Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Intertextualidade

Adailton - Aulão SOS Humanas
by

SEGUNDO NOVAES

on 2 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Intertextualidade

Intertextualidade
Prof. Adailton Júnior
Só pra começar...
QUIZ DOS NAMORADOS
QUESTÃO 1 (ENEM 2012)
VAMOS RESPONDER
AS QUESTÕES
QUESTÃO 2 (ENEM 2012)
QUESTÃO 4 (ENEM 2010)
Intertextualidade acontece quando há uma referência explícita ou implícita de um texto em outro. Também pode ocorrer com outras formas além do texto, como através de música, pintura, filme, novela, etc. Por isso é importante para o leitor o "conhecimento de mundo", um saber prévio, para reconhecer e identificar quando há um diálogo entre os textos.
ELAS RESPONDEM,
ELES ADIVINHAM
PERGUNTA 1
PERGUNTA 3
PERGUNTA 2
QUESTÃO 3 (ENEM 2011)
Se sua namorada está menstruada e você fala pra ela que mais tarde não vai poder ir a sua casa, ela, ao telefone:

A) Desliga na sua cara.
B) Grita com você e não te deixa falar.
C) Conversa de boa.
Hoje é aniversário dela, e você se esquece.
O que acontece?

A) Ela não fala nada e espera uma reação sua.
B) Se você não é o primeiro a ligar de meia noite ela dá o cão.
C) Ela ameaça acabar com você.
Sua namorada APARA (EU DISSE APARA) o cabelo, mas pensa que cortou 10 palmos.
Se você não percebe, o que acontece?

A) Ela balança o cabelo que nem aqueles cãezinhos de carro com epilepsia.
B) Ela pergunta se tem algo diferente.
C) Te trata mal e você não sabe o porquê.
ELES RESPONDEM,
ELAS ADIVINHAM
PERGUNTA 3
PERGUNTA 2
PERGUNTA 1
Se você quer ver seu namorado,
mas ele tá doido pra tomar uma com os amigos, o que ele faz?

A) Ela vai sem você.
B) Ele vai com você.
C) Ele finge que vai fazer outra
coisa pra ir só.
Você e seu namorado são chamados pra uma festa bem chique e você diz que ele não vai largado como sempre gosta de andar. O que ele faz?

A) Compra uma roupa nova só por sua causa.
B) Diz que vai com uma roupa diferente, mas no dia não vai.
C) Prefere não ir à festa.
O seu celular descarregou e seu namorado não consegue ligar pra você.
O que ele faz?

A) Liga logo pra sua mãe ou irmã.
B) Espera o celular pegar.
C) Vai na sua casa.
A CARA E A CARETA
INTERTEXTUALIDADES
ANÚNCIOS PUBLICITÁRIOS
CARICATURAS
PARÓDIAS
LXXVIII (Camões, 1525?-1580)
 
Leda serenidade deleitosa,
Que representa em terra um paraíso;
Entre rubis e perlas doce riso;
Debaixo de ouro e neve cor-de-rosa;
 
Presença moderada e graciosa,
Onde ensinando estão despejo e siso
Que se pode por arte e por aviso,
Como por natureza, ser fermosa;
Fala de quem a morte e a vida pende,
Rara, suave; enfim, Senhora, vossa;
Repouso nela alegre e comedido:
 
Estas as armas são com que me rende
E me cativa Amor; mas não que possa
Despojar-me da glória de rendido.
 

CAMÕES, L. Obra completa.
Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2008.
SANZIO, R. (1483-1520)
A mulher com o unicórnio.
A pintura e o poema, embora sendo produtos de duas linguagens artísticas diferentes,
participaram do mesmo contexto social e cultural de produção pelo fato de ambos
a) apresentarem um retrato realista, evidenciado pelo unicórnio presente na pintura e pelos adjetivos usados no poema.
b) valorizarem o excesso de enfeites na apresentação pessoal e na variação de atitudes da mulher, evidenciadas pelos adjetivos do poema.
c) apresentarem um retrato ideal de mulher marcado pela sobriedade e o equilíbrio, evidenciados pela postura, expressão e vestimenta da moça e os adjetivos usados no poema.
d) desprezarem o conceito medieval da idealização da mulher como base da produção artística, evidenciado pelos adjetivos usados no poema.
e) apresentarem um retrato ideal de mulher marcado pela emotividade e o conflito interior, evidenciados pela expressão da moça e pelos adjetivos do poema.
TEXTO I

A característica da oralidade radiofônica, então, seria aquela que propõe o diálogo com o ouvinte: a simplicidade, no sentido da escolha lexical; a concisão e coerência, que se traduzem em um texto curto, em linguagem coloquial e com organização direta; e o ritmo, marcado pelo locutor, que deve ser o mais natural (do diálogo). É esta organização que vai “reger” a veiculação da mensagem, seja ela interpretada ou de improviso, com objetivo de dar melodia à transmissão oral, dar emoção, personalidade ao relato de fato.

VELHO, A. P. M. A linguagem do rádio multimídia.
TEXTO II

A dois passos do paraíso
 
A Rádio Atividade leva até vocês / Mais um programa da séria série
“Dedique uma canção a quem você ama” / Eu tenho aqui em minhas mãos uma carta
Uma carta d’uma ouvinte que nos escreve / E assina com o singelo pseudônimo de
“Mariposa Apaixonada de Guadalupe” / Ela nos conta que no dia que seria
o dia mais feliz de sua vida / Arlindo Orlando, seu noivo
Um caminhoneiro conhecido da pequena e / Pacata cidade de Miracema do Norte
Fugiu, desapareceu, escafedeu-se / Oh! Arlindo Orlando volte
Onde quer que você se encontre / Volte para o seio de sua amada
Ela espera ver aquele caminhão voltando / De faróis baixos e para-choque duro...
 
BLlTZ.
Em relação ao Texto I, que analisa a linguagem do rádio,
o Texto II apresenta, em uma letra de canção,
a) estilo simples e marcado pela interlocução com o receptor, típico da comunicação radiofônica.
b) lirismo na abordagem do problema, o que o afasta de uma possível situação real de comunicação radiofônica.
c) marcação rítmica dos versos, o que evidencia o fato de o texto pertencer a uma modalidade de comunicação diferente da radiofônica.
d) direcionamento do texto a um ouvinte específico, divergindo da finalidade de comunicação do rádio, que é atingir as massas.
e) objetividade na linguagem caracterizada pela ocorrência rara de adjetivos, de modo a diminuir as marcas de subjetividade, do locutor.
O anúncio publicitário está internamente ligado ao ideário de consumo quando sua função é vender um produto. No texto apresentado, utilizam-se elementos linguísticos e extralinguísticos para divulgar a atração “Noites do Terror”, de um parque de diversões. O entendimento da propaganda requer do leitor
a) a identificação com o público-alvo a que se destina o anúncio.
b) a avaliação da imagem como uma sátira às atrações de terror.
c) a atenção para a imagem da parte do corpo humano selecionada aleatoriamente.
d) o reconhecimento do intertexto entre a publicidade e um dito popular.
e) a percepção do sentido literal da expressão “noites do terror”, equivalente à expressão “noites de terror”.
Na busca constante pela sua evolução, o ser humano vem alternando a sua maneira de pensar, de sentir e de criar. Nas últimas décadas do século XVIII e no início do século XIX, os artistas criaram obras em que predominam o equilíbrio e a simetria de formas e cores, imprimindo um estilo caracterizado pela imagem da respeitabilidade, da sobriedade, do concreto e do civismo. Esses artistas misturaram o passado ao presente, retratando os personagens da nobreza e da burguesia, além de cenas míticas e histórias cheias de vigor.
 
RAZOUK, J. J. (Org.). Histórias reais e
belas nas telas. Posigraf: 2003.
Atualmente, os artistas apropriam-se de desenhos, charges, grafismo e até de ilustrações de livros para compor obras em que se misturam personagens de diferentes épocas, como na seguinte imagem:
 
a) Romero Brito.“Gisele e Tom”.
 
b) Andy Warhol. “Michael Jackson”.

c) Funny Filez.“Monabean”.
 
d) Andy Warhol. “Marlyn Monroe”.
 
e) Pablo Picasso. “Retrato de Jaqueline Roque com as Mãos Cruzadas”.
RESPOSTA
LETRA "
C
"
DE
CURADO IV
RESPOSTA
RESPOSTA
RESPOSTA
LETRA "
A
"
DE
AGUAZINHA
LETRA "
D
"
DE
DEDADA
LETRA "
C
"
DE
CAVALEIRO
Full transcript