Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A I Guerra Mundial

No description
by

Julia Oliveira

on 5 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A I Guerra Mundial

I Guerra Mundial
A saída da Rússia e a entrada dos Estados Unidos
Em 1917, a Rússia deixa a Guerra por conta da revolução que ocorra, fazendo um acordo com a Alemanha. Dois anos antes, a Itália havia deixado a Triplíce Entente para ficar ao lado da Aliança. Ainda em 1917, os Estados Unidos declara guerra à Alemanha após ter seus návios atacados por submarinos alemães. A entrada dos EUA foi decisiva para o fim da guerra
O desenvolvimento da Guerra
O tratado de Versales e o fim da Guerra
E
m 1919, frente ao fortalecimento da Entente, a Alemanha assume a culpa pelo conflito mundial e é assinado o Tratado de Versales, um acordo de Paz entre as nações, entre os quais havia uma série de exigências econômicas e militares à Alemanha. O fim do conflito, porém, é o que levará à insurgência da II Guerra Mundial
A I Guerra Mundial
Durante o século XIX, vários países eurorpeus aumentaram sua produção industrial e precisavam de mercados consumidores. O foco dos europeus voltaram-se para a África, um continente próximo e vasto. Teve início uma corrida dos europeus para ocupar o território africano levando à diversas disputas econômicas. A isso chamamos de "neocolinalismo".
O eurocentrismo ataca novamente
Assim como no século XVI, vigorou a ideia de que a cultura europeia era a central e deveria "educar" os povos "selvagens". As investidas contra os povos africanos não foram pacíficas levando a vários conflitos sociais internos e a destruição de diversas culturas.
A partilha da África
Para evitar confrontes e possiveis guerras entre os países europeus, em 1844, na intitulada Conferência do Congo, realizada em Berlim, a África foi dividida entre os estados participantes. Após a conferência, 53 países surgiram do agrupamento de grupos etno-culturais, muito deles rivais que foram obrigadas a conviver, marcando um cenário de violência que segue nos dias atuais, a exemplo de Huanda
O estopim
O
estopim para o início da I Guerra Mundial é relegado ao assassinato do arqueduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austríaco, e sua esposa no dia 28 de junho de 1914. É partir desse momento que a Áustria, aliada da Alemanha, declarou guerra à Sérvia dando início a um conflito que já vinha sendo desenhado, afirma-se que a Europa vivia "uma paz armada"
A
A política de alianças
Já no século XIX, os paíeses europeus passaram a se organizar em torno de alianças, como a Tríplice Aliança formada em 1882 por Itália, Império Austro-Húngaro e Alemanha e de outro lado a Tríplice Entente, formada em 1907, com a participação de França, Rússia e Reino Unido.
Para compreender o início do conflito precismos levar em consideração: o desenvolvimento do nacionalismo; o pan-eslavismo ( Política estimulada pela Rússia, defendia a união dos povos eslavos na Europa oriental) e o pan-germanismo (união dos povos germâncios na Europa central); o revanchismo francês que perdeu os territórios de Alasca Lorena para a Alemanha
A guerra de Movimentos
A
té o começo de 1915, a principal característica da guerra era o deslocamento. Os principais ataques partiram da Alemanha que buscava neutrazlizar os russos e avançar contra a França, ao mesmo tempo em que ingleses e franceses lançaram uma ofensiva na África, tomando territórios da Alemanha.
Neste período, que durou até 1917, os exercítios tentaram uma política de equilibrio, desenvolvendo e testando novas estratégias e armas de guerra, como os aviões e submarinos. Foi o período de grande turbulência e mortes.
A guerra de Trincheiras
Full transcript