Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Princípios da Economia - Prof. Karen

No description
by

Camile Girelli

on 2 August 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Princípios da Economia - Prof. Karen

Conceitos básicos
Referência básica:
MANKIW, N. Gregory.
Introdução à economia.
6. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2014.
Referência complementar:
MACKAAY, Ejan; ROUSSEAU, Stéphane.
Análise Econômica do Direito.
2. ed. São Paulo: Atlas, 2015.
Escassez:
Significa que a sociedade tem recursos limitados e, portanto, não pode produzir todos os bens e serviços que as pessoas desejam.
Economia:
Consiste no estudo de como a sociedade administra seus recursos escassos.
Eficiência:
A forma que a sociedade tem de obter o máximo possível a partir de seus recursos escassos.
Igualdade:
A propriedade de distribuir a prosperidade econômica de maneira uniforme entre os membros da sociedade.
Como as pessoas enfrentam
Tradeoffs
Tradeoffs
é um termo que define uma situação de escolha conflitante, isto é, quando uma ação econômica que visa à resolução de determinado problema acarreta, inevitavelmente, outros.

"Se um país escolhe investir em defesa militar (armas), terá menos dinheiro para investir em bens de consumo (manteiga)”.
O custo de alguma coisa é aquilo de que você desiste para obtê-la

As pessoas racionais pensam na margem
As pessoas reagem a incentivos
O comércio pode ser bom para todos
Os mercados são geralmente uma boa maneira de organizar a atividade econômica
As vezes os governos podem melhorar os resultados dos mercados
O padrão de vida de um país depende de sua capacidade de produzir bens e serviços
A sociedade enfrenta um
tradeoff
de curto prazo entre inflação e desemprego
Os preços sobem quando o governo emite moeda demais
"Nossa riqueza é limitada, e nosso tempo também. Não podemos estar em vários lugares ao mesmo tempo. Escolher uma opção significa renunciar a uma outra." Mackaay; Rousseau.
Uma
pessoa racional
faz o melhor para alcançar seus objetivos, sistemática e objetivamente, conforme as oportunidades disponíveis.

Os economistas usam o termo
mudanças marginais
para descrever pequenos ajustes incrementais a um plano de ação existente. Lembre-se de que “margem” pressupõe a existência de extremos, portanto, mudanças marginais são ajustes ao redor dos “extremos”, daquilo que você está fazendo.
Princípios de Economia Política
Prof. Dra. Karen Beltrame Fritz
Eficiência:
tamanho do bolo econômico.

Igualdade:
como o bolo é dividido.
Os princípios da economia são divididos em:

* como as pessoas tomam decisões;
1) as pessoas enfrentam os tradeoffs;
2) o custo de alguma coisa é aquilo de que você desiste para obtê-la;
3) as pessoas racionais pensam na margem;
4) as pessoas reagem a incentivos.

* como as pessoas interagem;
5) o comércio pode ser bom para todos;
6) os mercados são geralmente uma boa maneira de organizar a atividade econômica;
7) às vezes os governos podem melhorar os resultados dos mercados.

* como a economia funciona:
8) o padrão de vida de um país depende de sua capacidade de produzir bens e serviços;
9) os preços sobrem quando o governo emite moedas demais;
10) a sociedade enfrenta um tradeoff de curto prazo entre inflação e desemprego.
1)
2)
3)
4)
5)
6)
7)
8)
9)
10)
1) Ajudará a entender o mundo em que vivemos;


2) Poderá te auxiliar na tomada de decisões econômicas;


3) Proporcionará melhor entendimento sobre o potencial e sobre os limites da política econômica.

Por que estudar Economia
A palavra 'economia' vem do termo grego 'oikonomos' e pode ser entendida como 'aquele que administra um lar'.
Uma família precisa tomar várias decisões...
eu faço o
jantar!
eu levo o Toby passear!
eu guardo os
brinquedos!
eu faço a
contabilidade!
eu escolho
o filme!
eu lavo a
roupa!
eu faço
bagunça!
Assim como as famílias, a sociedade também precisa tomar várias decisões.
quem vai produzir os alimentos?
como a renda será distribuida?
quem terá acesso à educação?
e à saúde?
quem terá melhor qualidade de vida?
como será a segurança pública?
Mas por que a gestão desses recursos é tão importante?
Porque esses recursos são e
a sociedade não pode produzir todos os bens e serviços que todas as pessoas deveriam ter.
limitados
Os limites e regras desta gestão são estudados na .
economia
Também conhecido como...

"Nada é de graça!"
Ex.: tempo para estudar.
Ex.: como investir renda familiar.
Tradeoff:
meio ambiente
lucro empresarial
x
Tradeoff
x
igualdade
eficiência
Por que a água é tão barata e os diamantes são tão caros?
A água é vital para a continuidade da vida na terra.
Os diamantes não.
benefício marginal

Uma economia que aloca recursos por meio das decisões descentralizadas de muitas empresas e famílias quando estas interagem nos mercados de bens e serviços.
Economia de mercado:
direito
de
propriedade
A produção de um país como a Suíça, por exemplo, que tem menos de 07 milhões de habitantes, não precisa ser tão grande quanto a produção do Brasil, que tem mais de 150 milhões de habitantes.
A produção suíça pode ser muito inferior à brasileira e, mesmo assim, sua população poderá ter, individualmente, acesso a uma quantidade de bens superior à brasileira e será, portanto, considerada como mais desenvolvida.
Ex.:
1995

Apesar disso, a população suíça é inferior à brasileira, tendo cada suíço acesso a mais de UR$ 42.000 de bens.

Assim pode-se entender porque a Suíça é um país mais desenvolvido que o Brasil, pois seu PIB 'per capita' é maior que o brasileiro.
Significa dizer que a renda média da população suíça é maior que a brasileira, ou, ainda, que o acesso médio de cada um dos suíços a bens é bastante superior ao dos brasileiros.
A Suíça teve uma produção de US$ 300 bilhões.
O Brasil teve uma produção de US$ 630 bilhões.
Já cada brasileiro teve acesso a aproximadamente US$ 4.333.

Efeitos da injeção monetária:
O aumento da quantidade de moeda na economia estimula o nível geral de consumo, e, portanto, a demanda por bens e serviços;


O aumento da demanda pode, com o tempo, levar as empresas a elevar os preços, porém, esse aumento também incentiva as empresas a contratar mais mão de obra e aumentar a quantidade de bens e serviços produzidos;


Maior contratação significa menor desemprego.
à curto prazo!!!
como a sociedade está obtendo o máximo que pode de seus recursos escassos.
como os benefícios advindos desses recursos escassos está sendo distribuído, se de forma igual ou desigual.
Qual o custo de ir para a faculdade?
- livros,
- moradia,
- alimentação,
- deslocamento,
- lazer,
- entre outros.
R$ 1500,00
Há 2 problemas com esse calculo:
Esse cálculo inclui algumas coisas que não são, na verdade, custos da faculdade. Mesmo que o estudante não fosse para a faculdade, ainda assim precisaria ter gastos com alimentação e moradia, por exemplo.
Esse cálculo ignora o maior custo de se cursar a faculdade:
o tempo!
O de um ítem é aquilo de que você abre mão para obtê-lo.
custo de oportunidade
x
x
Uma pessoa racional sabe que as decisões que tomamos durante a vida raramente são "preto no branco".
comer todas as melancias
não comer nenhuma melancia
x
a Magali pode fazer uma escolha marginal e comer apenas um pedaço de melancia
Quando há pouca maçã à venda no mercado seu preço aumenta, assim as pessoas decidem comprar menos maça. Por outro lado os fazendeiros decidem contratar mais trabalhadores e colher mais maçãs, o que acaba, por fim, colocando mais maçãs no mercado com preço mais baixo para que o consumidor possa compar mais.
Que efeito tem uma lei que obriga o uso do cinto de seguranças?
Além da prevenção de acidentes, a lei afeta o comportamento ao alterar incentivos. Dirigir de vagar e com cautela é custoso porque consome tempo e energia do motorista.
Ao decidir o nível de cuidado tomado ao dirigir, o motorista racional compara o benefício marginal de dirigir com cuidado ao custo marginal de sofrer um acidente, por exemplo.
Outro exemplo é de que, quando está chovendo as ruas ficam molhadas e escorregadias, assim o motorista diminui a velocidade e dirige com mais atenção.
O espírito egoísta do comércio não conhece países e não sente paixão ou princípio, exceto o do lucro

(Thomas Jefferson)
Mas o que TJ quiz nos dizer com isso
família x família
empresas x empresas
países x países
"Poupança" "Monstro da Inflação"
Banco Central
Casa da Moeda
Estagiária Docente Calinca Alves Mota
Full transcript