Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Energia Nuclear

O que acontece quando é usada para o mal.
by

Bleep Bleep

on 23 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Energia Nuclear

photo credit Nasa / Goddard Space Flight Center / Reto Stöckli Kristal Tonini Liberman Energia Nuclear Como foi descoberta: Fissão Nuclear A energia é liberada pela divisão do núcleo em dois pedaços menores e de massas comparáveis. E agora... Vamos à bomba atômica! Começou com um projeto "secreto" americano, durante a segunda guerra mundial. O nome do projeto era "Projeto Manhattan", com o objetivo de desenvolver armas nucleares, justificando tal ato com a possível criação de armas nucleares por parte dos nazistas. A criação
das bombas não para... Alguns anos após o lançamento das bombas nas cidades japonesas, outros testes com armas nucleares foram realizados. Com o início da Guerra Fria, as duas potências rivais, URSS e EUA, iniciaram a corrida armamentista, desenvolvendo grandes quantidades de bombas. Mesmo sabendo do terrível resultado das bombas atômicas (físseis) no Japão, criaram algo ainda mais devastador. A chamada bomba H, por fusão.

A sua força pode chegar a 50 vezes a de uma bomba atômica e a reação é a mesma que ocorre no interior de estrelas, como o sol. Na fusão nuclear os átomos de hidrogênio (deutério e trítio) se unem para liberar energia. A diferença é que enquanto a fissão nuclear libera cerca de 10% da energia contida no núcleo dos átomos, a fusão pode liberar cerca de 40% dessa energia. As maiores bombas já criadas... As top cinco maiores bombas já criadas (todas foram testes): A busca por energía nuclear para gerar energía elétrica começou depois da descoberta, que ocorreu no século XX: elementos radioativos como o rádio lançavam grandes quantidades de energia, de acordo com o princípio de equivalência de massa-energia. Em 1932, James Chadwick descobriu o nêutron, respondendo a uma pergunta que cientistas se faziam até então: como prótons não se repeliam, em um espeço tão pequeno e apertado? Como "é"o núcleo de um átomo Em 1938/9 dois cientistas, Otto Hahn e Fritz Strassmann, descobriram acidentalmente provas químicas de que, ao bombardear uma amostra de urânio com nêutrons, o urânio não iria absorver os nêutrons e assim formar algo mais pesado, mas sim formar algo mais leve. Descobriram então como, obter a energia nuclear, e obter essa radioatividade artificialmente (Marie Curie 1934). Logo, (Hahn e Fritz 1939), descobriram como obter e controlar o fenômeno de fissão nuclear. (Bombas atômicas, guerra radioativa) A fissão do núcleo dificilmente acontece naturalmente, por isso é induzida, com bombardeamento de núcleos pesados com um nêutron, que ao ser absorvido, torna o núcleo instável. O 235U (urânio enriquecido), por exemplo, ao ser bombardeado com um nêutron, fissiona em dois pedaços menores, emitindo dois ou três nêutrons. Se houver outros núcleos de 235U próximos, eles poderão ser atingidos pelos nêutrons produzidos na fissão. Se houver um grande número disponível de núcleos de urânio-235, a probabilidade de ocorrerem novas fissões será alta, gerando novos nêutrons, que irão gerar novas fissões. E assim, produzindo uma verdadeira reação em cadeia. Controlando-se o número de nêutrons produzidos e a quantidade de urânio, pode-se controlar a fissão ao longo do tempo. Essa reação em cadeia, denominada controlada, é utilizada em um reator nuclear. Urânio O urânio é o principal recurso para obter energia nuclear. Urânio geraria 8×10¹³ Joules. Em comparação com a energia gerada por carvão, para 1 quilograma de urânio, seriam necessárias 3.000 toneladas de carvão para produzir a mesma quantidade As principais bombas que marcaram a história por terem sido as únicas lançadas em guerra, foram Little Boy, em Hiroshima e Fat Man, em Nagasaki. Houve outras bombas, porém apenas testes. Bomba atômica é uma arma explosiva cuja energia deriva de uma reação nuclear (fissão) e tem um poder destrutivo imenso. Dependendo da potência, uma bomba é capaz de destruir uma cidade inteira. Para construir uma bomba atômica é preciso: uma fonte combustível físsil ou fusível; um dispositivo de ativação; um modo que faça que a maior parte do combustível entre em fissão ou fusão antes da explosão da bomba (ou o disparo da bomba irá fracassar). Massa crítica e subcrítica... As bombas Little Boy e Fat Man: Bombas de fissão ativadas por meio da pistola e bombas de fissão ativadas por meio de implosão. Sendo assim, o exemplo das bombas lançadas no Japão em 1945: Em uma bomba atômica, as fissões ocorrem em um intervalo de tempo muito curto, produzindo uma enorme quantidade de energia e provocando a explosão. O que torna o urânio bom para o uso como combustível é a grande quantidade de energia liberada por esse elemento ao se fissionar. Além de ser um dos poucos materias que suportam a fissão induzida. Little boy, lançada em Hiroshima, era uma bomba de fissão ativada por pistola ou arma de fissão de tipo balístico. Ou seja: para provocar a detonação, os vários pedaços de urânio são aproximados uns dos outros rapidamente. Conseguiu-se isso disparando uma massa menor de urânio por um cano de arma na respectiva cavidade no pedaço maior de urânio. Ela foi disparada a cerca de 600 m do solo, com uma explosão de potência equivalente à de 13 Kilotons de TNT. Tinha 3,0 m de comprimento, 71 cm de largura, a massa de aproximadamente 4.400kg. Kristal Tonini Liberman Conclusões: Fat Man, lançada em Nagasaki, era uma bomba de fissão ativada por implosão. Construção de 2,34m de comprimento, 1,52m de diâmetro e 4,545kg, detonada sobre 550m da cidade. Uma bomba ativada por implosão consistia em uma esfera oca (fosso e subcrítica de plutônio-239), que era pressionada por 32 explosivos que eram detonados simultaneamente pressionando igualmente todos os lados do fosso. Ele encolhia o volume de 2 a 4 vezes, levando à massa critica, que começava a liberar nêutrons, estes, liberados começavam a reação em cadeia que terminavam na explosão. Potência de 25 kilotons. Efeitos nas cidades Hipocentro é o centro de explosão da bomba. Nele, a temperatura chega à cerca de 500.000.000º farenheight. Sendo assim, tudo que está a um raio de, por exemplo, 1km no caso de Fat Man de 25 kilotons, é totalmente incinerado. Quanto mais longe do centro, menor é o dano causado à região. Pessoas, casas e plantas que estavam perto do hipocentro foram incineradas completamente. Acontece a fervura do sangue, e o cozimento dos órgãos internos. Mesmo estando afastado do hipocentro, ou Ground 0, a explosão causa problemas por causa da intensa onda de calor, da pressão que a onda de choque causa pela detonação, radiação e partículas de poeira radioativa que caem no solo após a explosão.

Cientistas, após os ataques a Hiroshima e Nagasaki, estudaram os sobreviventes, para conhecer os danos a longo e curto prazo da radiotividade (envenenamento radioativo). Os danos foram terríveis. Leucemia, câncer, infertilidade e más formações diversas, que foram e continuam sendo herdadas de geração em geração. Figura 1: Homem com quelóide, cicatriz anômala da pele após alta radiação. Figura 2: Médicos tratando da queimadura leve de paciente. Figura 3: Dispensa comentários. Figura 4: Borboletas que sofreram alterações devido a radiação de Fukushima. O conceito de inverno nuclear consiste na hipótese climática de que a fumaça liberada pela explosão poderia permanecer por anos no céu, impedindo a penetração de luz solar, consequentemente, resfriando a atmosfera a quase - 40ºC. Além disso, o ozônio poderia ser esgotado, aumentando o contato com radiação perigosa. 5º = Castle Romeo detonada nas ilhas Marshall, parte da Operação Castelo, pelos EUA. Detonou com 11 megatons.
4º = Castle Yankee detonada nas ilhas Marshall, parte da Operação Castelo, pelos EUA. Detonou com 13,5 megatons.
3º = Castle Bravo, também parte da Operação Castelo dos EUA, detonou com 15 megatons, a nuvem cogumelo foi 40 km de altura e 100 km de diâmetro
2º = Teste 219, detonado em Nova Zembla, teste realizado pela URSS, detonou com 24,4 megatons.
1º = A mais potente bomba já criada, a Tsar Bomb (rei das bombas), lançada em uma área para testes, pela URSS, tinha peso de 27.000 kg, comprimento de 8 metros e diâmetro de 2,1 metros! 1.400 vezes a potência combinada das bombas que destruíram Hiroshima e Nagasaki, com CINQUENTA megatons! Outros dois testes realizados, que merecem reconhecimento são os testes americanos de Trinity, por ter sido o primeiro teste atômico da história, com 20 kilotons, e Ivy Mike, a primeira bomba H lançada, com 10,4 megatons. Países que supostamente têm, ou afirmam ter armas nucleares são chamados de Clube Nuclear. Clube Nuclear Nove já conseguiram detonar bombas nucleares, porém apenas 5 são considerados estados com armas nucleares, pelo tratado de não proliferação nuclear (TNP). O TNP é, como o próprio nome diz, um acordo com objetivo de não proliferar armas nucleares entre os que não as possuem. Nos termos do tratado, esses países ficam obrigados a não transferir essas armas para os chamados "países não-nucleares", nem auxiliá-los a obtê-las. Estados com Armas Nucleares (EAN) (China, França, Rússia, Reino Unido e EUA)
Estados com Armas Nucleares não EAN (Índia, Coreia do Norte, Paquistão)
Estados com Armas Nucleares não-declaradas (Israel)
Estados acusados de terem programas de armas nucleares (Irã e Síria)
Países que compartilham armas com a OTAN (Turquia, Itália, Alemanha)
Estados que possuíam armas nucleares anteriormente (Bielorrússia, Cazaquistão, Ucrânia e África do Sul) Nos dias de hoje, os países procuram a energia nuclear tanto para o bem, gerando energia; quanto para ter poder, e usá-la para o mal. Uma bomba como as apresentadas, tem um poder destrutivo inimaginável, com a capacidade de destruir cidades inteiras e causar danos eternos na genética do ser vivo. As explosões são um espetáculo quando observadas na tela de um computador ou na TV, mas para as pessoas que são diretamente afetadas por ela... É bem o oposto disso.

Sendo assim, no cenário político atual, eu espero, do fundo do coração, que o Irã não consiga desenvolver armas nucleares. Tori, é o nome do famoso portal japones. É um portal que representa para àquele que entra em um templo xintoísta, uma separação do mundo físico do espiritual. É construido de maneira tradicional em madeira de lei. É formado por duas colunas que sustentam o céu e por vigas transversais que representam a terra; é um símbolo de muito poder e fé para os povos orientais. O interessante é que um Tori de 400 anos de Hiroshima, que estava no centro da explosão, continuou INTACTO!! Curiosidades rápidas: Seriam necessárias aproximadamente, 1.241.166 bombas nucleares, lançadas em diversos locais do mundo, para acabar por completo com a população. Felizmente, só possuímos 10.227. Há um site chamado Ground Zero, que permite saber, partindo do ponto e da cidade que quiser, a hipotética área de dano causada por explosão de diversas bombas, pode ser a Fat Man, Tsar Bomb e até um Asteróide! http://www.carloslabs.com/projects/200712B/GroundZero.html http://en.wikipedia.org/wiki/Nuclear_power
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/fissao-e-fusao-nuclear/fissao-e-fusao-nuclear-2.php
http://pt.wikipedia.org/wiki/Energia_nuclear#Refer.C3.AAncias
http://www.mundos-fantasticos.com/ci%C3%AAncia/leis-e-fenomenos2/fus%C3%A3o%20nuclear/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fiss%C3%A3o_nuclear
http://www.infoescola.com/elementos-quimicos/uranio/
http://www.biodieselbr.com/energia/nuclear/fissao-nuclear.htm
http://www.brasilescola.com/quimica/bomba-atomica.htm
http://www.infoescola.com/fisica/bomba-de-hidrogenio/
http://www.achetudoeregiao.com.br/animais/tabela_periodica/uranio.htm
http://ciencia.hsw.uol.com.br/bomba-nuclear2.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cinza_nuclear
http://pt.wikipedia.org/wiki/Holocausto_nuclear
http://pt.wikipedia.org/wiki/Desenho_de_arma_nuclear
http://pt.wikipedia.org/wiki/Inverno_nuclear
http://ciencia.hsw.uol.com.br/bomba-nuclear1.htm
http://ciencia.hsw.uol.com.br/bomba-nuclear.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fat_Man
http://pt.wikipedia.org/wiki/Little_Boy
http://www.informacaovirtual.com/ciencia/ground-zero-o-poder-de-uma-bomba-nuclear
http://en.wikipedia.org/wiki/TNT_equivalent
http://www.culturajaponesa.com.br/htm/bombaatomica.html
http://avalon.law.yale.edu/20th_century/mp10.asp
http://www.atomicarchive.com/
http://en.wikipedia.org/wiki/Nuclear_winter
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pa%C3%ADses_com_armamento_nuclear
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pa%C3%ADses_com_armamento_nuclear Referências:
Full transcript