Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O viver bem: a felicidade para os cínicos e Epicuro - 7° ano

No description
by

Jessica Nunes

on 23 February 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O viver bem: a felicidade para os cínicos e Epicuro - 7° ano

Cinismo: vida simples é vida feliz
Cinismo:

Escola filosófica grega do período helenístico (400 a.C.);

Filósofo fundador: Antístenes de Atenas;

Principal filósofo:
Diógenes de Sinope;
O viver bem :
a felicidade para
os cínicos e Epicuro

Epicuro ( 341 a.C - 270 a.C.):

Escola do Jardim ou filosofia do Jardim: comunidade fundada por Epicuro em Atenas;

Principal ideia de Epicuro:
a felicidade só seria possível com a ausência de dor no corpo e perturbações na alma.
somente os
prazeres naturais
nos levam à felicidade.

Os prazeres para Epicuro
Reflita!
O que é felicidade?

Será que precisamos de tudo o que temos (material)?

Necessário x supérfluo;

Consumo x consumismo;

Felicidade nas redes sociais.
Principais ideias do cinismo:

O ser humano, para ser feliz, deve viver de acordo com sua essência, sua natureza;

O ser humano precisa apenas satisfazer suas necessidades básicas, como comer, dormir, etc;

Para Diógenes, apenas vivendo de modo simples, sem luxo, fortuna e fama, o indivíduo poderia ser feliz e livre.
Diógenes de Sínope
Para Epicuro, é preciso identificar os prazeres saudáveis daqueles que causam algum dano ao ser humano;

Epicuro classificou os prazeres em três tipos:
prazeres naturais e necessários
para a vida: comer, beber, vestir-se;
prazeres naturais e não necessários
para a vida: vestir-se de maneira muito elegante e comer pratos sofisticados;
prazeres não naturais:
são aqueles criados pela sociedade, como fama, riqueza e honra.

Apenas os
prazeres naturais e necessários
eliminam a dor no corpo e a perturbação da alma;

Segundo Epicuro, sábio e feliz é aquele que se
afasta dos prazeres momentâneos
que depois o prejudicam.

Epicuro: o prazer e a felicidade
Full transcript