Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O apito da fábrica.

Abordando sobre o assunto, estão destacados os seguintes tópicos: 1.Em cena: Na linha da montagem. 2. Apresentando Émile Durkheim. 3. Solidariedade e coesão. 4. Direito e anomia. 5. Ética e mercado.
by

Beatriz Franco

on 18 December 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O apito da fábrica.

Apresentando Émile Durkheim.
Émile Durkheim é considerado um dos pais da sociologia, ao lado de Karl Marx e Max Weber. Graças a Durkheim a sociologia foi considerada propriamente uma ciência.

Ele foi o primeiro professor de sociologia em uma universidade e foi ele que inspirou fortes autores como Marcel Maus e Louis Drumont com suas obras. Uma delas é O suicídio, em 1987.

Os fatos sociais, segundo Durkheim, era um conjunto de coisas aplicando-se a todas as pessoas independente de suas vontades, criando um modelo geral onde a coerção exerce o funcionamento social.

Existem três princípios básicos nos fatos sociais, são ele: a generalidade (são coletivos, mas atuam em algumas sociedades), a exterioridade (padrões exteriores e individuais) e a coercitividade (padrões individuais).

Em cena: Na linha de montagem.
Solidariedade e coesão
Durkheim concebe a sociedade como um corpo vivo, um organismo cuja partes cumpre papéis determinados e importante, tendo equilíbrio entre si.
Para Durkheim, o coletivo define o individual e cada indivíduo depende do outro, sendo ligado aos demais.
O resultado é que a vida social se dá em grupo, tanto no trabalho quanto no lazer, sendo crucial e essencial para a sociedade.
Direito e anomia
Nas sociedades simples, a coesão é garantida por um conjunto de princípios e de regras e normas. Segundo Durkeim, trata-se, nesse caso, de um direito cuja função é punir aquele que, com sua transgressão, ofende todo o conjunto (direito penal).
Nas sociedades complexas, em que precisamos ser solidários porque somos diferentes, convivemos com regras e normas que dizem o que devemos fazer e se não cumprimos, nos punem. Durkheim afirma o rompimento da regra, não afeta a coletivo, e sim as pessoas separadamente.
Em vez de saber o que uma pessoa completa o que a outra não sabe fazer, preferem se ver isolados. Priorizam suas próprias vontades. Durkheim chama de individualismo. Esse exagero, ele chama de anomia moral (falta de regras), mas qual seria a saída para essa situação de anomia e conflito? Para Durkheim, a saída é construir uma nova moral com os valores da sociedade industrial.


Ética e mercado
Os seres humanos são naturalmente egoístas, e pensam primeiro em sua sobrevivencia e seu bem estar, mas para viver em uma sociedade é importante que ele abandone isso e pense nos outros.
A sociedade possui suas regras que vem de acordo com a ética que influencie a sociedade e o mercado, a ética nos obriga a pensar nos outros e não somente em si.
A ética no mercado de trabalho tem um papel importante desde que os homens passaram a ter pouco tempo para sua casa e religião, o pensamento de ajudar e ser ajuadado pelos outros está no mercado.
Faetec - Santa cruz
Alunos: Ana Beatriz Franco (02)
Melissa Ost (27)
Rodrigo dos Santos (31)
Vinicius Nascimento (35)
Vitor Vieira (37)
O apito da fábrica.
"Tempos modernos" - Charles Chaplin
A sociedade muda o mundo através da solidariedade.
O mercado necessita de cooperação de cada um.
Durkheim, Émile (1858 – 1917)
Turma: 1210
Operarios, são "comparados" ao um rebanho, onde há uma ovelha negra. Essa ovelha simboliza um operario desigual. Os operario realizam seu trabalho de forma comum, num ritmo rápido e repetitivo.
De uma sala, o dono da fabrica vigia tudo através de um monitor, ao acionar um dispositivo, o encarregado pode ver e ouvi-ló atráves de um telão. O operario desigual, se distraí, atrapalhando assim a produção.
E rapidamente é chamado a atenção. Depois de tanto tempo de trabalho repetitivo, é substituido. Ao sair ele repete automaticamente tudo o que faz no trabalho. Ele no banheiro, então fuma um cigarro, e logo após, é chamado a atenção para voltar ao trabalho.



A anomia, diz-se por modificações ou perdas de identidade.
Full transcript