Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Thiago Assunção

on 7 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Morfossintaxe dos pronomes pessoais
Os pronomes pessoais
(eu, tu, ele/ela, nós, vós, eles/elas)
devem ser empregados nas funções sintáticas de:


Ele
compareceu à festa. (sujeito)
Os responsáveis somos
nós
. (predicativo do sujeito)
Os pronomes retos podem ser
complemento verbal
Informaram

a ele
os reais motivos de sua demissão.
Emprestaram

a nós
os livros de história.
As formas oblíquas
O, A, OS,
AS devem ser empregadas como complemento de verbos transitivos diretos (
objeto direto
)
O menino convidou-
a
. (
objeto direto
)
Há casos em que o pronome oblíquo
O
pode funcionar como sujeito.
Isso ocorre com os verbos
deixar, fazer, ouvir, mandar, sentir, ver
.
Deixe-
o
sair. (
sujeito do verbo deixar
)

Sofia deixou-
se
estar à janela. (
sujeito do verbo deixou
)
Os pronomes oblíquos devem ser usados como

COMPLEMENTO VERBAL
Convidei-
o
para a festa. (ao invés de "
Convidei
ele
")
Chamaram-
nos
para o baile. (ao invés de "
Chamaram
nós
")
Eu e tu podem funcionar apenas como
sujeito

ou

predicativo
.
Nunca
houve
desentendimentos
entre mim e ti
.
Ninguém
irá
sem mim
.
Nunca
houve
discussão
entre mim e ti
.
As formas oblíquas

LHE, LHES

devem ser empregadas como complemento de verbos transitivos indiretos (
objeto indireto
)
O filho obedece-
lhe
.
Thiago Assunção
Full transcript