Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Modelo de Caso de Uso

No description
by

wellington silva

on 2 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Modelo de Caso de Uso

Objetivo do DCU
Photos
like comment share
Oferecer uma ilustração em um nível alto de abstração quais elementos externos integram com que funcionalidades do sistema. Nesse sentido, a finalidade de um DCU é apresentar um tipo de “diagrama de contexto” que apresenta os elementos externos de um sistema e as maneiras segundo as quais eles as utilizam.

Lives In
Shared a Link
like comment share
Essa última característica de um caso de uso é importante, porque sua existência implica que o MCU é um modelo com uma perspectiva externa do sistema. Graças ao estudo do modelo de casos de uso de um sistema, um observador sabe quais são as funcionalidades fornecidas pelo sistema em questão, e quais são os resultados externos produzidos pelas mesmas.
Education
Modelo de Caso de Uso MCU

Shared a Link
like comment share
like comment share
Definição de MCU
Exemplo de DCU
like comment share
Bibliografia:
http://www.macoratti.net/11/09/net_ioop.htm

Definição de Caso de Uso
Um Caso de Uso (do inglês use case): é a especificação de uma seqüência completa de instruções entre um sistema e uma ou mais agentes externos a esse sistema. Um caso de uso representa um relato de uso de certa funcionalidade do sistema em questão, sem revelar a estrutura e o comportamento internos desse sistema.
like comment share
Diagrama de Caso e Uso
like comment share
Status Update
Nesta seção, nosso interesse recai sobre a perspectiva gráfica do MCU, representada pelo diagrama de casos de uso(DCU). O DCU é um dos diagramas da UML e corresponde a uma visão externa de alto nível do sistema. Esse diagrama representa graficamente os atores, casos de uso e relacionamentos entre esses elementos.
like comment share
Status Update
Posteriormente, Jacobson se uniu a Grady Booch e a James Rumbaugh, e a notação de casos de uso foi incorporada à Linguagem de Modelagem Unificada UML.
Esse modelo modelo vem se consolidando como paradigma na realização de documentação de requisitos funcionais de uma aplicação, devido à sua notação gráfica e descrição em linguagem natural.

o que facilita a comunicação entre a equipe técnica e os especialistas do domínio. O modelo de caso de uso é importante, pois direciona diversas tarefas posteriores do processo de desenvolvimento de um sistema de software. Além disso, esse modelo força os desenvolvedores a modelar o sistema de acordo com as necessidades do usuário.
Características do MCU
O MCU representa os possíveis usos de um sistema, conforme percebidos por um observador externo a este sistema. Cada um desses usos está associado a um ou mais requisitos funcionais identificados para o sistema. A construção desse modelo envolve a definição de diversos componentes: casos de uso, atores e relacionamentos entre eles. Vamos fazer uma descrição sucinta sobre esses componentes separadamente.
Ao contrário, um caso de uso é um relato fim a fim de um dos usos do sistema por um agente externo. Um outro exemplo para esclarecer este ponto: Entrar no sistema não é um caso de uso em si, visto que é de esperar que o usuário entre no sistema para alcançar outro objetivo mais útil do que só olhar a sua tela inicial. Nesse situação, este outro objetivo é que é o verdadeiro caso de uso.

No entanto, esses observador não sabe, simplesmente pelo modelo de casos de uso, como esse sistema age internamente para produzir os resultados externamente visíveis. É importante enfatizar o uso da palavra “completa” na definição de caso de uso que demos no parágrafo anterior. O uso dessa palavra é para enfatizar que um caso de uso não é um passo em uma funcionalidade do sistema.
Cada caso de uso de um sistema se define pela descrição narrativa(textual) das interações que ocorrem entre o (a) elemento (s) externo (s) e o sistema. A UML não define uma estrutura textual a ser utilizada na descrição de um caso de uso. Conseqüentemente, há vários estilos de descrição propostos para definir casos de uso.
A escolha de um outro estilo fica a cargo da equipe de desenvolvimento, ou, então, pode ser uma restrição definida pelos clientes que encomenda o sistema. Podemos dizer que há três dimensões em que o estilo de descrição de um caso de uso pode variar. Essas dimensões são o formato, o grau de detalhamento e o grau de abstração.
O grau de detalhamento e o grau de abstração são dimensões de descrição independentes entre si e, por conta disso, podem ser escolhidas de forma independente. Passamos agora a descrever mais detalhadamente cada uma dessas dimensões.

Cada caso de uso é representado por uma elipse. O nome do caso de uso é posicionado abaixo ou dentro da elipse. Um relacionamento de comunicação é representado por um seguimento de reta ligando ator e caso de uso. Um ator pode estar associado através do relacionamento de comunicação a vários casos de uso em um DCU.
A notação utilizada para ilustrar atores em um DCU é a figura de um boneco, com o nome do ator definido abaixo da figura. Note que essa notação não corresponde ao significado de ator em sua completude, porque um ator nem sempre corresponde a seres humanos, como a notação leva a entender.
Pela UML, também é possível imprimir um sentido ao segmento de reta correspondente a um relacionamento de comunicação, para denotar o inicio da seqüência de instruções. No entanto, essa situação tem pouco uso prático e, normalmente, o segmento de reta do relacionamento de comunicação é definido sem o sentido.
O MCU é um modelo de análise que representa um refinamento dos requisitos funcionais do sistema em desenvolvimento.
Esta ferramenta da UML foi utilizada na modelagem de casos de uso e idealizada por volta de 1970,por Jacobson que incorporou essa técnica a um processo de desenvolvimento de software denominado Objectory, enquanto trabalhava em um projeto de Desenvolvimento de Software na Empresa Ericsson.
Um modelo de caso de uso típico contém vários casos de uso.A quantidade exata de casos de uso obviamente depende da complexidade do sistema em desenvolvimento: quanto mais complexo mais o sistema, maior a quantidade de casos de uso.
Descrevemos os principais componentes de um MCU: atores, casos de uso e relacionamentos. Apresentamos também diversos estilos de descrição possíveis para um caso de uso . O conjunto de descrição dos casos de uso e atores corresponde à perspectiva textual do MCU.
Pode-se também representar a fronteira do sistema em um diagrama de casos de uso. Essa fronteira é representada por um retângulo no interior do qual são inseridos os casos de uso. Os atores são posicionados do lado de fora do retângulo, para enfatizar a divisão entre o interior e o exterior do sistema.
Exemplo de Caso de Uso Genérico
O relacionamento de inclusão em que um caso de uso A inclui um caso de uso B, é representado por uma seta direcionada de A para B. O eixo dessa seta é tracejada e rotulado o estereótipo predefinido include.
Diagrama de Caso de Uso Reservar Assento
Fim
Full transcript