Loading presentation...
Prezi is an interactive zooming presentation

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sermão de Santo António aos Peixes

No description
by

Beatriz Almeida

on 28 February 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sermão de Santo António aos Peixes

Sermão de Santo António aos Peixes
Sermão alegórico
Relação intertextual com a
"Mensagem", de Fernando Pessoa
Conceptismo e cultismo da arte barroca
Conceptismo
vertente do barroco
culto excessivo dos conceitos
as ideias não são expressas diretamente - labirinto para o pensamento
Cultismo
uso excessivo da forma e do conceito
jogos de palavras, jogos de imagens, paralelismos, simetrias e contrastes
Beatriz Almeida
12º ano

Estrutura do Sermão
Padre António Vieira
Exórdio
Exposição
Confirmação
Peroração
Conceito predicável: "Vos estis sal terrae" (S. Mateus, 5)
versículo base e tema de todo o sermão
Segue o exemplo de Santo António que, como os homens não o ouviam, pregou aos peixes
Exposição
ouvores aos peixes em geral
- bons ouvintes
- obedientes
- tranquilos
- devotos
- prudentes
L
R
epreensões aos peixes em geral
-ignorantes
- cegos e vaidosos
- comem-se uns aos outros
(pior! são os grandes a comerem os pequenos)
Confirmação
L
ouvores aos peixes em particular
Peixe de Tobias
Rémora
Torpedo
Quatro-olhos
R
epreensões aos peixes em particular
Roncadores
Pegadores
Voadores
Polvo
Poder curativo
Peixe de Tobias
Comparado a Santo António pelo:
- Bom coração, que afasta os demónios
- Precioso fel, que cura a cegueira, tal como as palavras de Santo António curam a cegueira das almas
Rémora
Força e Determinação
As rémoras impedem as embarcações de avançarem quando se pegam aos lemes
tal como
As palavras de Santo António domam as paixões humanas
Torpedo
Energia
Este peixe faz tremer os seus atacantes com descargas elétricas
tal como
As palavras de Santo António fazem tremer o auditório
Quatro-olhos
Vigilância
Atento a todos os perigos, que vêm de todas as direções
tal como
Santo António, que olhava para o Céu e para o Inferno
Roncadores
Arrogância
Muitas palavras e poucas ações, característica comum no Homem
Conselho:
Calar e imitar Santo António, que não se gabava do seu poder e saber
Crítica:
Pegadores
Dependência e Oportunismo
Crítica:
Parasitas, que se agarram aos maiores e vivem à custa deles, tal como os homens
Conselho:
Apenas pegar a Deus
Chegar aos grandes, mas não de tal maneira que morreis por eles
Voadores
Presunção e Ambição
Crítica:
Quererem ser melhor que os outros peixes porque também querem voar como as aves
O que os mata é a presunção, o capricho e a vaidade de voar
Como têm a ambição de serem peixe e ave, enfrentam os perigos dos dois
Conselho:
Contente-se cada um ao seu elemento, pois quem tudo quer, tudo perde
Ser humilde, imitai Santo António que escondeu o seu conhecimento, pois se estiverem escondidos estão mais seguros
Polvo
Hipocrisia e Traição
Crítica:
Hipocrisia, pois debaixo de um manto de mansidão e brandura é maior traidor do mar (usa a camuflagem para apanhar as suas víctimas)
Malícia, artifíco e cinismo
Paralelismo com a terra, pois nela também há falsidade, enganos, fingimentos, ciladas e muito maiores traições
Conselho:
Pôr os olhos em Santo António, exemplo de candura, sinceridade e verdade
Muitas almas já chegam mortas quando se prestam a Deus, por terem nelas o pecado mortal. Os peixes não sofrem disso
Há o reconhecimento da sua natureza humana por parte do Padre António Vieira - desejo de ser peixe para poder fugir à justiça divina
Os peixes devem sacrificar-Lhe o respeito e a reverência
Pede o louvor a Deus e dá os motivos para tal
Tal como Fernando Pessoa, também o Padre António Vieira tinha um espírito profético e otimista
acreditava na existência de um Quinto Império português
Não um império tão espiritual, mas na antecipação do modelo de Estado Social que queremos hoje
Portugal poderia recuperar a potência que tinha sido
Linguagem e Estilo
claro e conciso
Encadeamento lógico de ideias, usando marcadores discursivos
Utiliza diversos recursos expressivos,como hipérbatos, interrogações retóricas, apóstrofes, ironias, paralelismos, enumerações, trocadilhos e personificações
Vós sois o sal da terra
A função do sal é impedir a corrupção, mas se há sal, qual a causa da corrupção na terra?
Resposta:
Ou o sal não salga ou a terra não se deixa salgar
Sal não salga
Os pregadores não pregam a verdadeira doutrina
Os pregadores dizem uma coisa e fazem outra
Os pregadores pregam a si e não a Cristo
Terra não se deixa salgar
Os ouvintes não querem receber a doutrina
Os ouvintes querem imitar o que pregadores fazem em vez de fazerem o que ele dizem
Os ouvintes em vez de servirem a Cristo, servem a si próprios
Full transcript