Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Hidrocarbonetos

No description
by

Guilherme Murari

on 29 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Hidrocarbonetos

Hidrocarbonetos
Por dentro dos compostos químicos!
HIDROCARBONETOS
Alcanos ou Parafinas
dIFERENTES
HIDROCARBONETOS

não entre em desespero... são muitos, mas todos fáceis :)
Alcenos, Alquenos ou Olefinas
Alcadienos ou Dienos
Cicloalcanos, Ciclanos ou Clicoparafinas
O que são hidrocarbonetos?
São compostos constituídos de Carbono (C) e Hidrogênio (H)
Onde estão?
Praticamente em todo lugar! Velas, Alimentos, no gás de cozinha e, claro, no petróleo

Alcinos ou Alquinos
Alcanos ou parafinas
Cicloalquenos, Cicloalcenos ou Ciclenos
Compostos aromáticos
COMPOSTOS ALIFÁTICOS:
São compostos que não possuem anéis aromático.
Podem ser classificados quanto a serem:
Cíclicos ou acíclicos;
Saturados ou insaturados;
Homoalifáticos ou heteroalifáticos;
Cíclicos ou Acíclicos
Cíclicos: formados por uma série de átomos
ligados em forma de um anél ou laço, ou seja, possuem uma cadeia fechada.

Acíclicos: formados por uma cadeia aberta de
carbonos.


Saturados ou insaturados
Saturados: em compostos saturados todos os carbonos realizam ligações simples

Insaturados: Ao menos um carbono realiza ligação PI, seja ela dupla, tripla, ou ambas.


Homoalifáticos ou Heteroalifácitocs
Homo: todos os átomos dentro da cadeia carbônica são carbonos

Hetero: Ao menos um heteroátomo faz parte da cadeia carbônica do composto. Um exemplo é o Oxigênio no Etil-metil-éter


Apresentam somente ligações simples;
São Pouco Reativas;
Fórmula Geral: C H +2
Infixo "an"

Propano
Alquenos, Alcenos
ou Olefinas:
Apresentam UMA DUPLA ligação;
Originam substâncias com aspecto oleoso;
Infixo "en"

1 - buteno
Quando apresenta 4 ou + átomos de carbono, a ligação dupla pode ocupar diferentes posições na cadeia, devemos indicar a localização da ligação dupla através de um número, obtido numerando-se a cadeia a partir da extremidade + próxima da ligação dupla.

ATENÇÃO!!!
Alquinos ou Alcinos:
Apresentam UMA TRIPLA ligação;
Infixo "in"
Fórmula Geral: C H - 2

Etino
Alcadienos ou dienos:
Apresentam DUAS DUPLAS ligações;
Infixo "dien"
Fórmula Geral: C H - 2

BUTADIENO
ATENÇÃO!!!
Nomenclatura: Segue a mesma ideia das anteriores, exceto pelo fato da necessidade do nome ser precedido de DOIS números, separados por vírgula;
Exemplo:

Número de C:
but (4)
Ligações:
dien (duas duplas)
Posição:
C1 e C2
Função:
O (hidrocarboneto)
Nome:
But-1,2-dieno ou 1,2 Butadieno
BUT - 1, 3 DIENO
cicloalcanos, ciclanos ou cicloparafinas
Apresentam Cadeia Fechada com ligação simples;
Nomenclatura: Sempre precedida pela palavra "CICLO";
Fórmula Geral: C H

CICLOPROPANO
Número de carbonos:
PROP (3)
Ligações:
"an" (saturado)
Função:
o (hidrocarboneto)
Ciclíco:
CICLO
Aromáticos
Apresentam ao menos um anel benzênico;
Nesse anel ocorre
ressonância
entre as ligações PI, ou seja, ocorre a deslocalização das ligações;
Fórmula Geral:
Não
possui.
Nomenclatura:
Não
segue o padrão

ANEL BENZÊNICO
EXEMPLO
Naftaleno
Benzopireno
compostos ramificados
Ligações covalentes podem ser rompidas pelo fornecimento de energia. Essa quebra pode ocorrer de duas formas:
Heterólise:
Quebra da ligação em que uma espécie ganha elétrons e a outra perde.
Homólise:
são átomos ou agrupamento de átomos eletricamente neutros que apresentam pelo menos um elétron não-compartilhado.

NOMENCLATURA
Número de C (radicais)
+
sufixo "il" ou "ila"
Exemplo:
METIL - METILA - 1 C
ETIL - ETILA - 2 C
PROPIL - PROPILA - 3 C
BUTIL - BUTILA - 4 C
regras gerais da
nomenclatura
Determinar
a
cadeia principal
e seu nome;
Reconhecer
os
radicais
e nomeá-los;
Numerar
a cadeia principal pela
extremidade mais proxima da ramificação
;
OBSERVAÇÕES
Caso haja
mais de
um radical do mesmo tipo, deve-se
indicar a quantidade
pelos nomes: di, tri, tetra...
Quando houver dois ou mais radicais do mesmo tipo, deve-se encrevê-los em
ordem alfabética
. Os prefixo di, tri, tetra, não devem ser considerados para efeito de ordem alfabética

alcanos
Seguem as regras gerais:
Cadeia Principal = hexano
Radicais = metil, metil, metil = trimetil
Posição dos radicais (extremidade mais próxima) = metil(2), metil(2) e metil (3)
2,2,3-trimetil hexano
Cadeia Principal = heptano
Radicais = metil e etil
Posições dos radicais (menores nos possíveis) = metil(3), etil(4)

4-etil-3-metil-heptano
Alcenos, Alcinos e Dienos
Diferença:
Presença de insaturações que devem fazer parte da cadeia principal.

A numeração da cadeia principal deve ser feita a partir da
extremidade mais próxima da insaturação
, devendo apresentar os
menores
valores possíveis.

EXEMPLOS
Cadeia Principal:
1,3-pentadieno
Ou penta-1,3-dieno
Radicais:
metil e propil
Posições:
2 e 3
2-metil-3-propil penta-1,3-dieno
2-metil-3-propil-1,3-pentadieno
Cadeia Principal:
1-hexino
ou hexa-1-ino (IUPAC atual)
Radicais:
metil e etil
Posições:
4 e 3
3-etil-4-metil hexa-1-ino
QUIZZ DA TECRIS!!!
Dê o nome IUPAC:
RESPOSTAS
1.
1-buteno
2.
2-metil-2-buteno
3.
3-metil ciclopenteno
4.
2-sec-butil-1, 3-ciclohexadieno
5.
3-n-propil-1-hepteno
EXEMPLOS
CICLANOS
O anel é considerado a cadeia principal;
As regras são as mesmas, quanto a quantidade e posição de radicais;
Quando apresenta um único radical, não há necessidade de indicar a posição;
Quando houver mais de um radical, a numeração da cadeia deve ser iniciada seguindo a ordem alfabética;
Quando houver mais de um radical em um mesmo carbono, deve-se iniciar a numeração por ele.
metilciclopropano
3-etil-1,1-dimetilciclopentano
cicloheptano
EXEMPLOS
Aromáticos
Se esse anel apresentar somente um radical, seu nome deve proceder a palavra benzeno;
Dois radicais: Só haverá 3 posições possíveis: 1 e 2; 1 e 3 e 1 e 4, que recebem a nomenclatura: orto, meta e para, respectivamente;

Orto-dimetilbenzeno
Meta-dimetilbenzeno
Para-dimetilbenzeno
Quando uma molécula de naftaleno apresenta um radical, este pode ocupar duas posições diferentes:  alpha ou betha
Arómaticos
EXEMPLOS
trimetilbenzeno
etilbenzeno
1-etil-3-metil-benzeno
meta-etil-metil-benzeno
m-etil-metil-benzeno

REFERÊNCIAS
Vídeo sobre o etanol disponível em:
www.youtube.com/watch?v=aqYq-Fx0a3g

Vídeo sobre o petróleo dísponivel em:
www.youtube.com/watch?v=AtueSdOznKI
ETANOL
PETRÓLEO
2n
n
2n
n
n
2n
2n
n
Full transcript