católica e as ditaduras.
Seminário 6: As artes e a resistência às ditaduras.

Aula 12 (16/01):
COLOMBO, Sylvia; PRADO, Maria Lígia Coelho; SOARES, Gabriela Pellegrino. Reflexões sobre a Democracia na América Latina. São Paulo: SENAC, 2007. p. 15-41.
Aula 13 (23/01):
SARLO, Beatriz. Tempo Passado: cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo: Companhia das Letras, 2007. p. 45-68.
Entrega da resenha.

Aula 14 (30/01):
Avaliação escrita sem consulta.
Aula 15 (06/02):
Comentário sobre a avaliação escrita, apresentação das médias e encerramento da disciplina.
DOMINGUES, José Maurício; GUIMARÃES, Alice Soares (Org.). A Bolívia no Espelho do Futuro. 2009. Belo Horizonte: Editora UFMG; Rio de Janeiro: IUPERJ, 2009. (6).
MARINGONI, Gilberto. A Revolução Venezuelana. São Paulo: Editora UNESP, 2008. (5).
MISKULIN, Silvia Cezar. Os Intelectuais Cubanos e a Política Cultural da Revolução (1961-1975). São Paulo: Alameda, 2009. (5).
NOVAIS, Fernando (Org.). História da Vida Privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. v. III. (5). Resenhar introdução e mais 3 capítulos de livre escolha.
NOVAIS, Fernando (Org.). História da Vida Privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1998. v. IV. (5). Resenhar introdução, mais 4 capítulos de livre escolha e conclusão.
SALVADOR LARA, Jorge. Breve Historia Contemporánea del Ecuador. Bogotá: FCE, 2009. (4).

RESENHA.
Lázaro Cárdenas, presidente do México (1934-1940).
"En estas temporadas de jalogüin y reformas energeticas les dejo un postercito de una pelicula donde un señor muy chido sale de su tumba para devorar el cerebro de un monton de traidores, vendepatrias y extranjeros en cargos públicos.
Por desgracia ninguno de ellos tienen cerebros en sus feas cabezas."
Lázaro Cárdenas - Erasmono. Disponível em: <http://www.deviantart.com/art/Lazaro-Cardenas-101606130>.
Cartaz do Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN).
Pintura chavista.
Mães da Praça de Maio.
Martin Almada no Museu das Memórias, Assunção, Paraguai.
Juan Velasco Alvarado (1968-1975), presidente do Peru.
À esquerda, Alfredo Stroessner (1954-1989, Paraguai) e Augusto Pinochet (1973-1990, Chile). À direita, Médici (1969-1974, Brasil) cumprimenta Pelé.
Do artista argentino León Ferrari (1920-2013).
O projeto, que apurou os crimes da ditadura brasileira (1964-1985), teve Dom Paulo Evaristo Arns, hoje arcebispo emérito de São Paulo, como um de seus líderes.
Camponeses cubanos.
Full transcript