Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Segurança na Instrução

No description
by

Daniel Silva

on 10 June 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Segurança na Instrução

CTTEP Of / ST e Sgt
(INSTRUÇÕES DE QUADROS)
Assunto:

Segurança na Instrução Objetivos: - Apresentar, aos quadros da OM, o
Caderno de Instrução Prevenção de
Acidentes de Instrução (CI 32-1); e

- Apresentar, aos quadros da OM, o
Caderno de Gerenciamento de Risco Aplicado às Atividades Militares (CI 32-2).
Sumário 1. Introdução
2. Desenvolvimento a. Padronização da Nomenclatura
de Segurança
b. Funções de Segurança na OM
c. Normas Gerais de Segurança
d. "Dominó" do Acidente
e. Método de Gerenciamento de Risco
f. Preenchimento do Formulário de Gerenciamento
de Risco 3. Conclusão Acidente: Explosão de Granada de Mão
Local: 61 BIS - Cruzeiro do Sul
Ano: 2010
Acidentados: 05 Militares Mentalidade Maturidade Responsabilidade Comprometimento Conscientização Perícia Previsão Profissionalismo Normatização Acidente: Acidente em Mnt de Vtr Bld
Local: 1 RCC - Rio de Janeiro
Ano: 2004
Acidentado: 01 Militar X Mentalidade de Segurança
Segregação de Funções
Respeito aos Peritos
Busca pela Prevenção "Os acidentes, em sua esmagadora
maioria, não acontecem por acaso..." "...mas sim por descaso." Acidente: Disparo acidental de pistola
Local: Bda Inf Pqdt - Rio de Janeiro
Ano: 2010
Acidentado: 01 Militar Acidente na Instrução
- Acontecimento fortuito na execução da Instrução Militar, decorrente de causas imponderáveis, ou da negligência, imprudência ou imperícia de seus agentes, do qual resulta prejuízo material, dano pessoal ou, pelo menos, a ameaça constatável de que tais conseqüências poderiam ter ocorrido.
Fator contribuinte de acidente de instrução
- Condição (ato, fato ou combinação deles) que, aliada a outra (s), em sequência ou como conseqüência, conduz à ocorrência de um acidente ou que contribui para o agravamento de suas conseqüências.
Oficial de Prevenção de Acidentes
- Assessor do Comando da OM nos assuntos pertinentes à prevenção de acidentes de instrução e nas atividades de risco que envolvam o emprego de meios orgânicos.
Recomendação de Segurança
- Estabelecimento de uma ação ou conjunto de ações, de cumprimento obrigatório em um determinado prazo, dirigida a um público alvo e referente a uma circunstância perigosa específica, visando a eliminação ou o controle de uma situação de risco.
Vistoria de segurança
- Atividade de pesquisa e análise que visa à verificação de condições insatisfatórias ou fatores de perigo que afetem ou possam afetar a segurança da Instrução militar. Tem por objetivo, fornecer ao comando uma análise dessas condições ou fatores e recomendações para o planejamento e, principalmente, para a execução de medidas corretivas, com a FINALIDADE ÚNICA DE PREVENIR ACIDENTES NA INSTRUÇÃO.
Acidente: Queda de Vtr Bld de Ponte
Local: 29 BIB - Santa Maria
Ano: 2006
Acidentados: 08 Militares Regulamento Interno e
dos Serviços Gerais (RISG)
Funções de Segurança na OM - Oficial de Prevenção de Acidentes da OM
- Sargento de Prevenção de Acidentes da OM
- Oficial de Prevenção de Acidentes da SU
- Sargento de Prevenção de Acidentes da SU Prevenção de Acidentes Instrução Rotina
(Administração) Sumário a. Padronização da Nomenclatura
de Segurança
b. Funções de Segurança na OM
c. Normas Gerais de Segurança
d. "Dominó" do Acidente
e. Método de Gerenciamento de Risco
f. Preenchimento do Formulário de Gerenciamento
de Risco 3. Conclusão 1. Introdução
2. Desenvolvimento Acidente: Efeito do Calor (Rabdomiólise)
Local: Bda Pqdt - Rio de Janeiro
Ano: 2009
Acidentado: 01 Militar Normas Gerais de Segurança - Finalidade

- Como foram redigidas

- Ordem do Comando da OM Normas Gerais de Segurança 1) Emprego de Munições, Explosivos e Artifícios Pirotécnicos
2) Emprego de Armamento Leve
3) Emprego de Canhões, Obuseiros e Engenhos de Lançamento
4) Emprego de Granadas de Mão e de Bocal
5) Emprego de Simulacro de Granada
6) Deslocamentos Motorizados
7) Deslocamentos e Instrução com Viaturas Blindadas
8) Operações com Helicópteros
9) Defesa Química
10) Marchas e Estacionamentos
11) Pontagem e Embarcações
12) Técnicas Especiais de Combate
13) Instrução Militar Fora das Áreas Pertencentes ao Exército Brasileiro
14) Outras prescrições de segurança
Acidentes Provocados pelas Condições Climáticas (Distúrbios Térmicos) 1) Rabdomiólise
2) Intermação
3) Exaustão
4) Insolação
5) Hipotermia
Acidente: Falha na Munição de Can 90mm
Local: 4 Esqd C Mec - Santos Dumont
Ano: 2001 ou 2002
Acidentados: 02 Militares "Dominó" do Acidente INTERVALO Sumário 1. Introdução
2. Desenvolvimento a. Padronização da Nomenclatura
de Segurança
b. Funções de Segurança na OM
c. Normas Gerais de Segurança
d. "Dominó" do Acidente
e. Método de Gerenciamento de Risco
f. Preenchimento do Formulário de Gerenciamento
de Risco 3. Conclusão Gerenciamento de Risco - Início

- Objetivos Método de Gerenciamento de Risco
Aplicado às Atividades Militares CI 32-2 Caderno de Prevenção
de
Acidentes de Instrução CI 32-1 Acidente: Capotamento de Vtr sobre rodas
Local: 12 B E Cmb - Alegrete
Ano: 2010
Acidentados: 05 Militares "Os Seis Passos do Gerenciamanto de Risco" 1o Passo
(Determinação do Risco) - Experiência (empírico)
- Identificação dos riscos e classificação dos mesmos em Fatores de Risco (Operacional, Material, Infra-estrutura)
- Estudo da probabilidade de sua incidência
2o Passo
(Qualificação dos Riscos) - Atribuição de Pesos a cada risco levantado (avaliação pessoal) 3o Passo
(Cálculo da Probabilidade) - Soma ponderada dos riscos presentes em cada subfator
- Fornece a probabilidade de ocorrência dos riscos medidos

4o Passo
(Cálculo da Gravidade do Evento) - Cálculo realizado através de condições extras aos Fatores de Risco (Operacional, Material, Infra-estrutura) 5o Passo
(Cálculo do Risco Propriamente Dito) - Calcula-se o risco através da fórmula R=P x G 6o Passo
(Aplicação de Ações de Controle) - O cálculo de risco é comparado às faixas de risco
- A identificação da faixa a que corresponde o risco orienta o comandante envolvido em sua tomada de decisão
a. Padronização da Nomenclatura
de Segurança
b. Funções de Segurança na OM
c. Normas Gerais de Segurança
d. "Dominó" do Acidente
e. Método de Gerenciamento de Risco
f. Preenchimento do Formulário de Gerenciamento
de Risco Sumário 1. Introdução
2. Desenvolvimento 3. Conclusão Preenchimento do Formulário
Full transcript