Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Os 4 estilos de comunicação

No description
by

Regina Areosa

on 31 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Os 4 estilos de comunicação

Direto
Comentários hostis e humilhantes
Insultos
Ameças

Indireto
Sarcasmo
Comentários maliciosos
Estilos de comunicação
Comunicação Organizacional
Os 4 Estilos
Passividade
Manipulação
Manipulação (Definição)
Interferência ou influência indevida exercida sobre um processo natural
(in dicionário da língua portuguesa)

Agressividade

SUMÁRIO
1. Os 4 estilos de comunicação
2. Passividade
3. Manipulação
4. Agressividade
5. Assertividade
6. Questionários
Assertividade
É uma tendência para agir ou responder de forma violenta

É um conjunto de padrões de atividade que se podem manifestar com intensidade variável, desde as expressões verbais e gestuais à agressão física

Superior aos outros
Não ouve os outros e monopoliza a comunicação
Atitude dominadora
Sabe tudo
Pode ser eficaz em situações de crise
Tende a alienar as pessoas e a provocá-las
Pensa que os seus objetivos estão a ser sabotados
O agressor
Atitude de agressividade perante as pessoas e os acontecimentos

O que ataca prefere submeter os outros, fazê-los vergar mesmo em seu detrimento

O Ataque
Uma elevada taxa de frustrações no passado

O medo latente

O desejo de vingança

Origem da atitude agressiva
Por factores internos ou externos à pessoa.

Origem da atitude agressiva
"Neste mundo é preciso um homem saber impor-se"

"Prefiro ser lobo a ser cordeiro"

"As pessoas gostam de ser guiadas por alguém com um temperamento forte"

"Se eu não tivesse aprendido a defender-me já há muito tinha sido devorado"

"Os outros são todos uns imbecis"

"Os outros são todos uns idiotas"

"Só os fracos e os hipersensíveis é que podem sentir-se agredidos"
Alibis usados pelo agressor
o "autocrata" que obtém o consentimento pelo medo
o "rebelde" que se sente imbuído de um espírito de denúncia
o "espírito de contradição"
o "sabotador"
a "pessoa que quer endireitar o mundo"
a "pessoa vingativa"
a "pessoa que desvaloriza tudo e todos"
o "pretensioso" que esmaga os outros com os seus conhecimentos
o "susceptível" que suporta mal a mínima contrariedade
Comportamento Verbal
Postura:
Tensa e rígida
Movimentos irregulares ou estáticos
Face levantada

Comportamento Não-Verbal
Comportamento Não-Verbal
Comportamento Não-Verbal
Comportamento Não-Verbal
Gestos:
Hostis, ameaçadores e depreciativos
Movimentos bruscos
Mãos cerradas ou a apontar
Movimentos de cabeça rápidos e abruptos
Violência física

Expressão facial:
Testa franzida, dentes cerrados, ar tenso, olhar fixo, boca firme
Sorriso sarcástico

Voz
Tom alto ou ríspido
Discurso preciso e risos sarcásticos que parecem ordens ou sentenças

A atitude passiva é uma atitude de evitamento
perante as pessoas e acontecimentos.


-Evita o conflito

-Sublima as suas necessidades e sentimentos para satisfazer as outras pessoas

-Desiste facilmente quando é desafiada

- Acomoda-se

-Dificilmente diz “não”

-Muito sensível às opiniões dos outros

-Torna-se com muita frequência, num explorado e vítima de tudo e de todos

-Apresenta com elevada frequência sintomas de natureza psicossomática. 

-Roer as unhas
-Estar frequentemente ansioso
-Ter insónias

-Desvia o olhar do interolocutor
e/ou olha para baixo

-Revela uma postura retraída

-Fala com voz fraca lamurienta
ou hesitante

-Sorri de modo forçado


-"Não quero dramatizar situação"

-"Não sou o único a lamentar-me"

-"É preciso saber fazer concessões"

-"Não gosto de prolongar discussões com intervenções pouco construtivas"


-Falsa representação da realidade

 -Desvalorização das suas capacidades
para resolver problemas

-Medo de falhar

-Uma educação severa e rígida ,
ambiente familiar particularmente difícil
e disfuncional

Exemplo prático
Manipulador
Pessoa que condiciona/ influencia os outros com vista a retirar proveito próprio
Características

Utiliza técnicas para influenciar as outras pessoas
Não expõe diretamente os seus objetivos
Culpabiliza os outros , de modo a alcançar o que pretende
Apresenta formas de comunicação distintas, isto é, consoante o interlocutor
Considera-se superior aos que o rodeiam
Ligação estratégia com os outros
Altera a informação sobre as pessoas de forma exagerada



Perda de reputação
Utilização do próprio poder como forma de vingança
Afasta os outros, uma vez que perde a sua confiança


Consequências

A assertividade integrada na comunicação diz respeito a uma estratégia utilizada por parte do indivíduo, na qual o sujeito ao intervir, tem a capacidade de defender as suas convicções de forma objetiva, segura e respeituosa com a finalidade de obter algo da outra parte.

Professora Filomena de Almeida

Ana Regina Areosa
Gonçalo Melo
Henrique Dias
Inês Condeça
Joana Cunha
Patrícia Fonseca
William Lopes

Ideias Irracionais
Características
Comportamento Não Verbal

As Origens da Comunicação Passiva
A assertividade
Defende as suas convicções, respeitando as dos outros;
Recebe opiniões e críticas com agrado;
Discursa de forma firme, segura e respeituosa;
Abertura à negociação e compromisso;
Facilidade em conduzir e administrar um conflito;
O comportamente é da sua própria responsabilidade;
Capacidade de exprimir o seu desacordo, dizendo “Não” quando necessário;
Não adoção de comportamentos como a autonegação;
Estabelece uma relação de confiança com outros

Características do assertivo
Negociar objetivos de forma clara e concreta em função de interesses comuns.
O objetivo
Comportamento não Assertivo
Alcançar os objetivos por meio de outras pessoas. Valoriza-se, desvalorizando os outros.

Objetivo
Falta de honestidade no discurso
Recorre à ironia e adulação
Cria rumores/intrigas
Falsidade na preocupação com os outros
Utiliza o “nós” em vez do “eu”
Comportamento Verbal
Evita o contacto visual
Sorri frequentemente, no entanto, de forma ilusória
Atitude inclinada sobre os outras pessoas
Comportamento Não Verbal
Situações que nos levam a ser não assertivos na comunicação

Mitos não assertivos
Mito do bom amigo
Mito da modéstia
Mito da Obrigação
Mito da ansiedade
Situações em que as pessoas são auto-críticas, tendo uma auto-imagem negativa. Têm dificuldade em aceitar elogios



Deve-se

Aceitar que todos temos qualidades que devem ser partilhadas

Situações em que as pessoas têm dificuldade em dizer “não” ou em fazer pedidos



Deve-se

Aceitar que todos podemos fazer e recusar pedidos sem termos sentimento de culpa

Sentimento de que os outros se aproveitam constantemente


Deve-se

Aceitar que uma comunicação sincera é essencial. Apenas com um bom feedback é possível fazer alguém mudar

Situações em que as pessoas apresentam fobia da sua própria ansiedade e que têm medo de mostrá-la aos outros


Deve-se

Tentar controlar esse sentimento, não tendo receio de mostrar fragilidade

Método que permite o treino e desenvolvimento de atitudes assertivas

Eu vejo:
Descrever situação

Eu penso:
Interpretar situação

Eu sinto:
Expressar o sentimento

Eu quero:
Expressar a decisão ou vontade

Eu pretendo:
Expressar a finalidade dos comportamentos ou sentimentos

Técnica dos 5 Eu's
- Aumenta a auto-confiança
 
- Diminui a ansiedade 

- Aumenta as reacções positivas dos outros 

- Favorece a comunicação interpessoal 



Compromissos com maior safistação para ambas as partes


Vantagens da Assertividade
Comportamento não-verbal
 Linguagem simples, clara e directa
 Utilização da 1º pessoa
 Utilização da negociação como resolução de conflito
 Promove a troca de opiniões, vontades e sentimentos do interlocutor
 Rigor e segurança na afirmação.

Comportamento Verbal
Exercício Prático
\


Eu vejo:
"Ouvi o som da televisão muito alto."

Eu penso:
"Julgo que não baixaste o som."

Eu sinto:
"Sinto-me incomodada com o barulho da tv."

Eu quero:
"Para a próxima podes baixar o som."

Eu pretendo:
"Pretendo conseguir estudar."
Técnica dos 5 Eu's

Ninguém é 100% Assertivo
Punição
Reforço
Modelagem
Falta de Oportunidade
Padrões Culturais e Crenças Pessoais
Incerteza Relativa aos Próprios Direitos
Consequências
Full transcript