Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Biografia de Luís Vaz de Camões

No description
by

Biografia Personalidade

on 24 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Biografia de Luís Vaz de Camões

Biografia de Luís Vaz de Camões
Introdução
Neste trabalho pretendemos falar de um dos maiores poetas portugueses, Luís Vaz de Camões. Sem dúvida, uma personalidade em Portuga
l.
"O poeta, não UM poeta"
Nasceu a 1524 em Coimbra;
Filho de Simão Vaz de Camões e Ana de D. Fernando;
Antecedência galega;
Estudou em Coimbra;
Faleceu no dia 10 de Junho de 1580 em Lisboa na miséria.
Começou cantar as “ doces e claras aguas de Mondego”, a “florida terras”;
Em 1542 a 1545 foi para a Corte em Lisboa;
Camões adorava mulheres sendo um grande namoradeiro;
Entre 1545 a 1548, exerceu serviço militar para defender Portugal em África e Ásia;
Grande patriota e um soldado;
Entre 1547-48 viajou para Ceuta e foi lá que perdeu o seu olho direito.
Conclusão
Com este trabalho aprendemos a história e a vida do maior poeta português.
+ informações
"O fraco rei faz fraca a forte gente."
Amor é fogo que arde sem se ver

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?
Amor, que o gesto humano na alma escreve

Amor, que o gesto humano na alma escreve,
Vivas faíscas me mostrou um dia,
Donde um puro cristal se derretia
Por entre vivas rosas e alva neve.

A vista, que em si mesma não se atreve,
Por se certificar do que ali via,
Foi convertida em fonte, que fazia
A dor ao sofrimento doce e leve.

Jura Amor que brandura de vontade
Causa o primeiro efeito; o pensamento
Endoudece, se cuida que é verdade.

Olhai como Amor gera, num momento
De lágrimas de honesta piedade,
Lágrimas de imortal contentamento.
Poemas
Perguntas
Onde nasceu Luis Vaz de Camões?
Teve Antecedência grega?
Em que dia faleceu?
Luiz Vaz de Camões adorava ________?
Full transcript