Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TA PROEXT

No description
by

Ana Flavia Borba Coutinho

on 12 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TA PROEXT

Timeline 2013 2009 2010 2011 2012 Team 0 + - = 9 8 7 1 2 3 4 5 6 c INTRODUÇÃO E NÚMEROS A deficiência é um fenômeno global com impactos políticos, econômicos, culturais e sociais, e implicações para a sociedade como um todo.
Segundo dados da ONU, estima-se que 15,3% da população mundial (cerca de 978 milhões de pessoas dos estimados 6,4 bilhões de habitantes em 2004) possuíam “deficiências graves ou moderadas”, enquanto 2,9% ou cerca de 185 milhões enfrentavam “deficiências graves”. ACESSIBILIDADE E
TECNOLOGIA ASSISTIVA UNIVERSO As iniciativas de acessibilidade
visam uma sociedade mais justa
e plural para todos os 190 milhões
de brasileiros.
Quando as pessoas com deficiência
estão incluídas, toda a sociedade
ganha. CENSO 2010 FIM PROEXT
Profa Ana Flavia Coutinho Deficiência Motora Algumas dessas tecnologias e estratégias de acesso, (software) são gratuitas

São funcionalidades e utilitários do Sistema Operativo ou disponíveis na Internet.

Programas gratuitos que apresentam funcionalidades mínimas, mas podem ser suficientes para muitos utilizadores. Tecnologia Assistiva Tecnologias de acesso ao computador.

Equipamentos de Hardware ou programas de Software que permitem às pessoas com deficiência interagirem com o computador de forma plena, de acordo com suas capacidades. Tecnologia Assistiva Ajudas Técnicas
influência americana "assistive technology"

Tecnologia de Apoio

Tecnologia Assistiva
terminologia adota pelo
CAT - Comitê de Ajudas Técnicas (2007) Terminologia Consiste na flexibilidade de acesso à informação e interação das PcD relativa aos mecanismos de navegação e apresentação das páginas WEB, utilização de hardware e software. Acessibilidade na Informática Sua implementação é fundamental, dependendo, porém, de mudanças culturais e atitudinais.
As decisões governamentais e as políticas púbicas e programas são indispensáveis para impulsionar uma nova forma de pensar, de agir, de construir, de comunicar e de utilizar recursos públicos para garantir a realização dos direitos e da cidadania. Como fazer a acessibilidade acontecer? É um atributo essencial do ambiente que garante a melhoria da qualidade de vida das pessoas.
Deve estar presente nos espaços, no meio físico, no transporte, na informação e comunicação, inclusive nos sistemas e tecnologias da informação e comunicação, bem como em outros serviços e instalações abertos ao público ou de uso público, tanto na cidade como no campo. Acessibilidade Utilizadores de cadeiras de rodas;
Pessoas que têm dificuldades de andar, com ou sem ajuda;
Pessoas idosas ou debilitadas;
Os muito jovens (com menos de 5 anos de idade);
Pessoas que sofrem de artrite, asma, ou problemas de coração;
Pessoas com deficiência visual e/ou auditiva;
Pessoas que têm uma deficiência cognitiva, incluindo demência, amnésia, lesão cerebral ou delírio;
Mulheres em estado avançado de gravidez;
Pessoa com deficiências derivadas do uso do álcool, ou outras drogas como cocaína e heroína, e alguns medicamentos;
Pessoas que perderam total ou parcialmente as capacidades relacionadas com a linguagem (afasia);
Pessoas deficientes devido à exposição à poluição ambiental e/ou irresponsabilidade da acção humana. Pessoas com atividade limitada Antes de tudo é uma pessoa…


Pessoa com necessidades especiais

Engloba não apenas as pessoas com deficiência, mas pessoas com necessidades específicas como idosos, crianças com dislexia,com defict de aprendizagem, etc. Pessoa com deficiência A terminologia acompanhou a mudança de compreensão sobre a deficiência

NÃO USAR:
"deficiente”,
“portador de deficiência”,
“portadores de necessidades especiais”. Pessoas com deficiência Medidas caritativas e assistencialistas tiveram que ser revistas e modificadas, para dar lugar ao protagonismo das pessoas com deficiência
Os espaços públicos e de uso coletivo não poderiam mais ser excludentes;
A acessibilidade ao meio físico, ao transporte, à comunicação e à informação deveria ser provida a fim de garantir que todos, sem exceção, pudessem fruir de seus direitos com equiparação de oportunidades.
Um marco legal nacional deveria ser construído para que a igualdade de oportunidades fosse garantida. Mudanças A deficiência é vista como uma característica da condição humana como tantas outras.
As pessoas com deficiência têm direito à igualdade de condições e à equiparação de oportunidades
Devem ter garantidos e preservados seus direitos, em bases iguais com os demais cidadãos.
Necessidade de mudanças estruturais em relação às políticas públicas Década de 60
houve uma politização do tema da deficiência, encabeçada por ativistas e organizações de pessoas com deficiência ao redor do mundo, o que resultou em maior visibilidade e importância da questão para os agentes políticos e para a sociedade em geral
Deficiência era o resultado de algum impedimento físico ou mental, presente no corpo ou na mente de determinadas pessoas.
Segundo essa visão, a deficiência deveria ser tratada e corrigida, e a pessoa deveria receber algum tipo de intervenção de profissionais para “resolver” o “problema”, e assim se adaptar à maneira como a sociedade é construída e organizada. Quem é deficiente? Utilitário de visualização que torna a tela mais legível para utilizadores com problemas visuais.
Cria uma janela separada que mostra uma parte da tela ampliada. Também pode alterar o esquema de cores da janela de ampliação para uma visualização mais fácil.
Pode mover ou redimensionar a janela Magnifier, ou arrastá-la até ao limite da tela e bloqueá-la na posição onde se encontra.
Foi concebido para fornecer um nível mínimo de funcionalidades para os utilizadores com deficiências visuais ligeiras. Ampliador Microsoft Magnifier Botão esq. – nº 5
Botão dir.- sinal +
Arrastar – nº 0
Soltar - tecla Del
Movimentar o cursor – setas
Movimentos diagonais - teclas Home, PgUp, PgDn e End do teclado numérico. http://assistiva.mct.gov.br/ Como uma pessoa CEGA utiliza o computador… Com os editores de texto, leitores de tela e sintetizadores de voz conjugados, o cego pode trocar e-mails com pessoas de qualquer parte do mundo, ler com total independência qualquer jornal, livros digitalizados, participar em listas de discussão e jogos de entretenimento. As pessoas com deficiência e o computador Um indivíduo cego terá mais dificuldades por não conseguir ver o cursor na tela;

Portanto não poderá usar os paradigmas de apontar com o mouse, nem ler o que está escrito na tela.

O mesmo raciocínio se aplica a uma pessoa idosa ou com baixa visão. Deve Utilizar: legendas e mensagens que piscam ao invés de som. A pessoa surda ou com baixa audição necessita de representação visual para toda informação sonora apresentada no computador. Como um surdo utiliza o computador… As pessoas surdas poderão ter dificuldade em entender o que está escrito, pois o português é a sua segunda língua, a sua primeira é a língua de sinais (LIBRAS). As pessoas com deficiência auditiva e o computador Como uma pessoa com deficiência motora utiliza o computador… Precisa de alguma interface que substitua o mouse e/ou o teclado.

Podem ser:
- programas de computador;
- ou equipamentos. As pessoas com deficiência motora e o computador Uma pessoa com deficiência motora, com dificuldades de movimentos ou ausência dos braços não poderá usar o teclado nem o mouse, a não ser acionando estes dispositivos com outros membros (por exemplo os pés ou a língua). Comitê de Ajudas Técnicas - instituído em 16/nov/2006, no âmbito da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República
Tem a perspectiva de apresentar propostas de políticas governamentais e parcerias entre sociedade civil e órgãos públicos para trabalhar ajudas técnicas, dentre outras funções. CAT Acessibilidade significa promover flexibilidade para acomodar as necessidades e preferências de cada perfil de utilizador.

Norma Brasileira NBR 9050-1994

"Possibilidade e condição de alcance para utilização, com segurança e autonomia, de edificações, espaço, mobiliário e equipamentos urbanos…" Acessibilidade “… pessoas, de todas as idades, que estão impossibilitadas de executar, independentemente e sem ajuda, atividades humanas básicas ou tarefas resultantes da sua condição de sáude ou deficiência física/mental/cognitiva/psicológica, de natureza permanente ou temporária.” Pessoas com atividade limitada Essa compreensão foi dando lugar à ideia de que a exclusão vivida pelas pessoas com deficiência era, na verdade, provocada pela organização social contemporânea,

A deficiência passou a ser entendida como produto das barreiras físicas, organizacionais e atitudinais presentes na sociedade, e não culpa individual daquele que tem a deficiência. Ampliador Microsoft Magnifier
Teclado Virtual

Iniciar >
Programas >
Acessórios >
Acessibilidade > Utilitários de Acessibilidade Opção para quem não consegue manipular o mouse.

Permite utilizar o teclado numérico para deslocar o cursor e para executar as funções normais de um mouse. Mouse por Teclado Como uma pessoa CEGA utiliza o computador… A Informática, como o braille, entrou na vida das pessoas cegas como um vertiginoso meio de integração social, abrindo um horizonte infinito de informação, educação, cultura, mercado de trabalho e comunicação. Quem é deficiente? Como uma pessoa CEGA utiliza o computador… O teclado comum é a ferramenta de que o deficiente visual dispõe para fazer operações no computador.

Devido a uma norma internacional de datilografia, os teclados possuem na parte inferior, nas letras J e F, um alto-relevo.




“Nada sobre nós, sem nós” O ambiente A pessoa A pessoa O ambiente Quem é deficiente? O ambiente Como as pessoas com
deficiência usam o
computador ? Stephen Hawking O físico britânico Stephen Hawking, o mais famoso e um dos mais respeitados do mundo, anunciou que em 2009 iria se tornar turista espacial.
Mas como, afinal, ele tem o corpo totalmente paralisado devido a uma doença degenerativa (ELA) diagnosticada quando ele tinha 21 anos. Os médicos naquela época lhe deram dois anos de vida. Ela já tem 65 e continua surpreendendo. O seu corpo é paralisado, mas a sua mente não.

A sua voz é transmitida por um sintetizador a partir de um comando dado por ele utilizando um músculo do olho.

Parece ficção científica, mas não é, trata-se de realidade pura. É a tecnologia assistiva Trackball TRACKBALL
dispositivo apontador que substitui o mouse.
é um periférico convencional que pode ser uma excelente alternativa ao mouse
A bola que controla o movimento do cursor está colocada na parte superior e pode ser manipulada com os dedos, com a palma das mãos ou com um coto.
A disposição das teclas e a possibilidade de as programar são outras características que podem fazer a diferença.
Pessoas tetraplégicas com movimento residual numa mão podem beneficiar desta solução. TA = vencer barreiras = garantir acesso TA é uma área do conhecimento, de característica interdisciplinar, que engloba produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à atividade e participação, de pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social. (CAT, 2008) Na perspectiva da educação inclusiva, a TA deve favorecer a participação do aluno com deficiência nas diversas atividades do cotidiano escolar, vinculadas aos objetivos educacionais comuns.
Ex.: materiais escolares e pedagógicos acessíveis,
comunicação alternativa,
recursos de acessibilidade ao computador,
recursos para mobilidade, localização, a sinalização,
mobiliário que atenda às necessidades posturais, entre outros. Sala de recursos multifuncional AEE
Full transcript