Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Conflitos no Oriente Médio e os Choques do Petróleo

No description
by

Michelle Aguiar

on 16 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Conflitos no Oriente Médio e os Choques do Petróleo

Fim da 2ª G. M. (1939-1945):
Proposta de divisão:
56,47% p/ judeus
e
43,53% p/ palestinos
Conflitos no Oriente Médio
e
Os choques do petróleo

OLP
-
Organização para Libertação da Palestina
:
criada em 1967 por Yasser Arafat, 1º ministro da Palestina, com o objetivo de retomar o território perdido.
1993:
acordo de paz, com a mediação dos EUA, entre Israel e a O. L. P.
2001:
Ariel Sharon declara guerra à Palestina e ataca com mísseis a faixa de Gaza.
Entre os países que votaram contra:
EUA
,
Israel
,
Canadá
e
Austrália
.
Os choques do petróleo
Uma série de crises econômicas e comerciais que envolve os maiores países produtores de petróleo do mundo.
Jerusalém:
cidade sagrada para judeus, palestinos e cristãos, seria declarada cidade internacional.
Professora Michelle Aguiar
6 milhões de judeus executados no conflito pelos nazistas.
Os sobreviventes foram resgatados por organizações humanitárias e enviados de forma clandestina a Palestina.
Assim, foi criado o
Estado de Israel
na Palestina, costa leste do Mediterrâneo.
1947
:
ONU divide o território palestino em 2 Estados: Estado Judeu e Estado Árabe.
Palestinos não aceitam a proposta e declaram guerra ao Estado de Israel.
Guerra de Independência:
Egito, Síria, Jordânia, Iraque e Líbano atacam
o Estado israelense.
1949:
Israel vence a guerra e anexa áreas que não lhe pertenciam, ampliando em 40% o território que foi estabelecido pela ONU.
Perdas do território palestino para Israel
1967
:
Instalação de colônias israelenses nas áreas ocupadas como estratégia para manter os territórios anexados.
Israel ataca países árabese anexa territórios egípcios como a
península de Sinai
e a
Faixa de Gaza
; as
colinas de Golan
(Síria) e a
Cisjordânia
(Jordânia).
Guerra dos Seis Dias (Guerra de Yom Kippur)
Em
1973
, Egito e Síria, junto a outros países árabes, tentam recuperar os territórios da península de Sinai e das colinas de Golan, mas Israel novamente sai vitorioso.
1987
:
Intifada
(“rebelião” em árabe) devido ao descontentamento da população palestina da Cisjordânia e da Faixa de Gaza com a repressão israelense - civis muçulmanos apedrejam soldados israelenses.
1993
:
Acordo de paz, com a mediação dos EUA, entre Israel e a O. L. P.
1995:
Yitzhak Rabin é assassinado por um fanático judeu.
1994:
Arafat (Palestina) e
Rabin (Israel) firmam os acordos de Oslo (Noruega) com a devolução de Gaza e Cisjordânia para a Palestina em troca do reconhecimento do Estado de Israel.

A instalação do Estado Palestino
não ocorre devido a nova
intifada
e aos choques violentos entre palestinos e israelenses que são reacesos.
2002:
O muro é contestado pela comunidade internacional devido aos graves transtornos que tem causado à população palestina que vive na Cisjordânia.
Israel constrói um
muro
que não obedece às fronteiras estabelecidas pela ONU (1948), separando seu território da Cisjordânia.
Israel inicia a retirada das tropas
da Faixa de Gaza.
2011:
A UNESCO (Org. das Nações Unidas para a Educação, Saúde e Cultura), aprova o reconhecimento do Estado Palestino
(107 votos a favor e 14 contra).
Brasil: vota a favor.
52 países se abstiveram.
Israel x Palestina
(1929-2004)
2000:
Motivo
: a visita do general israelense
Ariel Sharon a Jerusalém Oriental, que é
considerada sagrada para os muçulmanos.
A região é tomada pelo grupo palestino radical
Hamas,
que tem como
objetivo extinguir o Estado de Israel
e
criar um único Estado Palestino
.
O grupo torna-se partido político, ganhando popularidade na região e, frequentemente, lançando foguetes sobre Israel.
2005:
Israel
:
Faz operações de vigilância e combate na Faixa de Gaza, segue sem aceitar a política de dois estados e continua a construção de assentamentos na Cisjordânia.
Os produtores de petróleo aumentaram o preço para tentar frear a ação de Israel contra os palestinos, durante esse período, causando uma crise mundial.
 1º
choque do petróleo
2ª metade do século XIX:
Petróleo passa a ser uma das principais fontes de energia do planeta:
combustíveis e produtos derivados.
1960:
Cria-se a
OPEP
-
Organização dos Países Exportadores de Petróleo
, com a intenção de proteger os países que produzem o produto.
1973:
Os membros da OPEP elevaram muito o preço dos barris de petróleo e diminuíram a produção.
Principal motivo para a elevação:
 Militarização das tropas israelenses pelos EUA, durante a
Guerra de Yom Kippur, em 1973.
O aiatolá
Khomeini
assume o poder no
Irã
(1970-1989) derrubando o governo
de Mohammad Reza Shah Pahlavi (apoiado pelos EUA) e
transformando o país em
república islâmica
.

choque do petróleo
 As mulheres passam a ser obrigadas a cobrirem o rosto com um véu.
 As bebidas alcoólicas são proibidas;
 A imprensa é vigiada;
O Irã passa a ser regido com as leis do Corão:
O preço do petróleo duplica, gerando o 2º choque do petróleo, que foi mais duradouro, pela paralisação da produção no Irã.
Ao mesmo tempo no Iraque: acontecem profundas mudanças políticas, com o golpe militar do ditador
Saddam Hussein
.
O governo de
Saddam
entra em tensão com o governo de
Khomeini
do Irã relacionada à
minoria curda
existente em ambos os países e à disputa por fronteiras marítimas que garantissem ao Iraque o escoamento da produção de petróleo.
1980:
1991
: as forças iraquianas despejaram no Golfo Pérsico de
5 a 10 milhões
de barris de petróleo.
Sob o comando de
Saddam
, o Iraque invade o Kuwait, incendiando poços de petróleo, o que causou enorme poluição atmosférica e das poucas fontes de água potável.
Prisioneiros iraquianos no
deserto do Kuwait
, na ofensiva em terra da Guerra do Golfo.
Como a maioria dos países
do O. M., o Iraque também possui
minorias étnicas
em seu território.
A + importante é formada pelo
povo curdo
.
Um grupo étnico de origem indo-europeia, que ocupa uma região chamada de
Curdistão
: abrange parte dos territórios de
Irã
,
Iraque
,
Síria
e
Turquia
.
O
Curdistão
é formado por 25 milhões de pessoas:
organização social alicerçada no sistema de
clãs
.
O
povo curdo
aspira conquistar independência política e territorial e está
estabelecido em uma região rica em petróleo e água
(nascentes dos rios Tigre e Eufrates).
Por isso, na década de 80,
Saddam Hussein
usou
armas químicas
para matar 5.000 curdos e só parou o genocídio com a interferência da ONU.
No mesmo ano, as tropas estadunidenses, junto a rebeldes curdos, capturam Saddam Hussein, que foi condenado à forca (2006) pelos crimes de guerra que cometeu.
A
Guerra Fria
alimentou grande parte dos conflitos no O. M.
fornecendo armas
.
2003:
EUA invade o Iraque, alegando a existência de armas químicas no país, o que não se confirmou.
Irã
e
Iraque
, mesmo sendo rivais, são opositores ao Ocidente, principalmente aos
EUA
.
A trégua ainda não foi confirmada
oficialmente por Israel.
Israel x Palestina
atualmente
Julho de 2014:
o confronto é reativado através da alegação de Israel, de que os palestinos seriam responsáveis pelo assassinato de três colonos israelenses.
Até esse momento, a mais recente investida israelense na Faixa de Gaza provocou a morte de
2.130 palestinos
, a maioria civis, e
68 israelenses
.
O presidente palestino Mahmoud Abbas confirmou, em 26/8/14, que chegou a um acordo com Israel de cessar-fogo permanente na Faixa de Gaza.
Guerra do Golfo (1990):
Geografia
- 9º Ano

Em sua grande maioria pertencentes:
OPEP
Estes países exigiam cada vez mais uma redução maior nos preços do petróleo.
Estados Unidos, Inglaterra e Países Baixos.
Criada em 14 de setembro de 1960.
OBJETIVO
:
Fortalecer os países produtores de petróleo frente às empresas compradoras do produto.
12 países membros -- 8 deles são os
15 maiores produtores mundiais
.
Ex-Membros
Gabão
Indonésia
Consequências
No entanto, o 2º Choque do petróleo, em 1979, incentivou as nações ocidentais a adotarem políticas para reduzir a dependência de petróleo estrangeiro.
A criação e atuação da OPEP deu origem a duas crises financeiras no Ocidente

e
2º choques do petroleo
Os países da Europa foram os + afetados pelos 2 choques do petróleo, enfrentando uma séria depressão econômica nos anos 1970 e 1980.
Também deu origem a programas de substituição de combustíveis fósseis: Pró-álcool (Brasil) e a produção de etanol a partir de grãos (EUA).
Países com reservas inexploradas, como EUA, Canadá e Brasil,
investiram na exploração interna.
Full transcript