Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sistema Único de Saúde (SUS)

No description
by

Miriam Pires da Costa

on 26 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sistema Único de Saúde (SUS)

Princípios do SUS
Princípios doutrinários:
Princípios e Diretrizes
O que é?
Conjunto de ações e serviços de saúde prestados por órgãos e instituições públicas. É como o governo atende às demandas de saúde pública e gratuita da população.
Antes do SUS...
Uma breve história
INAMPS, criado em 1974 pelo regime militar - atendia os empregados de carteira assinada;
Na 8ª Conferência Nacional de Saúde, em 1986, foi implantado o o SUDS (Sistema Unificado e Descentralizado de Saúde);
A constituição de 1988 definiu a saúde como "direito de todos e dever do Estado";
O INAMPS foi incorporado ao Ministério da Saúde;
A Lei Orgânica da Saúde, em 1990, regulamentou o SUS.

Antigo carro Veraneio era a ambulância do INAMPS
Por que Sistema Único de Saúde?
A construção do SUS foi baseada nos preceitos constitucionais, e seguiu os três princípios a seguir:
Universalidade
"É garantida a atenção à saúde a todo e qualquer cidadão pelo Sistema Único de Saúde."
Equidade
"Todo cidadão é igual perante o SUS e será atendido e acolhido conforme as suas necessidades.

O SUS deve tratar desigualmente os desiguais."
Integralidade
"Deve-se considerar a pessoa como um todo, atendendo a todas suas necessidades."

As ações de saúde devem estar voltadas para o indivíduo e a comunidade:
Deve ser feita para eliminar ou controlar as causas de doenças e agravos, determinando ou condicionando o aparecimento de casos.
Promoção
Execução de atividades específicas para previnir riscos e exposição às doenças, mantendo o estado de saúde.
Proteção
Desenvolvida através de ações que evitem a morte dos enfermos, atuando diretamente sobre os danos.
Recuperação
Princípios organizacionais
Princípios do SUS
Regionalização e hierarquização
Organização dos serviços em uma área geográfica delimitada, com definição da população a ser atendida. O acesso será através dos níveis primários de atenção, que devem estar qualificados para atender e resolver os principais problemas que demandam os serviços de saúde.
Resolutividade
As atividades devem ser

eficazes
e
eficientes
:

Resultados positivos tanto no atendimento ao paciente quando aos problemas da comunidade;
Fazer o uso das técnicas mais adequadas;
Eliminação dos desperdícios;
Capacidade de enfrentar e resolver o problema até o nível da sua competência.


Participação da comunidade
Através de entidades representativas, a população poderá participar do processo de formação das políticas de saúde e controle da sua execução.

Também se promove a participação da comunidade quando são oferecidas informações e conhecimento.
Princípios organizacionais
Princípios do SUS
O interesse público deve prevalecer sobre o particular;
A instituição privada deve seguir os mesmos princípios do SUS (universalidade, equidade, etc), agindo como se fosse pública.
A integração dos serviços privados devem seguir o princípio de regionalização e hierarquização em conjunto com os serviços públicos.
Os serviços privados não lucrativos têm prioridade.
Complementariedade do setor privado
Quando o setor público não suportar a demanda, faz-se a contratação dos serviços privados, sob as seguintes condições:
Intersetoriedade
Parceria do sistema de saúde com outros setores da sociedade, como Educação, Trabalho e Emprego, etc.
Remete ao conceito de rede, criando relações com parceiros e a interdependência de serviços.
Descentralização
Redistribuição das responsabilidades;
"Quanto mais perto do fato a decisão for tomada, mais chance haverá de acerto."

Aos municípios cabe a maior responsabilidade na promoção das ações de saúde.
SUS
Município
Estado
País
Cidadão
INTEGRALIDADE DAS AÇÕES
Situação atual
Será essa a solução?
Miriam Pires da Costa
Graduanda em Tecnologia em Saneamento Ambiental - 4º período - IFG.
Full transcript