Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A neurociência e o pensar pedagógico na educação infantil

No description
by

Carla Nascimento

on 12 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A neurociência e o pensar pedagógico na educação infantil

Conhecendo o cérebro
Tópicos em Neurofisiologia da aprendizagem
Prof. Dra. Carla M C Nascimento
Como o cérebro se desenvolve?
Fatores genéticos pré-determinados
Padrões previamente determinados
cONCEITO DE EPIGENÉTICA (1942)
O ion Fe++ indiretamente participa da síntese de neurotransmissores, mielinização das fibras nervosas e dos processos de codificação da memória no hipocampo
Vitaminas do Complexo B: São necessárias para o desenvolvimento do cérebro e medula espinhal. Participam do processo de mielinização
Vitamina C: Síntese de neurotransmissores e tecido hematopoietico (sangue).
Vitamina D: Afeta o desenvolvimento do cérebro podendo interferir na aprendizagem, memória e recursos sociais.

Lidar com as múltiplas inteligências


hierarquização do processo de ensino e aprendizagem

linguística
espaço-temporal
musical
cinestésica
inter e intrapessoal

Duas semanas após a concepção, forma-se o tubo neural o qual irá constituir o cérebro e a medula espinhal (Hepper, 2001).

A maioria dos neurônios é produzida durante a gestação.
Neurônios desenvolvem-se numa taxa de 250.00 por minuto durante a gestação
Os dendritos podem ser modulados por estimulação extrínsceca
83% da formação de sinapses de conexões neurais ocorrem no 1º ano de vida
Adultos possuem +- 100 bilhões de neurônios
Em resposta a estímulos ambientais, por exemplo língua (sabores), pele (toque), os neurônios localizados nas partes específicas do cérebro, formam ligações eletroquímicas- as sinapses- que permitem ao cérebro, reconhecer a codificação dos sinais oriundos dos receptores sensoriais.
(Costanzo, 2004)
tálamo
sensações
medula espinhal
tronco encefálico
cortex somatossensorial
desenvolvimento emocional e cognitivo
desenvolvimento do sistema vestibular
Predileção por atividades de "vertigem"
Desenvolvimento do Olfato e Paladar
Olfato e paladar
estímulo conduzido pelo snc
medula espinhal
ativação de áreas cerebrais e sistema límbico
Desenvolvimento da Audição
Aprendizagem X audição
crescimento emocional e intelectual
Experiências sensoriais ajudam a estabelecer pontes entre as conexões neurais e desenvolvem as habilidades individuais
Experiências vivenciadas durante a infância podem alterar as habilidades da criança e melhorar o desempenho intelectual na idade escolar.
alguns estudos indicam que entre as idades de 3 a 8 anos o cérebro é capaz de adaptar-se a um conjunto de condições utilizando muito mais neurônios, conexões e energia que um cérebro adulto.
Há um período “crítico ou sensível” bastante regular para a ativação das vias neurais sensoriais, a fim de estimular a formação de circuitos neurais nas partes específicas do
córtex;
o cérebro da criança está particularmente susceptível às entradas de estimulação sensorial, para o amadurecimento de sistemas neurais mais desenvolvidos.
Plasticidade e "janela de oportunidade"
4-6 meses:
ESTABELECIMENTO DE VÍNCULOS.
EXPRESSAR-SE (MEDO, CURIOSIDADE, ENTUSIASMO)



DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DIGESTIVO E FUNÇÕES NEUROLÓGICAS COMEÇAM A SER DESENVOLVIDAS
PRIMEIRAS INTERAÇÕES SOMATOSSENSORIAIS
Aos 6-12 meses de idade, o consumo de glicose aumenta no córtex frontal. No decorrer do desenvolvimento, o nível total de glicose utilizada no cérebro vai gradativamente aumentando, alcançando um pico por volta dos 4 anos, que se mantém num platô até os 10 anos, quando então começa a diminuir até chegar ao nível dos adultos em torno dos 16 -18 anos
6-12 MESES
estímulos motores e alterações corporais
muitas conexões neurais
Neurogênese e sinaptogênese (cérebro vai atingir 60% do tamanho adulto).
12-18 MESES
O cérebro está particularmente susceptível às entradas de estimulação sensorial, para o amadurecimento de sistemas neurais mais desenvolvidos.
O sistema nervoso, atuando em conjunto com o sistema musculoesquelético, é responsável pela constante interação entre cada de nós e o meio ambiente.
Desenvolvimento neuropsicomotor;
Neurogênese
Sinaptogênese
Essa elevada taxa de evolução biológica possibilita uma rápida aquisição da capacidade de organização dos centros superiores e de controle de movimentos.
(Diamond, 2000; Hernandez, & Li, 2007; Timmons, Naylor, & Pfeiffer, 2007).
Uma experiência ambiental adequada favorece o surgimento de boas competências.
(Raudsepp & Pa¨ll, 2006; Stork & Sanders, 2008; Williams et al., 2008).
PENSAMENTO ABSTRATO
"PODA" DENDRÍTICA
SOCIALIZAÇÃO
MOTRICIDADE
RÁPIDO DESENVOLVIMENTO CEREBRAL COM ALTAS TAXAS DE MIELINIZAÇÃO.
APÓS OS 4 ANOS
ATIVIDADES MOTORAS COMPLEXAS E MOTRICIDADE FINA
AUMENTO DAS CONEXÕES NAS ÁREAS ASSOCIATIVAS
AUTONOMIA E TOMADA DE DECISÃO
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
carlamcnascimento@gmail.com
É por isso que se mandam as crianças à escola: não tanto para que aprendam alguma coisa, mas para que se habituem a estar calmas e sentadas e a cumprir escrupulosamente o que se lhes ordena, de modo que depois não pensem mesmo que têm de pôr em prática as suas ideias.
Immanuel Kant
controla todo o pensamento e o comportamento voluntários, como os atos de andar, falar e solucionar problemas, além de alguns aspectos das emoções.
Suas funções incluem o pensamento abstrato e criativo, a fluência do pensamento e da linguagem, respostas afetivas e capacidade para ligações emocionais, julgamento social, vontade e determinação para ação e atenção seletiva.


LOBO FRONTAL
CONTRola a visão e o reconhecimento visual (a capacidade de entender o que se vê).
DEPENDE DA MATURAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO PARA DESEMPENHAR SUAS FUNÇÕES.
há zonas especializadas: visão da cor, do movimento, da profundidade, da distância e assim por diante.
Depois de passarem por esta área, chamada área visual primária, estas informações são direcionadas para a área de visão secundária, onde são comparadas com dados anteriores, permitindo assim o indivíduo identificar, por exemplo, um gato, uma moto ou uma maçã.
O significado do que vemos, porém, é dado por outras áreas do cérebro, que se comunicam com a área visual, considerando as experiências passadas e nossas expectativas
LOBO OCCIPITAL
LOBO TEMPORAL
controla a audição, alguns aspectos da linguagem e do olfato e também da memória e das emoções, em especial o medo (ESTRUTURA DA AMÍGDALA).
PROCESSAMENTO DE MEMÓRIAS E FORMAÇÃO DE MEMÓRIAS EMOCIONAIS
rELACIONADO COM O SISTEMA LÍMBICO
LOBO PARIETAL
INTEGRAÇÃO SENSORIAL, EXPERIÊNCIAS PROPRIOCEPTIVAS E CINESTÉSICAS.
tem a função de possibilitar a percepção de sensações como o tato, a dor e o calor.
Por ser a área responsável em receber os estímulos obtidos com o ambiente exterior, representa todas as áreas do corpo humano.
O TÁLAMO É UMA ESPÉCIE DE FILTRO PARA O PROCESSAMENTO DE INFORMAÇÕES SENSORIAIS.
O GIRO CINGULADO FAZ A ASSOCIAÇÃO DESTA PERCEPÃO COM AS EMOÇÕES.
CONEXÃO COM O SISTEMA LÍMBICO
O sistema límbico tem formato de anel cortical e é um conjunto de estruturas do cérebro que são responsáveis primordialmente por controlar as emoções e secundariamente participa das funções de aprendizado e memória, podendo também participar do sistema endócrino.
ATÉ 4 ANOS
O desenvolvimento do indivíduo é determinado por padrões inatos ou é moldado por experiências posteriores?
Genótipo
fenótipo
Vulnerabilidade X Fatores de proteção
encefalização
redução da taxa de aprendizagem de coisas novas, melhoraa capacidade de usar e elaborar o que já foi aprendido.
Neuroplasticidade
Neurogênese
sinaptogênse
aprendizagem
aquisição de novos comportamentos
utilização de recursos necessários para sobreviver
deve ser significativa
aprende com todos os estímulos recebidos pelas vias sensoriais
aprendizagem X desempenho escolhar
Multifatorial
Processamento do ambiente para resolução de problemas
Ativação neural
resposta química
sensação
Mediação química e alterações extrínscecas

teratógenos
educador
altera conexões e sinapses
altera arquitetura cerebral

áreas de associação maiores integram mais áreas permitindo atribuição de significado às coisas, fazendo com que o cérebro dê preferência ao referido estímulo.
-sistema límbico
As emoções interferem no planejamento executivo de todas as áreas.
Córtex pré-frontal depende da resposta emocional (sistema límbico)
aprendizagem
inteligência:
conjunto de habilidades que o sujeito tem para resolução de problemas
interação com o ambiente + genética
há um período mais receptivo para formar novas conexões e remodelar o SN.
neste período a taxa de aprendizagem é maior
o cérebro não faz julgamento de valor nesta fase.
funções cerebrais e aprendizagem
atenção
memória
emoção
funções executivas
Auto-regulação
todas as áreas cerebrais podem estar ativadas, mas há uma seleção de áreas específicas predominado para cada função
desafio do pé direito desobediente
at3nç4o
A atenção é voltada para o que é importante
O foco de atenção oscila, pois você não consegue focar em duas coisas ao mesmo tempo com a mesma intensidade


tudo o que é novo desvia o foco de atenção
a atenção determina o nível da aprenizagem
o cérebro estabelece e decodifica padrões
é preciso ativar diversas vezes a rede para provocar consolidação
Esquecimento = interrupção de sinapses para uma determinada informação
cérebro entende que não é importante
Quanto maior o número de estímulos dado para a consolidação de uma informação, maiores são as chances de retenção
funções executivas
caso Phineas Gage
Estudo das funções do córtex pré frontal


Última área a se desenvolver
O adolescente testa a estratégia da infância para reorganizar seu padrão de comportamento.
Dificuldade de inibir áreas de emoção em detrimento ao racioínio
memória(s)
Declarativa
não-declarativa
episódica
semântica
Associativa
Procedimental
Operacional
permite a realizaçao das tarefas do dia-a-dia
processa tanto as informações contidas na memória de curto prazo, que são armazenadas por pouco tempo, como as informações da memória de longo prazo que podem ficar armazenadas durante toda a vida.
está se renovando constantemente para dar lugar a novas informações.
mantém a informação disponível enquanto ela precisa ser usada
capacidade limitada

memorize a seguinte sequência


gho lmw
quanto é 70-7?
conte até 20 de tras pra frente....






quais as letras que você acabou de pronunciar?
permite a realização de tarefas que foram aprendidas e desenvolvidos por meio de práticas.
é automatizada
condicionamento clássico e operante
pavlov
Condicionamento faz com que você se antecipe por meio de um estímulo neutro (condicionado)
reforço positivo
punição
o processo de ensino-aprendizagem é permeado pela presença de reforço/punição.
a adequação comportamental está associada a memória associativa.
hipocampo: gerenciamento de memórias
memória sensorial: aprende mais facilmente com o que emociona
hipocampo e sistema límbico: altera a retenção da informação e a aprendizagem
aprendizagem depende também do estado emocional e das relações afetivas
estresse e cortisol
inibe plasticidade
integração com sistema límbico
desafios
emoção
aprendizagem
contextualização
aproveitar experiências prévias
reforçar o que quer que seja repetido
desenvolvimento
neuroplasticidade
emoção

memória
atenção
funções executivas

estímulos
recompensas

nutrição
sono

uso cotidiano
relevância

desafios
contextualização

BEM ESTAR E SOBREVIVÊNCIA
QUAL A RELEVÂNCIA DO CONTEÚDO ESCOLAR?

A ESCOLA É CAPAZ DE ASSEGURAR A MAIOR PARTE DESTES FATORES?

A FAMÍLIA FAZ REFERÊNCIA AO QUE ESTÁ SENDO DISCUTIDO NA ESCOLA?


Full transcript