Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Merchandising e Tie in

No description
by

Bruna Alves

on 8 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Merchandising e Tie in

Seminário - Tie in & Merchandising
Tie In
No Brasil o termo Merchandising é comumente usado de maneira incorreta, quando deveria ser usada a denominação Merchandising Editorial, ou Tie In, ou mais recentemente Product Placement.
Este se refere à prática de inclusão sutil de produtos, serviços, marcas e empresas em obras de entretenimento, principalmente audiovisuais, como novelas, filmes, games etc.
Podemos observar o Tie In em
novelas, seriados, filmes
e em
outras mídias
. Exemplo de como o merchandising editorial é eficaz são os contratos milionários, renovados anualmente, de empresas como Natura e AVON com a Rede Globo. A Natura detém o direito de divulgação de seus produtos nas
novelas
das 20h, já a AVON nas novelas das 19h, independente do roteiro a ser exibido.
De forma resumida...
Quando falamos de Tie-in, falamos das aparições sutis de um refrigerante no bar da novela, da sandália que a mocinha da história usa explicitamente. Tei In é uma ação integrada ao desenvolvimento do esquema editorial, por encomenda. Possui custos mais elevados que os da propaganda em si, pois é "digerida" pelo publico com muito mais facilidade do que os comercias comuns nos intervalos. Apesar do nome, essas ações não têm nenhuma relação com o verdadeiro merchandising.
No Brasil, o Merchandising editorial já é utilizado há bastante tempo, para se ter uma ideia o programa humorístico Família Trapo, transmitido ao vivo pela TV Record (1967/1971) já utilizava este tipo de divulgação. Transmitido nas noites de domingo, o programa foi líder de audiência durante três anos consecutivos e, portanto, um atrativo a mais para despertar o interesse do mercado anunciante.
Merchandising Editorial no Brasil...
Vídeo
Alpargatas Havaianas
Família Trapo
A primeira experiência de merchandising na TV Brasileira foi em 1969, na TV Tupi, na telenovela Beto Rockfeller, onde um personagem amanhecia das noites de farra com ressaca e tomava um antiácido efervescente Alka Seltzer da Bayer. Mas os primeiros grandes casos de merchandising têm registro com a novela Dancing Day’s, em 1979, onde a atriz Sônia Braga, que fazia papel de Júlia, usava calças jeans Staroup. A década de 80 se consolidou na efetiva ferramenta do merchandising, ampliando o faturamento das emissoras.
O conceito de
product placement
faz parte do merchandising editorial, surgiu quando as emissoras de televisão viram que o seu ponto-de-venda eram os programas. Foi a partir desse momento que o product placement ganhou espaço nas emissoras de televisão.

No Brasil, o recadinho em programas de auditório se tornou bastante popular, assim como o product placement em novelas, que ficou conhecido aqui apenas como merchandising. Essas propagandas são usadas em novelas. Elas podem estar inseridas de três maneiras: verbal, visual e integrada.
Product Placement na Televisão
A forma verbal, também conhecida como script placement, é quando a marca é falada na história. Seja num recadinho ou naquele momento da novela em que há uma praticamente uma pausa no desenvolvimento da trama para a exibição do produto
Script Placement
Exemplo: Vídeo retirado da novela "Bicho de Mato".
Na forma visual, também conhecida como screen placement, o produto apenas é mostrado visualmente, sem diálogos com o nome da marca ou do produto. Em compensação, a logomarca do produto/marca é exibida quase que escancaradamente para o espectador. Essa forma pode ser vista até em novelas antigas como Roque Santeiro.
Screen Placement
Exemplo: Vídeo "calcinhas HOPE".
Plot Placement
Exemplo: Vídeo "Lukscolor – Insensato Coração".
O plot placement é a forma integrada de product placement. Nele, o produto é inserido dentro da trama, como parte integrante de algo que se passa com os personagens. Pode ser usado como forma de desenvolvimento de uma ação, como algo útil ou extremamente necessário ao personagem no momento. Esse tipo de product placement não era comumente usado na televisão, mas atualmente vemos em algumas novelas.
Merchandising
Surgimento do Merchandising
O merchandising como hoje é conhecido, surgiu como parte do próprio conceito de marketing, e intensificou-se com o surgimento do autosserviço nos Estados Unidos na década de 1930.

Aos poucos, as lojas foram se transformando em lojas de autosserviço, onde o consumidor escolhe os produtos de forma independente.
Hoje o merchandising é algo muito mais completo, que procura acompanhar todo o ciclo de vida de um produto, desde a adequação de sua imagem para os pontos de venda até o acompanhamento de sua performance diante de seus consumidores.
Merchandising é...
Qualquer técnica, ação ou material promocional usado no ponto-de-venda, que proporcione informação e melhor visibilidade a produtos ou serviços, com o propósito de motivar e influenciar as decisões de compra dos consumidores.


Ou seja ...
É o conjunto de atividades de marketing e comunicação destinadas a identificar, controlar, ambientar e promover marcas, produtos e serviços nos pontos-de-venda.

É responsável pela apresentação destacada de produtos na loja, criando espaço e visibilidade, de tal maneira que acelere sua rotatividade.



Tipos de Merchandising
Sedução

Organização/Gestão
Os Três Elementos do Merchandising

As pessoas envolvidas no processo de merchandising são de extrema importância para a ação, como por exemplo:

Repositores, que são responsáveis pela organização e manutenção do espaço físico e das gondolas na área de exposição do produto.
2. Materiais
Adesivação
Displays de Balcão
Displays de Balcão
Displays de Chão
Displays de Chão
Displays de Chão
Wobbler
Wobbler
Take One
Take One
Adesivação
1. Pessoas
3. Técnicas
São várias as empresas de diversos ramos que recorrem a aromatizantes para fidelizar os clientes e posicioná-las com a identidade olfativa.

Segundo a Associação Brasileira de Aromaterapia, lojistas já recorrem a aromatizantes para serem utilizados nos seus pontos de venda; há até peças publicitárias com aromas. Cada aroma é indicado para um tipo de atividade
Merchandising Olfativo
É a utilização de sons e luzes em ambientes para estimulo de bem estar e estabelecer uma identidade a marca ou loja, muitos lojistas hoje utilizam o recurso de sonorização e iluminação para
estabelecer um conceito de bem estar aos seus clientes, outros utilizam a técnica como identidade fazendo uma trilha ou uma iluminação especifica dentro das lojas.
Sonorização e Iluminação de Ambientes
Exemplo de Iluminação - Aconchegante
Restaurante - Outback Steakhouse
São as técnicas de exibição de produtos.
Exibitécnica
Apresentação por Grupo de Cores / Horizontal
Apresentação Vertical
Apresentação por produtos

Normalmente é utilizado para artigos volumosos. Em geral, um único tipo de produto se dispõe em um expositor da parede. Evidencia ao cliente as opções de produtos, cores e tamanhos.
Apresentação por Produtos
Apresentação Simétrica
Apresentação por Cores Alternadas
Apresentação Anatômica
Exemplo de Merchandising Olfativo
Loja Melissa
Obrigado!
Full transcript