Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

post mortem

No description
by

Andreia Nogueira

on 29 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of post mortem

Os cuidados do corpo post mortem *papel do aux.de saúde A morte é o fim permanente das actividades biológicas necessárias à manutenção da vida de um organismo.
Considerado cientificamente como o fim da consciência, há várias crenças em diversas culturas e tempos históricos que acreditam em vida após a morte. A morte O luto Os cuidados post mortem são o acto através do qual os profissionais de saúde, depois de verificado o óbito por um médico, preparam o corpo de uma pessoa falecida antes da sua transferência
para a câmara mortuária.
O princípio dos cuidados
post mortem assenta na
restauração do corpo da forma mais próxima da natural, sendo realizados por enfermeiro e auxiliar de saúde, POST MORTEM A morte pode dar-se em hospitais, no decorrer de uma doença ou em caso de entrada pelas urgências. A morte numa instituição de saúde Morte era definida apenas como parada cardíaca e respiratória mas, com o desenvolvimento da ressuscitação cardiopulmonar e da desfibrilação, surgiu um dilema: ou a definição de morte estava errada, ou técnicas que realmente ressuscitavam uma pessoa foram descobertas: em vários casos. Em vista da nova tecnologia, atualmente a definição médica de morte é conhecida como morte clínica, morte cerebral ou paragem cardíaca irreversível. O luto é um conjunto de reações a uma perda significativa, geralmente pela morte de outro ser.

O uso de determinadas cores, por exemplo, pode indicar que um indivíduo ou grupo está em luto, no caso dos portugueses a cor mais usada é o preto. O luto/perda normalmente passa por 5 fases: A negação Surge na primeira fase do luto, é no momento que nos parece impossível a perda, em que não somos capazes de acreditar.
A dor da perda seria tão grande, que não pode ser possível, não poderia ser real. A raiva A raiva surge depois da negação. Mas mesmo assim, apesar da perda já consumada negamo-nos a acreditar. Pensamento de “ porque a mim?” surgem nesta fase, como também sentimentos de inveja e raiva. Nesta fase, qualquer palavra de conforto, parece-nos falsa, custando acreditar na sua veracidade. A negociação A negociação, surge quando o individuo começa a por a hipótese da perda, e perante isso tenta negociar, a maioria das vezes com Deus, para que esta não seja verdade. As negociações com Deus, são sempre sob forma de promessas ou sacrifícios. A Depressão A depressão surge quando o individuo toma consciência que a perda é inevitável e incontornável. Não há como escapar à perda, este sente o “espaço” vazio da pessoa (ou coisa) que perdeu. Toma consciência que nunca mais irá ver aquela pessoa (ou coisa), e com o desaparecimento dele, vão com ela todos os sonhos, projetos e todas as lembranças associadas a essa pessoa ganham um novo valor. A aceitação Esta fase é quando a pessoa aceita a perda com paz e serenidade, sem desespero nem negação. Nesta fase o espaço vazio deixado pela perda é preenchido. Esta fase depende muito da capacidade da pessoa mudar a perspetiva e preencher o vazio. Em caso de Doença O paciente deve nomear uma pessoa de confiança como procurador ou representante por meio de um documento legal. Se o paciente não nomear um procurador, o parente mais próximo tomará decisões. Com a proximidade da morte, o antídoto mais importante para o desespero é, na maioria dos casos, o paciente sentir-se amado.
Não se deve permitir que a enorme quantidade de diagnósticos e tratamentos clínicos acabe ocultando as questões de maior importância das relações humanas até porque normalmente, é difícil prever o momento exato da morte. A morte deve ser declarada por uma pessoa investida da autoridade para fazê-lo – normalmente um médico – e a causa e as circunstâncias da morte devem ser atestadas oficialmente. O atendimento dessas exigências varia substancialmente de país para país ou mesmo de uma região a outra. Se o paciente planejar morrer em casa, a família deve saber previamente o que esperar e quais providências tomar. Caso o paciente não esteja a ser tratado por alguma instituição, a família deve entrar em contato com um médico legista ou um agente funerário.
A obrigatoriedade de um atestado de óbito costuma ser subestimada.





Esse documento legal é necessário para as reivindicações junto às seguradoras, para o acesso a contas bancárias, para a transferência dos bens materiais que pertenciam ao falecido e para o estabelecimento da herança. http://www.irn.mj.pt/sections/irn/a_registral/registos-centrais/docs-da-nacionalidade/pedir-certidao/ Em Portugal, no caso das cidades, a morte ocorre principalmente nos Hospitais e a preparação do corpo é da responsabilidade das agências funerárias, embora em outras partes do País a morte é um assunto da comunidade. Cuidar de um corpo post mortem implica dignidade e sensibilidade. Após a morte o corpo sofre alterações físicas, e por isso a prestação dos cuidados deve ser o mais cedo possível de forma a evitar danos nos tecidos ou o desfiguramento de partes do corpo. Material Necessário nos cuidados post mortem Método de proceder após a morte do utente... Despir o corpo e retirar os adornos (faz-se um inventário dos mesmos); Retirar os objectos como algália, soros, oxigénio, drenos e outros, e aplicar pensos oclusivos; Realizar a higiene do corpo com água e sabão, e secar. Colocar no recto e vagina algodão ou tampão, com o auxílio de uma pinça Vestir o corpo segundo os desejos do próprio ou da família, com a roupa pessoal; Cuidar delicadamente dos olhos; boca, ouvidos,etc... Caso as pessoas significativas queiram ver o corpo, colocar um lençol ou um cobertor fino sobre o corpo, deixando a cabeça e os ombros de fora. Alguns médicos apontam para a importância dos registos relativos: a data e hora da morte, hora de notificação do médico, nome do médico que certificou o óbito, cuidados post mortem efectuados, identificação do corpo, formulário de consentimento assinado pela pessoa significativa, destino do corpo, informação dada aos familiares; registar
marcas, hematomas, feridas, antes
da morte ou observadas durante
os cuidados post mortem; regista
r que valores e objectos pessoais foram
entregues e quem os recebeu. A quem cabe o papel de vestir o morto? Qual a diferença entre Certidão de Óbito e Declaração de Óbito? Webgrafia http://arquivosdecemiterio.blogspot.pt/2011/02/diferenca-entre-certidao-de-obito-e.html
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090211163312AABaWIS
http://seer.psicologia.ufrj.br/index.php/abp/article/view/220/250
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090211163312AABaWIS
http://run.unl.pt/handle/10362/296
https://www.google.pt/search?q=desfribila%C3%A7%C3%A3o&ion=1&bav=on.2,or.r_qf.&bvm=bv.47008514,d.ZWU&biw=1366&bih=667&um=1&hl=en&authuser=0&ie=UTF-8&sa=N&tab=iw&ei=RyylUeKNEpSN7Ab5q4GQDg#hl=en&authuser=0&q=desfibrila%C3%A7%C3%A3o&spell=1&sa=X&ei=kSylUa7aK8rb7AaguIBo&ved=0CCoQvwUoAA&bav=on.2,or.r_qf.&bvm=bv.47008514,d.ZGU&fp=8574ffb5446b19b4&biw=1366&bih=624&ion=1
http://www.irn.mj.pt/sections/irn/a_registral/registos-centrais/docs-da-nacionalidade/pedir-certidao/
https://www.google.pt/search?q=os+cuidados+post+mortem&ion=1&bav=on.2,or.r_qf.&bvm=bv.47008514,d.d2k&biw=1366&bih=624&um=1&ie=UTF-8&hl=en&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&authuser=0&ei=qyClUfOOBPHB7Aa2goGYBg FIM
Full transcript