Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O Capitalismo

No description
by

Bruno Almeida

on 16 March 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O Capitalismo

O Capitalismo
O capitalismo é um modo de produção baseado no(a):

Trabalho assalariado,
Propriedade privada dos meios de produção (PPMP),
Divisão social (classes sociais),
Economia de mercado,
Acumulação de capital,
Mais valia e
Obtenção constante de lucro.

O capitalismo é derivado de capital (K). O capital não se resume apenas à dinheiro ou riqueza, mas sim a toda riqueza investida com o objetivo de gerar
lucro.
1- Capitalismo como modo de produção
Dentro do sistema capitalista os
ploretários
não possuem a propriedade dos meios de produção e, como visto, vendem sua força de trabalho para sua subsistência.
O que acontece nesse sistema é uma
troca desigual
onde o capitalista paga ao proletário um valor menor do que o valor agregado à mercadoria resultante do trabalho do operário.
Assim temos duas medidas:
A) O quanto o consumidor final pagou por todo trabalho realizado pelo trabalhador em uma mercadoria.
B) O quanto o capitalista pagou ao proletário sobre esse trabalho.
Essa diferença entre o valor real do trabalho do proletário e o valor recebido pelo mesmo é denominada de
mais-valia.
É uma relação desigual pois o capitalista ficará com a maior parte do resultado do trabalho do proletário.
2.2- Classes sociais
2.1- Porque o Capitalismo aliena o trabalho?
Os meios de produção são todos os instrumentos utilizados para produzir algo, ou seja, são os meios fundamentais para a realização de um trabalho.
Dentro do capitalismo os meios de produção pertencem à um agente privado (indivíduo ou grupo de indivíduos) denominado
capitalista ou burguês
. Já os indivíduos que não possuem os meios de produção vendem sua força de trabalho para os capitalistas, sendo denominados
proletários
.

2- Propriedade privada dos meios de produção (PPMP)
O processo de acumulação de capital depende de duas fases:
a produção da mercadoria e a venda no mercado.
Porém, essas duas fases não são sempre harmônicas e podem gerar
crises da economia capitalista
, quando há um desequilíbrio generalizado entre essas fases.
Dizemos que existem causas de crises externas e internas ao sistema capitalista:
A) Externas:
não foram produzidas pelo funcionamento do capitalismo. EX: falta de matéria-prima e/ou mão de obra especializada, racionamentos de energia, isolamento espacial...
B) Internas:
São causadas pelo próprio funcionamento do capitalismo. Por isso que afirmamos que o capitalismo é um modo de produção contraditório, pois o próprio sistema gera situações que o negam.
8- Crise do capitalismo
À essa distinção, entre os agentes privados dos meios de produção (
capitalistas
) e os indivíduos que vendem sua força de trabalho (
proletários
), damos o nome de
classes sociais.

Atenção:
capitalistas e proletários não são as únicas classes sociais presentes no capitalismo, porém, são as predominantes.

Atenção 2:
não é a existência das classes sociais que define o capitalismo, mas sim o fato da distinção entre as classes ser ocasionada pela PPMP.
A mais-valia não gera diretamente o lucro, pois temos de incluir nessa equação outros gastos de produção (aluguel, manutenções, empréstimos, impostos ...), porém a mais-valia é um fator importantíssimo na obtenção do lucro, gerando um conflito de interesses entre os proprietários da PPMP e os trabalhadores.
"Quanto menor o salário maior será o lucro"
5- Luta de classes
A primeira e mais evidente contradição é aquela entre os capitalistas e os proletários na relação entre salário-lucro (quanto maior o lucro menor o salário), a questão aqui é que cada capitalista depende que os trabalhadores de outros capitalistas consumam suas mercadorias, para isso porém o outro capitalista deve pagar um bom salário ao seu funcionário, o que não acontece pois aquele capitalista também quer obter mais lucro reduzindo assim gastos salariais.
Ou seja, cada capitalista paga o mínimo possível ao seu trabalhador esperando que os outros capitalistas paguem o máximo.
9 - Contradições do capitalismo
Na realidade o trabalhador vende sua capacidade de realizar um trabalho (
força de trabalho
) para o capitalista, em troca de um salário, entretanto
não vende o seu trabalho.
3- Economia de mercado
Uma mercadoria adquire dois valores:

Valor de uso:
tipo de utilidade socialmente reconhecida, ou seja, quem compra uma mercadoria compra por achar que necessita de tal mercadoria, logo o produtor possui a "missão" de tornar "necessário" seu produto.

Valor de troca:
aqui é indicado a proporção de valor de uma mercadoria em relação à outras, ou simplesmente, o porquê que determinada mercadoria por ser trocada por mais dinheiro que outra. Nesse ponto analisamos principalmente os gastos com matéria-prima, com o meio de produção e com a mão de obra.
Todo trabalho resulta em um objeto final, porém, como o mesmo foi realizado por um meio de produção privado o produto do trabalho concretizado pelo
proletário
não pertence à ele, mas sim ao
capitalista
. Assim o proletário fica "alienado" dos resultados de seu trabalho, ou seja, perde controle sobre seus atos produtivos (como irá produzir ou o que irá produzir).
Primeiramente temos de definir que uma mercadoria não é simplesmente um produto. Uma mercadoria tem a finalidade de ser trocada no
mercado
, no caso do capitalismo, por dinheiro. Assim, uma mercadoria é um produto com a finalidade de ser vendido.
4- Mais-valia
6- Acumulação de capital
Existem diversas empresas produzindo uma mesma mercadoria, à disputa por uma maior parte do mercado entre essas empresas damos o nome de
concorrência.
Devido a concorrência entre empresas à
acumulação de capital
se torna
vital
para as mesmas, pois, empresas mais fortes são aquelas que possuem maior capital para investir em máquinas, propaganda, melhorias na administração, etc.
Assim a concorrência obriga as empresas à aumentarem, constantemente, seus lucros afim de subjulgar seus concorrentes.
Full transcript