Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

CASO CLÍNICO

No description
by

Alexandre Matzenbacher

on 24 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of CASO CLÍNICO

HDA
Paciente refere que deu início às lesões papulosas na face, no tórax e dorso há mais ou menos 3 meses, com piora do quadro de maneira súbita há 15 dias associado à dor no quadril esquerdo.
Nega febre.
Queixa principal
"Espinhas no rosto, no peito e nas costas"
C.E.S.

16 anos
sexo masculino
Pápulas;
Pústulas sob base eritematosa;
Úlceras hemorrágicas com necrose e crosta;
Lesões atróficas; e,
Hipercromia pós-inflamatória residual.
Diagnóstico
Diferencial
Acne conglobata;
Acne inflamatória (papulopostulosa / nódulo-cística).
Hipótese
Diagnóstica
Acne fulminante
Caso Clínico
CASO CLÍNICO
HMP
Nega alergia, comorbidades e cirurgias.
HF
Pai com histórico de acne na adolescência.
Exame Físico
face/dorso/tórax
Conduta
Doxiciclina 100mg
/ 15 dias;
Prednisona 20mg
/ 15 dias;
Hemograma / VHS / PCR / Glicemia de jejum / Lipidograma / Função renal / Hepatograma / CPK / RNM quadril.
É uma forma muito grave quase exclusiva de homem jovem;
Quadro de acne leve a moderada que subitamente evolui com eritema intenso, lesões úlcero-hemorrágicas e/ou necrose;
Envolve preferencialmente o tórax, mas também a face.
ACNE FULMINANTE
É acompanhada de poliartrite das grandes articulações, astenia, emagrecimento, febre, leucocitose, aumento de VHS e PCR;
Pode comprometer os rins, fígado, ossos e desenvolver o eritema nodoso;
Doença sistêmica de patogênese desconhecida, inflamatória, imunomediada e crônica que afeta a unidade pilossebácea.
Surge geralmente na adolescência, no início da puberdade, porém pode iniciar na pré-adolescência e na idade adulta.
Os andrógenos são os responsáveis pela ativação e controle das glândulas sebáceas;
Há um aumento da colonização bacteriana (P
ropionebacterium acnes
) nos folículos pilossebáceos, ativação da imunidade inata e inflamação;
Existe influência genética e a história familiar constitui fator prognóstico importante.
Corticóide sistêmico isolado / 1 a 2 semanas;
Corticóide sistêmico associado à isotretinoína oral / 2 a 3 semanas;
Isotretinoína isolada / 3 a 5 meses;
ATB (cefalosporinas ou macrolídeos) / 1 semana no início do tratamento;
Corticóide tópico (alta potência) 2x dia / 7 a 10 dias.
TRATAMENTO
Complementar:
Punção ou drenagem de pústulas, nódulos e pseudocistos;
Infiltração intralesional com corticóides;
Peelings químicos superficiais na acne em atividade;
Complementar:
Dermoabrasão, laser e combinação de peelings químicos;
Clareadores;
Radiofrequencia, fototerapia e luz pulsada.
Full transcript