Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Guerra, paz e hegemonia no início do século XXI. Eric Hobsbawn.

No description
by

Daniela Bianchin Betti

on 22 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Guerra, paz e hegemonia no início do século XXI. Eric Hobsbawn.

- Meio do século XX considerado como uma nova fase da história devido ao fim da agricultura sedentária. Ao longo do século XX, com exceção das Américas, a população mundial deixou de ser governada de cima para baixo, monarcas ou políticas estrangeiras. A existência do Estado como unidade política e institucional básica sob a qual viviam os seres humanos. Globalização, democracia e terrorismo

Capítulo 2. Guerra, paz e hegemonia no início do século XXI.

Eric Hobsbawn. - Declínio do campesinato; ascensão da sociedade predominantemente urbana; a questão das mulheres. - Surgimento das hipercidades. Suburbanização de áreas grandes no entorno dos centros originais. Hoje não é mais assim, temos um mundo globalizado, com modificações muito rápidas e com empresas privadas que se esforçam ao máximo para se isentarem de leis e impostos vinculados ao Estado. “A globalização produz, pela sua própria natureza, crescimentos desequilibrados e assimétricos” (p. 43). - Enfraquecimento das economias centrais em comparação com os asiáticos, nos últimos dez anos, em especial a China. - O problema da guerra e da paz: inicialmente poderíamos pensar em um período de paz maior do que no século XX, no entanto, pesquisas mostram que o medo de uma guerra eminente era maior em 2004 do que foi em 1954, durante a Guerra Fria. O terrorismo como retórica do medo irracional com a qual trabalhavam os governos Bush (EUA) e Blair (Grã-Bretanha). Desordem mundial é real, pois não existem mais Estados pautados por regras de não intervenção nos assuntos internos de cada um. Assim, devido à nossa época globalizada, não existe mais uma unidade que promova a relação de paz entre eles. O questionamento da ideia de que os Estados Unidos através do Imperialismo, pudesse manter um espectro de paz. Uma visão dos ideólogos americanos errônea, pois os impérios não criam paz e estabilidade. EUA na segunda metade do século XX era uma potência econômica e teve papel crucial depois de 1945. Era politicamente influente nos países ricos. Fez alianças com elites na América Latina (onde teve dificuldade para o consenso). Incentivo a sociedade do consumo. Ideologicamente se beneficiou da reputação exemplar de defensor da liberdade. Comparação do investimento industrial dos EUA em outros países na década de 1980 com 1990 já registra menores valores. Após o onze de setembro os EUA demonstraram uma crise crescente na sociedade americana, com divisões políticas e culturais expressivas. Sua política global tinha como objetivo uma conquista global efetiva, que vem, na atualidade, encontrando problemas. Perigo da guerra era obvio no contexto apresentado por Hobsbawn, em que o governo megalomaníaco dos EUA mantinha ações incontroláveis para manter seus interesses.Colocando como tarefa mais imediata para alguma possibilidade retardar uma possível guerra, a realocação dos EUA no cenário da política internacional voltando esse governo à racionalidade, pois, apesar de seu declínio econômico, ainda são e serão uma superpotência. Só se espera que a “próxima” seja menos perigosa. Daniela Bianchini Betti – RA: 10586758

Kamilla Gomes Santana – RA: 10246452
Melissa C. Cestarolli – RA: 10586766
Richard L. P. Ferraz – RA: 10241479
Full transcript