Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Apresentação Enel

Parque Eólico Delfina
by

Ana Beatriz Coelho

on 25 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Apresentação Enel

ENEL Green Power S.A
Dedicada ao desenvolvimento, operação e geração de energia a partir de fontes renováveis.
Parque Eólico Delfina
Localização
Qual o papel da SOWITEC?
SOWITEC é um dos mais importantes desenvolvedores de projetos no setor da energia eólica na América Latina e na Rússia. Estabelecida em 1993, a SOWITEC já realizou mais de 100 construções de turbinas eólicas em 30 diferentes projetos eólicos pela Alemanha. Desde 2003, esteve ativamente internacionalmente e com filiais não apenas na França más também no Brasil, Argentina, Chile, México, Peru, Uruguay, Colômbia, Russia e Cazaquistão .

O Parque Eólico Delfina é um empreendimento da SOWITEC.
Base documental
A atividade empresarial foi cada vez mais vista como uma das principais causas de problemas sociais, ambientais e econômicos. É generalizada a percepção de que a empresa prospera à custa da comunidade que a cerca.
A solução está no princípio do valor compartilhado, que envolve a geração de valor econômico de forma a criar também valor para a sociedade (com o enfrentamento de suas necessidades e desafios).
Ele será elaborado com base nos dados primários, secundários e observações feitas no campo, propondo meios para dar sustentabilidade às instituições, grupos de interesse locais e outros empreendimentos da ENEL.


Mapa de localização das Usinas
Obs.: As usina eólicas estão localizadas no estados da Bahia e de Rio Grande do Norte. Nos demais estados a Eneel "opera" Usinas hidréletricas.
Fonte: Site Enel
Variáveis Ambientais
Áreas Protegidas
: Na área de estudo foram identificadas quatro tipos de APP’s, caracterizadas de acordo com a Resolução nº 303, de 20 de março de 2002, como APP’s dos cursos d’agua, das nascentes, de topo de morro e encostas com alto ângulo de declividade.
Supressão Vegetal
: O Programa de Supressão de Vegetação do Parque Eólico Delfina, descreve os procedimentos e materiais que serão utilizados no processo de supressão de uma área correspondente a 873.820 m² de vegetação nativa para a montagem dos aerogeradores, plataforma de serviço, fundação, área para operação e manutenção, subestação e o canteiro de obras.
Recursos Hidrícos
: Nesse compartimento ocorrem os principais afluentes do rio Salitre, entre eles estão os rios da Laje e Pacuí, ambos apresentam trecho com caráter intermitente. Nessa região a ação da dinâmica está marcada por moderada a forte propensão à erosão e assoreamento nas margens do rio da Laje e rio Pacuí, rio Salitre e seus demais afluentes como os riachos do Mel, Seco, Sacabreto, Batateira, das Paiabas; Riachão, rio Preto entre outros.
Sítios Arqueológicos
: Foi identificada a presença de diversos sítios arqueológicos, sendo a maioria de arte rupestre, com destaque para os povoados de Bicas, Queixo Dantas e Sumidouro, indicando o potencial arqueológico da área. A área de estudo abriga um dos maiores acervos de pinturas rupestres e sítios arqueológicos do Estado da Bahia.
Empreendimentos minerários:
Todos os investimentos previstos para essa região dizem respeito ao complexo mineral (cimento em Campo Formoso, cobre em Jaguarari e o garimpo de esmeraldas).
Variáveis Sociais
Comunidades Quilombolas
: Não Cita. Porém a SOWITEC (Comentaremos mais no próximo slide) cita parcerias com a Escola Rural Quilombola de Laje dos Negros na área de influência do Projeto Delfina.
Comunidade Indigenas
: Não Cita.
Colônias de pescadore
s: Não Cita.
Assentamentos Rurais
: Não Cita
Variáveis Logísticas
Dificuldades do relevo terrestre
: Caracteriza-se por um relevo montanhoso, com altitudes elevadas, de até 1.200m, com topos planos e vertentes íngrimes a escarpadas que configura a Serra do São Francisco.
Aeroporto
: 25km de Petrolina; 140km de Euclides da Cunha; 80km de Jacobina.
Rodovias
: A região está cercada por diversas rodovias estaduais (p. ex.: BA-131, BA-144, BA-381) e federal (BR-407).
Distância entre os pontos de fronteiras
: 232km de Sergipe; 262km de Alagoas; 122km de Pernambuco; 220km do Piauí.
Análise Integrada
Esta análise objetiva caracterizar de forma integrada os componentes fisicos, bióticos e socieconômicos presentes nas áreas diretamente afetadas pelo empreendimento.
A análise inicia-se na grande área de influência:
Extensão Territorial do município de Campo Formoso
e subdivide-se em
(i)

Região montanhosa - Serra do São Francisco e suas vertentes

e
(ii)

Baixadas do rio Salitre e seu entorno.


Considerações sob o item: Extensão Territorial do município de Campo Formoso
Este município pertence à região econômica de Piemonte da Diamantina (esta é uma das mais pobres e com menor grau de urbanização da Bahia).
Atividade econômicas importantes: Cimento em Campo Formoso, cobre em Jaguari, garimpo de esmeraldas, atividade pecuária e produção de sisal.
Bioma Caatinga
Na região do empreendimento ocorriam tráfico de pássaros silvestres. Com a melhoria dos acessos à região, por conta do empreendimento, haverá uma intensificação do problema.
Considerações sob o item: Região montanhosa - Serra do São Francisco e suas vertentes
Observa-se uma relativa estagnação das atividades econômicas, pautadas na pecuária e desenvolvidas de modo consevador e a maior parte para subsistência.
Relevo montanhoso, altitudes elevadas de até 1.200 m.
De acordo com o levantamento do patrimônio arqueológico cultural realizado na região, através de entrevistas com população residente nas comunidades e fazendas da área em estudo, a referida Toca, localizada no Povoado de Queixo Dantas, é mencionada como pertencente a um conjunto de cavernas, e sua denominação local é Olho D’água do Queixo Dantas. É citada ainda a presença de pinturas rupestres nesse local.
Considerações sob o item:Baixadas do rio Salitre e seu entorno
Em meio a essa região ocorre o Pediplano carstificado que compreende cavernas, dolinas, sumidouros, rios subterrâneos e paredões rochosos. Segundo ICMBio foram cartografados 23 ocorrências dentre cavernas, dolinas e sumidouros nessa região.
Durante o estudo arqueológico efetuado na área de estudo foi identificada a presença de diversos sítios arqueológicos, sendo a maioria de arte rupestre, com destaque para os povoados de Bicas, Queixo Dantas e Sumidouro, indicando o potencial arqueológico da área. Sendo assim, constata-se que a área de estudo abriga um dos maiores acervos de pinturas rupestres e sítios arqueológicos do Estado da Bahia.
Creating Shared Value (CSV)
Avaliação de Impactos Ambientais
Uma base de dados será organizada, bem como plataformas para facilitar a visualização do produto final. Conforme orientado no TR, uma matriz de materialidade é um instrumento que permite melhor visualização do projeto e sua sinergia com o território em questão.


Base de dados e matriz de materialidade
CRONOGRAMA
Variáveis Enel
De acordo com o TR da proposta técnica e comercial, a ENEL solicitou a consideração de uma lista própria (“Variáveis SEECA”) de variáveis ambientais, sociais e logísticas para a composição dos valores do projeto:
Áreas protegidas;
Recursos hídricos;
Supressão de vegetação;
Sítios arqueológicos;
Empreendimentos minerários;
Outros empreendimentos energéticos;
Comunidades quilombolas;
Comunidades indígenas;
Colônia de pescadores;
Assentamentos rurais;
Dificuldades do relevo terrestre;
Aeroportos;
Rodovias;
Distância entre pontos de fronteiras.

Full transcript