Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Formação Social Econômica e Política do Brasil

Um visão panorâmica na história do Brasil
by

Aline Silva

on 16 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Formação Social Econômica e Política do Brasil

Formação Social, Política e
Econômica do Brasil Olhando a história, entendendo o presente
Construindo o futuro O Brasil colonial pelo olhar
de Jean Baptist Debret (1768-1848) No Brasil a coroa Portuguesa utiliza-se arbitrariedade para confiscar residências para uso próprio.
Essa realidade é vivida na atualidade.
Várias famílias sofrem ou já sofreram com essa realidade.
Para atender interesses governamentais sofrem perdas, demorando muito para serem restituídos ou encaminhados para outra moradia. Em março de 1816 chega ao Brasil, a
chamada Missão
Artística Francesa, da qual fazia parte Jean Baptiste Debret. Mudanças ao longo do tempo na cidade de Pelotas/RS Um artista à serviço
da corte Atento às questões sociais, Debret retrata a condição do negro no Brasil do séc. XIX, especialmente na cidade do Rio de Janeiro que nos primeiros trinta anos do século XIX teve a maior população escrava das Américas. AS HERANÇAS LUSITANAS QUE INFLUENCIAM OS BRASILEIROS AINDA NA ATUALIDADE (Baseados no filme
"Carlota Joaquina" O príncipe João VI foge para o Brasil para escapar do domínio da
França, influenciado pelo Lord Strandford.
Argumentou que os movimentos de independência cresciam
em Minas Gerias, através de Tiradentes.
Inglaterra patrocina a fuga de Portugal, mantendo o controle político,
econômico e militar em relação a Portugal. Mesmo conquistando sua independência o Brasil ainda

sofre influência estrangeira.
A partir do início do séc. XX ocorreu de forma mais intensificada.

Traçaram alianças de interesse mútuo, porém o objetivo dos
EUA é não permitir que o Brasil se desenvolva de tal forma que
se torne um grande rival. Uma dama de companhia de Carlota Joaquina recebe joias de uma súdita em troca de influenciar
a corte a libertar o filho preso.

Os portugueses trouxeram a cultura da propina para o solo brasileiro.

Essa prática atravessou a história brasileira.

Muitas denúncias se roubo, fraudes, atitudes ilícitas já veicularam na mídia.

Tanto de elementos da sociedade como também nas esferas públicas.

O Impeachment de Collor num esquema com PC Farias foi comprovado.

Mensalão, esquema de corrupção, julgamento de vários integrantes do PT. No filme os alimentos de melhor qualidade eram
vendidos à corte e os de pior qualidades eram cobrados
preços exorbitantes da população.

Esse tipo de exploração é observado ainda, comerciantes
aproveitam-se de certos eventos para exagerarem nos lucros.
Observou-se na conferência do Rio+20 os proprietários de
estabelecimentos de alimentação abusarem dos estrangeiros.
Preços insustentáveis foram cobrados de seus participantes. Desenvolvimento do
Brasil na Era Vargas A partir da proclamação da república o Brasil sofre transformações e
problemas na economia agrária.

Para atender ao regime republicano foi instituída a Constituição de 1891.

Garantiu alguns avanços políticos e o regime democrático.

Porém não fortaleceu a participação da população na política.

Os coronéis foram favorecidos com as eleições, controlavam
e garantiam a candidatura de seus candidatos.

As oligarquias agrárias eram favorecidas com implementação de leis que
fortaleciam esse setor.

Surge tenentismo movimento político/militar em oposição a situação. Com apoio das forças armada e intelectuais Getúlio Vargas assume a presidência provisória.

Seu discurso é pautado em medidas desenvolvimentistas.

O governo derruba a constituição , São Paulo se revolta e eclode uma revolução.

Militares controlam a rebelião, mesmo assim Getúlio Vargas atende os republicanos.

Em 1934 proclama uma nova Constituição.

Vários avanços nos direitos fundamentais foram garantidos.

1937 decretado Estado Novo, o Brasil passa para o regime ditatorial.

Getúlio Vargas focou no desenvolvimento industrial. Priorizou a fabricação de ferro e petróleo.

Várias industrias foram fundadas, estradas construídas, objetivando o desenvolvimento do interior brasileiro.

Decretos instaurados que vigoram até hoje como a CLT que regulamentou as relações de trabalho.

Apesar de um governo tão conturbado a Era Vargas transformou os rumos do país promovendo seu desenvolvimento econômico e social. Assembleia Nacional constituinte foi instalada em 1//02/1987 e promulgada em 05/10/1988

Objetivo: atender as dimensões do processo de redemocratização .

As emendas tiveram contribuição popular que foram enviadas através dos representantes da sociedade civil.

Constituição voltada para a efetivação dos direitos fundamentais.

1° Constituição que definiu a função social da propriedade e direito a desenvolvimento urbano.

Com o crescimento das cidades e a apropriação de espaço desordenada,

surgem os problemas urbanos.

Os movimentos populares urbanos passa a ganhar um espaço expressivo na sociedade;

Essas conquistas garantiram avanços nas legislações e políticas públicas. CONSTITUIÇÃO DE 1988 E O ESTATUTO DA CIDADE Estatuto da Cidade fundamenta a Constituição regulamentando
o artigo 182 e 183.

O Estatuto estabelece o Plano Diretor como instrumento de aplicação em
cada município.

Direitos Constitucionais de participação popular.
Orçamento Participativo através de assembleias para destinarem investimento de
verbas publicas.
Conselho de Habitação e Desenvolvimento urbano fiscaliza se as metas do Plano
Diretor estão sendo cumpridas.
Ainda assim o Direito Fundamental da Moradia não atingiu sua totalidade,
muitas famílias sofrem com a exclusão social. ATO INSTITUCIONAL N° 5, PONTO CULMINANTE DA DITADURA MILITAR E DA REPRESSÃO 13 de dezembro, instaurado o mais radical decreto da ditadura.

Fim da liberdade política.

O presidente Arthur da Costa e Silva teve seu poder ampliado.

Objetivo de reprimir ainda mais aqueles que se opunham ao governo.

Prisões de jornalistas e políticos que questionavam o governo.

Assassinatos, torturas, desaparecimentos e exílios movimentaram esse momento.

AI-5 tornou-se um dispositivo legal para proibir, justificar e neutralizar as atividades dos opositores.

A censura controlava a liberdade de expressão e a veiculação de ideias.

Proibiu o direito a defesa legal e o exercício políticos do cidadão.

21anos de ditadura militar caracterizada pela falta de democracia e o direito de liberdade de opiniões. Profissionais de várias áreas colaboraram na resistência democrática.
Cidadãos ansiavam por seus direitos civis negado.
Queriam participar ativamente da sociedade e sonhavam com a liberdade.
1985 fim da ditadura.
Movimento democrático cresce, Tancredo Neves, Ulysses Guimarães grandes defensores.
Constituição de 1988, determinante nesse processo.
1990 movimento caras pintadas garantiram as eleições diretas.
O Brasil ainda busca a soberania Social, econômica e política. O progresso no Sistema de Saneamento Básico
no Brasil Conjunto de medidas tomadas a fim de proporcionar uma situação de higiene saudável para a população de uma determinada região.
Realizado primeiramente por escravos
O vertiginoso crescimento das cidades, obrigou a tomada de medidas mais eficientes.
Brasil se vale de ajuda estrangeira. O termo favela referia-se, inicialmente, a uma vegetação
( Cnidoscolus quercifolius, popularmente chamada de favela) Favelização no Brasil As habitações improvisadas, sem infraestrutura, que ocupavam os morros passaram a ser
chamadas de favelas a partir de 1920 Em 2002 recebe a definição da ONU Um dos principais motivos de sua origem:
Revolução Industrial Vários municípios contam hoje com o "Programa de
Desfavelamento", além de programas que promovem o
desenvolvimento das favelas Biblioteca Municipal em 1900 Bibioteca Municipal atualmente Mercado Público, 1910 Mercado Público, 2012 Pelotas Provincial, séc. XVIII Pelotas do séc. XXI Obrigada! Ex: Contrato, em 25 de abril de 1857, de instalação de uma rede subterrânea de
esgoto e de águas pluviais com o inglês que John Frederic Russel.
No começo do século XX iniciada, efetivamente, a organização do serviço de
saneamento básico, com concessões entregues, pelas províncias, a companhias
estrangeiras.
Em 1968 criação do SFS- Sistema Financeiro de Saneamento que sustentou
o PLANASA - Plano Nacional de Saneamento. Fenômeno metropolitano: 88% dos domicílios em favelas estão concentrados em regiões com mais de 1 milhão de habitantes
Full transcript