Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Cores

Teoria da Cor e Tendências
by

Natalie Ferreira

on 22 February 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Cores

CORES Teoria das Cores

Prof. Natalie Ferreira Cor é luz, não tem existência material.
Sem luz, nossos olhos não podem ver as cores.
A cor é uma sensação provocada pela luz sobre os nossos olhos, que atravessa a pupila e o cristalino, atingindo a retina no fundo dos olhos. O resultado é transmitido pelo nervo óptico até o cérebro.
É a própria luz que pode se decompor em muitas cores.
A luz é efeito das radiações visíveis que formam parte do espectro eletromagnético. Este é formado pelo conjunto de ondas conhecidas que se estendem pelo universo.
Quando todas as ondas óticas estimulam a retina, o olho percebe a luz branca, mas quando o olho recebe uma parte das radiações, então vê uma cor. Definição das Cores A luz do sol, aparentemente branca, é, na verdade, composta pelas sete cores do arco-irís.
Quando a luz do sol ilumina um objeto, algumas dessas cores são absorvidas pelo objeto, enquanto as outras são refletidas na direção dos olhos que as percebem.
Esse fenômeno nos permite dizer qual a cor dos objetos.
A cor, elemento fundamental em qualquer processo de comunicação, merece uma atenção especial. É um componente com grande influência no dia a dia de uma pessoa, interferindo nos sentidos, emoções e intelecto. Teoria das Cores Os humanos podem distinguir cerca de 350.000 cores diferentes, mas não existem nomes para todas.
Foram desenvolvidos vários sistemas para identificar (a luz branca que se decompõe em várias cores) e definir a cor cientificamente.
O primeiro sistema foi criado pelo físico inglês Isaac Newton, em 1666, quando descobriu que todas as cores estavam presentes na luz natural e podiam ser separadas ao se passar à luz através de um prisma.
Ele identificou sete cores ao passar no prisma: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta. Teoria das Cores Decomposição das cores pelo prisma Newton também criou um círculo de cores de seis raios (o azul e o anil foram fundidos) que são usados até hoje para descrever pigmentos e cores subtrativas.
Este sistema contribuiu para o entendimento das cores.
Para conseguirmos materialmente as cores sem o uso da luz como fonte, utilizamos o pigmento (substâncias químicas inorgânicas que absorve uma ou várias radiações, refletindo uma ou mais radiações e provocando a sensação de "vermos" determinada cor. Círculo Cromático Classificação das Cores Jacques-Cristoph de Blon descobriu em 1730 que misturando duas cores primárias (vermelho, amarelo e azul), criava-se às cores secundárias (laranja, verde e violeta). A mistura de todas as cores primárias criava as cores terciárias: marrons, cinzas até chegar ao preto. São cores neutras. As cores primárias são aquelas que não podem ser formadas por nenhuma mistura. São elas o vermelho, amarelo e azul. Devem ter saturação máxima, ou seja, não se mistura ao preto ou branco. Quando misturadas, resultam em um cinza escuro. Descrevemos a cor por nome e suas características que são 3: Matiz, Luminosidade e Saturação (ou intensidade).

Matiz é a cor básica, com características que diferenciam uma das outras. Exemplo: a cor azul.

Luminosidade é o grau de claridade ou obscuridade (preto- ausência de luz) contido numa cor. Exemplo: o vermelho torna-se rosa claro ou castanho escuro.

Saturação é a força, pureza de uma cor. Se diluirmos um pigmento na água ou na cor branca, diminui ou perdem a saturação. Características das Cores Estudo de Cor - Escalas Acromáticas: Escala que parte do branco puro e chega ao preto, conseguindo entre eles vários tons intermediários. Trabalha-se com a luz (branca) e sombra (preto), não com cores.

Monocromáticas: quando modula-se uma única cor com acréscimo deo branco ou do preto.

Policromática: modula-se uma cor com o acréscimo de outra cor. Terminologia das Cores Cor Aditiva: Mistura das cores primárias, que quando projetadas juntas produzem luz branca. Conhecido como sistema RGB. É a luz do sol, de uma vela, de uma lâmpada. Cor Subtrativa: Mistura de pigmentos vermelhos, amarelos e azuis criando cores secundárias como laranja, verde e violeta. Misturadas proporcionalmente produzem um cinza escuro. Cores Complementares Cores Análogas Cores opostas óticamente no círculo cromático.
São formados por uma cor primária e uma secundária.
Parecem mais brilhantes quando colocados lado a lado.
Quando misturadas entre si, produzem um tom neutro acinzentado.
São eles verde-vermelho, amarelo-violeta e azul-lílas.
Para escurescer uma cor, acrescente sua cor complementar em vez de preto. Cores com nuanças em comum e vizinhas no círculo cromático como o azul-violeta e violeta-vermelho.
É uma mistura gradativa, um degradê que forma uma escala entre duas cores. Cores Quentes Cores Frias Associada ao calor, fogo, paixão, vitalidade, alegria e movimento, força e expressão. São cores pesadas e secas.
Estimula a circulação do observador e aumenta a temperatura do corpo.
Cores: vermelhos, laranjas e amarelos.
Se sobressaem nas ilustrações. As cores possuem diversas temperaturas e efeitos e sensações sobre o sistema nervoso do observador. Associada ao gelo, paz, tranquilidade, transparência e calma.
Diminui a circulação do observador e diminui a temperatura do corpo.
Cores: verdes, azuis, violetas, tons diluídos e branco.
Cores recuam nas ilustrações. Uma cor fosca pode ficar mais brilhante, uma cor forte pode ser suavizada, uma cor individual pode mudar sua identidade de várias maneiras, dependendo das cores que a cercam.
As cores complementares com a mesma luminosidade causam intensidade visual maior do que a intensidade real.
A mesma cor usada em diferentes posições pode parecer completamente diferente quando justaposta a outras cores. Cores Contrastantes Cores Neutras: São cores que não interferem visualmente e emocionalmente sobre os seres vivos. Provém, normalmente, da adição do preto e do branco, em grandes quantidades, em qualquer cor. São cores terciárias como bege, cinza, marrom, azul acinzentado e rosa. Harmonia: É o uso de cores de maneira que formem um todo. 1- Contraste Simultâneo:
Quando olhamos simultaneamente duas superfícies coloridas e sentimos em cada cor uma modificação em seu tom, matiz ou valor.
Ex: um mesmo cinza sobre um fundo vermelho ou fundo azul parecerá mais claro ou escuro.
2- Contraste de Temperatura:
Quando um tom quente se encontra sobre um tom frio, o quente aparecerá mais quente e o frio mais frio. Ex. vermelho sobre azul.
3- Contraste de valor:
Uma cor mais clara sobre um fundo escuro, parecerá mais clara, maior e luminosa. Cores Pastel Cor diluída no branco. 1- Harmonia Monocromática É um dos meios mais simples e seguros de obtermos harmonia. Consiste no uso de uma única dor trabalhada somente com diferença de saturações, luminosidades,etc. 2- Harmonia por Analogia 3- Harmonia das Complementares Adjacentes 4- Harmonia por Tríade É a harmonia obtida com a dominância de uma cor básica. Ex: Amarelo (cor básica) e amarelo-cromo, laranja,etc. Buscamos a cor complementar e depois suas cores "vizinhas". Ex: Azul e sua complementar laranja - Combino o azul com o amarelo cromo e com o vermelhão. Emprega-se 3 cores que tenham relação entre si e que estejam situadas equidistantes uma da outra no círculo cromático (formando um triângulo equilátero). Ex: amarelo, vermelho e azul.
Full transcript