Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of auditorio

No description
by

Elinalda Vieira

on 10 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of auditorio

Gênero Textuais e Produção de Textos.
"O aprendido é aquilo que fica depois do esquecimento fazer o seu trabalho", (RUBEM ALVES).
"A escola deve formar homens e mulheres inventivos, criativos que não repitam o que outras gerações fizeram." Jean Piaget.
Ken Robinson nos convida a pensar, além do impacto das técnicas sobre a sociedade, em termos de projeto. Os novos meios de comunicação permitem aos grupos humanos pôr em comum seu saber e seu imaginário. Forma social inédita, o coletivo inteligente.
Para que haja interatividade é preciso garantir duas disposições basicamente:
Escolas Inforricas
1. A dialógica que associa emissão e recepção como pólos antagônicos e complementares na co-criação da comunicação;
2. A intervenção do usuário ou receptor no conteúdo da mensagem ou do programa, abertos a manipulações e modificações.
A relação entre a tecnologia educacional e a prática pedagógica pode ser de colaboração, desde que a tecnologia seja subjugada aos objetivos pedagógicos. Isso quer dizer que professores, coordenadores, elaboradores de materiais e alunos estarão discutindo o seu papel, e que esse processo poderá ser um impulso para a abertura da mentalidade dos professores (Kawamura, 1998) e para o questionamento dos paradigmas tradicionais de ensino-aprendizagem cristalizados em nossa cultura, cuja fundamentação está enraizada no objetivismo (Jonassen, 1996).
Interatividade:
Escola Inforpobre
TIC na educação...
"A criatividade consiste em ver o que todo mundo vê e pensar o que ninguém pensou."
Agente Pedagógico:
Leila Velez
A) Eu escrevo minha vida;
B) Eu faço versos;
C) Eu me comunico;
D) Eu escrevo histórias;
E) Eu invento personagens;
A) Eu escrevo jornal;
B) Eu faço versos;
C) Eu escrevo histórias;
A) Eu escrevo minha vida;
B) Eu faço versos;
C) Eu escrevo histórias;
D) Eu me comunico;
Tanto o sucesso/insucesso como erro/acerto podem ser utilizados como fontes de virtude em geral ou como fonte de virtuda da aprendizagem escolar. O fato de não chegar a uma solução bem-sucedida indica o trampolim para um novo salto.
Freire dizia que ninguém ensina nada a ninguém, mas as pessoas também não aprendem sozinhas. "Os homens se educam entre si mediados pelo mundo"
O educador e as novas mídias
Não se trata de dar receitas, porque as situações são muito diversificadas. É importante que cada docente encontre o que lhe ajuda mais a sentir-se bem, a comunicar-se bem, ensinar bem , ajudar os alunos a que aprendam melhor. É importante diversificar as formas de dar aula, de realizar atividades, de avaliar.
Conceito de comunicaçãonteratividade é um conceito de comunicação e não de informática. Pode ser empregado para significar a comunicação entre interlocutores humanos, entre humanos e máquinas e entre usuário e serviço.
"Ensinamos apenas o aluno a ser um indivíduo adaptado à sociedade, mas ele também precisa se adaptar aos fatos e a si mesmo." - Edgar Morin.
Um dos maiores desafios das organizações é manter sua equipe motivada! Por quê? Porque pessoas motivadas pensam com mais clareza, focalizam mais o seu intelecto nos projetos que estão desenvolvendo e o resultado é uma maior criatividade e assertividade.
“Criticamos quase tudo na escola (alunos, professores, conteúdos, gestores, políticos) e, ao mesmo tempo, desejamos mais escolas, mais professores, mais alunos, mais conteúdos e disciplinas. Nenhuma reforma modificou a rotina do cotidiano escolar: todos os dias, uma legião de crianças é confinada por algumas (ou muitas) horas em salas de aula sob a supervisão de um professor para que possam ocupar o tempo e aprender alguma coisa, pouco importa a variação moral dos conteúdos e das estratégias didático-metodológicas de ensino”, pondera.
Não ter medo de lidar com a realidade.
Todos os estados selecionaram escolas da rede pública da Rede Estadual e Municipal de ensino nos municípios indicados. Dentre estes, seis foram selecionados como UCA Total, onde todas as escolas são atendidas pelo programa.
Os critérios utilizados foram:

1. Cada escola deverá ter entorno de 500 (quinhentos) alunos e professores;
2. As escolas deveriam possuir, obrigatoriamente, energia elétrica para carregamento dos laptops e armários para armazenamento dos equipamentos.
Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo).

É um programa educacional com o objetivo de promover o uso pedagógico da informática na rede pública de educação básica.
O programa leva às escolas computadores, recursos digitais e conteúdos educacionais. Em contrapartida, estados, Distrito Federal e municípios devem garantir a estrutura adequada para receber os laboratórios e capacitar os educadores para uso das máquinas e tecnologias.
O que é o erro?
Programas de Incentivo as TIC na Escola Pública:
1. UCA;
2. Proinfo;
Provas para reprovar;

Pontos a mais pontos a menos;

Uso da avaliação da aprendizagem como disciplina.
O Medo!
"O medo e o fetiche são mecanismos imprecindíveis numa sociedade que não opera na transparência, mas sim nos subterfúgios." (LUCKESI, 2008)
Por fetiche entendemos uma entidade criada pelo ser humano para atender uma necessidade, mas que se torna independente dele e o domina universalizando-se.
As notas se tornaram uma divindade adorada tanto pelo professor como pelos alunos;
. Consequencias da pedagogia do exame:
Pedagogicamente;

Psicologicamente;

Sociologicamente;
Como trabalhar com o Livro
“Oficina de Escritores”
Atenção nas provas;
Atenção na promoção;
O estabelecimento de ensino, os pais e o sistema social estão centrados nas provas e nas notas;
Alguns tipos de provas:
Avaliação escolar para além do autoritarismo.A
Ava
Avaliação Educacional Escolar:
para além do autoritarismo
Ken Robinson
Tema para produção textual:
Vira-lata salva menina de três anos
de ataque de pit bull, no Paraná
Domesticação dos educandos?
ou
Hunanização dos educando?
"Eu não fracassei nenhuma vez. Apenas fiz 10.000 tentativas que não deram certo" Thomas Edison.
"Por que muitos homens não conquistam coisa alguma em suas vidas? Por que não querem pensar.
A ideia de erro só emerge no contexto da existência de um padrão considerado correto. A solução insatisfatória de um problema só pode ser considerada errada a partir do momento em que se tem uma forma considerada correta de resolvê-la. (LUCKESI, 2008).
Que tal lançar um novo olhar sobre o erro
Prática escolar: do erro como fonte de virtude;
Reconhecendo a origem e a constituição de um erro podemos superá-lo com benefício significativo para o crescimento.
Todavia se nossa conduta for castigar não teremos a oportunidade de reorientar, e o aluno não terá a chance de crescer.
Projeto de Escrita
Embasado na teoria sociointeracionista Vygostskyana
Etapas do Projeto:
Dramatização


Debate
Desenho
Anotações
Elaboração do
roteiros
Preparação
Quatro grandes eixos dos PCNs

1) Leitura e escrita;

2) Compreensão textual;

3) Gênero textual variado;

4) Tratamento da Informação;

Leitura crítica do texto;

Edição final;
Como estimular a criatividade?
4 pontos para estimular a criatividade:

Autoconfiança;

Independência de Pensamento;

Interação (troca de ideias);

Clima da sala de aula;

O gênero textual é a forma como a língua é empregada nos textos em suas diversas situações de comunicação, de acordo com o seu uso temos gêneros textuais diferentes. É importante lembrar que um texto não precisa ter apenas um gênero textual, porém há apenas um que se sobressai.
O aluno é convidado a escrever em um processo que contempla cinco etapas: a preparação, um primeiro momento para reunir ideias e pensar no texto; a escrita, que constitui um rascunho do texto; a revisão, etapa de releitura e realização de mudanças no texto; a reescrita, etapa em que o aluno prepara o texto para ser apresentado aos colegas e ao professor; e a edição final, etapa em que o texto é finalizado para compor um livro, jornal, mural, cartaz ou outro suporte.
A) Eu escrevo minha vida;
B) Eu faço versos;
C) Eu invento personagens;
A) Eu escrevo jornal;
B) Eu escrevo histórias;
C) Eu dou instruções;
Projetos de Leitura
e Escrita.
Fábula: O Leão e o Rato

Certo dia, estava um Leão a dormir a sesta quando um ratinho começou a correr por cima dele. O Leão acordou, pôs-lhe a pata em cima, abriu a bocarra e preparou-se para o engolir.

- Perdoa-me! - gritou o ratinho - Perdoa-me desta vez e eu nunca o esquecerei. Quem sabe se um dia não precisarás de mim?

O Leão ficou tão divertido com esta ideia que levantou a pata e o deixou partir.

Dias depois o Leão caiu numa armadilha. Como os caçadores o queriam oferecer vivo ao Rei, amarraram-no a uma árvore e partiram à procura de um meio para o transportarem.

Nisto, apareceu o ratinho. Vendo a triste situação em que o Leão se encontrava, roeu as cordas que o prendiam.

E foi assim que um ratinho pequenino salvou o Rei dos Animais.

Moral da história: Não devemos subestimar os outros.
Os textos, tanto orais quanto escritos, que têm o objetivo de estabelecer algum tipo de comunicação, possuem algumas características básicas que fazem com que possamos saber em qual gênero textual o texto se encaixa. Algumas dessas características são: o tipo de assunto abordado, quem está falando, para quem está falando, qual a finalidade do texto, qual o tipo do texto (narrativo, argumentativo, instrucional, etc.).
Tipos de gêneros textuais
Romance
Conto
Artigo de opinião
Receita culinária
Lista de compras
Carta
Telefonema
Aula expositiva
Debate
Reunião de condomínio
E-mail
Relato de viagem
Lenda
Poemas
Poesias
Fábula
Biografia
Seminário
Piadas
Relatório científico
Gênero Literário – nestes os textos abordados são apenas os literários, diferente do gênero textual, que abrange todo tipo de texto. O gênero literário é classificado de acordo com a sua forma, podendo ser do gênero líricos, dramático, épico, narrativo e etc.

Tipo textual – este é a forma como o texto se apresenta, podendo ser classificado como narrativo, argumentativo, dissertativo, descritivo, informativo ou injuntivo. Cada uma dessas classificações varia de acordo como o texto se apresenta e com a finalidade para o qual foi escrito.
Na sua opinião, como seria o modelo ideal de educação?

Edgar Morin: A figura do professor é determinante para a consolidação de um modelo “ideal” de educação. Através da Internet, os alunos podem ter acesso a todo o tipo de conhecimento sem a presença de um professor. Então eu pergunto, o que faz necessária a presença de um professor? Ele deve ser o regente da orquestra, observar o fluxo desses conhecimentos e elucidar as dúvidas dos alunos. Por exemplo, quando um professor passa uma lição a um aluno, que vai buscar uma resposta na Internet, ele deve posteriormente corrigir os erros cometidos, criticar o conteúdo pesquisado.

É preciso desenvolver o senso crítico dos alunos. O papel do professor precisa passar por uma transformação, já que a criança não aprende apenas com os amigos, a família, a escola. Outro ponto importante: é necessário criar meios de transmissão do conhecimento a serviço da curiosidade dos alunos. O modelo de educação, sobretudo, não pode ignorar a curiosidade das crianças.

Resultados não-intencionais
da Educação...
Não damos especial atenção a esse aprendizado
não-intecional.
Aprendizado negativo
1.
Que o esforço não compensa porque não é reconhecido, porque o custo é superior ao benefício;
2.
Que não vale a pena estudar seriamente, porque o aluno pode ser aprovado colando ou simplesmente decorando;
3.
Matéria inútil e não vale a pena, não contribui e nem diz nada para a vida.
4.
Que eu não tenho valor, não sou capaz e, conseguindo o mínimo sou aprovado, já tenho mais que o suficiente;
5.
Meu grupo é perdedor e é inútil
tentar;

De muitas maneiras:
Verbalmente e não-verbalmente;

Como transmitimos essa formação não-intencional?
Edgar Morin, é um antropólogo, sociólogo e filósofo francês judeu de origem sefardita. Pesquisador emérito do CNRS. Formado em Direito, História e Geografia, realizou estudos em Filosofia, Sociologia e Epistemologia.
Contos
Crônicas
Romances
Novelas
Carta
Propaganda
Bula de remédio
Depoimentos
Causo
Receitas
Tutorial
Notícias
Relatos etc.
Gêneros Textuais
Gêneros literários:
Gênero Narrativo;
Gênero Dramático;
Gênero Lírico;
Tipologia Textual
Narração;
Descrição;
Dissertação;
Injunção/Instrucional;
Predição;
Dialogal / Conversaciona;
Projeto de Escrita e Leitura:
Os cinco volumes da coleÃo Oficina de Escritores voltados a alunos do Ensino Fundamental trabalham as habilidades de produÇÃo de textos de gÊneros variados por meio de atividades como ler e escrever, desenhar, pensar e dramatizar. Os estudantes sÃo convidados a escrever em um processo que contempla cinco etapas: preparação, escrita, revisÃo, reescrita e ediÇÃo final. Cada volume É acompanhado de Fichas, orientaÇÕes e manuais para Projetos e Jogos, que podem ser acessados neste site.
http://www.editoraibep.com.br/oficinadeescritores/fundamental1.html
http://www.editoraibep.com.br/oficinadeescritores/oficina-de-escritores/
Hermínio Sargentim
A coleção Oficina de Escritores traz a metodologia consagrada de produção de textos criada por Hermínio Sargentim. Os livros trabalham as habilidades de ler e escrever, desenhar, pensar, dramatizar, por meio de atividades que preparam para a produção.
Avaliar para quê?
Full transcript