Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Revisão 1º Ano/1º Período

1º Ano - Filosofia/As Origens
by

Agailma Silva

on 6 March 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Revisão 1º Ano/1º Período

Noções fundamentais do pensamento filosófico-científico p. 24
A passagem do pensamento mítico para o filosófico-científico p. 19 a 22
FILOSOFIA - As Origens 1º Período
Mito (apelo ao inexplicável/sobrenatural) X Filosofia (apelo ao racional);
O pensamento filosófico-científico demonstra uma ruptura com o pensamento mítico enquanto forma de explicação para a realidade;
Surgimento do pensamento filosófico: práticas comerciais e interesses pragmáticos.
Pensamiento libre
Noções fundamentais do pensamento filosófico-científico p. 27
Iphone
ARQUÉ
Elemento Primordial

A noção de arqué surge para dar sentido ao pensamento racional;

O elemento primordial inviabiliza o caráter regressivo da explicação causal.

1º Ano
Prof.: Agailma

Contribuição dos primeiros filósofos - Raízes de nossa tradição filosófico-científica;
A PHYSIS (mundo natural) - O objeto de investigação dos primeiros filósofos-cientistas;
A compreensão da realidade natural encontra-se na própria realidade.
Noções fundamentais do pensamento filosófico-científico p. 24
Causalidade - Relacionar um efeito a uma causa que o antecede e o determina;
Tornar um fenômeno como efeito de uma causa. Tal nexo torna a realidade inteligível e nos permite considerá-la como tal;
Caráter regressivo da explicação causal - Explicação de uma coisa por outra. p. 25;
Noções fundamentais do pensamento filosófico-científico p. 25
Noções fundamentais do pensamento filosófico-científico p. 25
Tales - Água
Anaximandro - Apeiron/indeterminado
Anaxímenes - Ar
Heráclito - Fogo
Demócrito - Átomo
Empédocles - Terra, fogo, água e ar
Anaxágoras - Multiplicidade de elementos
Pitágoras - Número
Noções fundamentais do pensamento filosófico-científico p. 26
KOSMO - Correspondência entre a razão humana e a racionalidade do real;
É a racionalidade desse mundo que o torna compreensível ao entendimento humano - Cosmologia.
Noções fundamentais do pensamento filosófico-científico p. 26
LOGOS - Discurso racional e argumentativo em que as explicações são justificadas e estão sujeitas a crítica.
CARÁTER CRÍTICO - O pensamento filosófico sempre está aberto à discussão e à reformulações uma vez que não se trata de uma verdade absoluta;
O caráter crítico da filosofia pode ser ilustrado com as diferentes interpretações dos pré-socráticos acerca da realidade.
Os filósofos pré-socráticos p. 30
Denominação cronológica = Antecedem Sócrates
Os filósofos pré-socráticos p. 31
Escola Jônica - Intresse pela physis;
Escola Italiana - Visão de mundo mais abstrata, lógica, matemática;
Escola Pluralista (2ª fase do pensamento pré-socrático) - Multiplicidade e dinamismo.
MONISMO E MOBILISMO P. 35 e 36
HERÁCLITO - Mobilismo = A existência do movimento e da pluralidade do real é parte de nossa experiência das coisas;
O fogo simboliza o caráter dinâmico da realidade;
"Não podemos banhar-nos duas vezes no mesmo rio, porque o rio não é mais o mesmo".
MONISMO E MOBILISMO P. 35 e 36
Parmênides - Monista = Realidade única;
Inaugura a distinção entre realidade e aparência;
A realidade é imutável;
Oposição à experiência imediata das coisas;
"Só posso entender a mudança se há algo de estável que permanece e me permite identificar o objeto como o mesmo".
Full transcript