Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sistema Nervoso - Anatomia Humana

No description
by

Fernanda Castro

on 10 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sistema Nervoso - Anatomia Humana

Sistema Nervoso Central
O CEREBELO
Sistema Nervoso
Medula Espinal
Telencéfalo
Divisão anatomica do sistema nervoso
Sistema nervoso central
Encéfalo

Medula Espinal
Cérebro
Cerebelo

Tronco Encefálico
Mesencéfalo
Ponte
Bulbo
Sistema nervoso periférico
Nervos
Glânglios
Terminações Nervosas
Espinais
Cranianos
Sensitiva
Motora
Conceito
SULCOS LONGITUDINAIS:

- Sulco Mediano Posterior

- Fissura Mediana Anterior

- Sulco Ântero-lateral

- Sulco Póstero-lateral

- Sulco Intermédio Posterior
ENVOLTÓRIOS DA MEDULA ESPINAL

A medula espinal é envolvida por membranas fibrosas denominadas MENINGES, que são:

- Dura-máter

- Aracnóide-máter

- Pia-máter

Na medula espinal observamos três espaços, com relação aos seus envoltórios:

- Espaço epidural, ou extradural

- Espaço subdural

- Espaço subaracnóideo
TRONCO ENCEFÁLICO

Interpõe-se entre a medula espinal e o diencéfalo e situa-se anteriormente ao cerebelo.

BULBO

Também denominado medula oblonga, tem forma de um cone, cuja extremidade inferior se continua com a medula espinal.
PONTE

Situa-se entre o mesencéfalo e o bulbo, anteriormente ao cerebelo.
4º VENTRÍCULO

A parte posterior da ponte não apresenta qualquer linha de demarcação com a parte aberta do bulbo, ambas constituindo o assoalho do 4º ventrículo. Tem forma de um losango, tem a ponte anteriormente e o cerebelo posteriormente.

Mesencéfalo

Está separado da ponte por um sulco que passa pela base dos pedúnculos cerebrais e estende-se superiormente para unir-se gradualmente ao diencéfalo.
* Deriva do metencéfalo; situa-se posteriormente ao bulbo e a ponte; pertence ao SN supra segmentar; contribui para formação do teto do 4º ventrículo;

* Está separado do cérebro por uma prega da dura-máter; Os pedúnculos cerebelares unem o cerebelo à ponte, ao mesencéfalo e ao bulbo;

* Está ligado primordialmente as funções de equilíbrio e coordenação motora;

* É dividido em porções: Ímpar e mediana(verme do cerebelo) e massas laterais(hemisférios cerebelares);

* Sulcos, predominantemente transversais, na superfície do cerebelo delimitam lâminas delgadas; sulcos mais profundos delimitam lóbulos;
* Fissuras e lóbulos também são vistos em corte sagital mediano do cerebelo;

* Constituído por dois tipos de substâncias: brancas(corpo medular do cerebelo) e cinzenta(Córtex cerebelar)

* No interior do corpo medular existem quatro núcleos centrais do cerebelo: denteado, globoso, emboliforme, fastígio;

* A divisão do cerebelo em lóbulos não tem nenhuma importância funcional, sendo apenas topográfica;

* Outra divisão do cerebelo, é que se baseia na filogênese: aquicerebelo, paleocerebelo e neocerebelo.
DIENCÉFALO
* É a divisão do prosencéfalo em diencéfalo e telencéfalo;

* O telencéfalo desenvolve-se enormemente no sentido lateral e posterior, assim encobre quase completamente o diencéfalo, que permanece numa porção ímpar e mediana;

* Constituído por tálamo, hipotálamo, metatálamo, epitálamo e subtálamo;

* Se comunica com o 4º ventrículo através do aqueduto do mesencéfalo e com os ventrículos laterais pelos forames interventriculares.
O telencefalo forma a maior porção do encéfalo.

O arquencéfalo dá origem ao encéfalo do adulto e uma porção caudal que origina a medula espinal.
Cada hemisfério possui 3 faces:
Hemisférios
Sulcos
Sulco lateral
Sulco central
Sulco parieto-occipital

Lobos
Constituição
Córtex Cerebral
Substância Branca
Núcleos da Base
Função
Responsável pelo controle de movimento, emoções, entre outros.
Sensibilidade
As áreas sensitivas do córtex permite a sensibilidade táctil, vibratória, proprioceptva, termoálgica e visceral
Dura-Máter
Dois Folhetos
Externo
Interno
Pregas Dura-Máter
Foice do cérebro
Tenda do cerebro
Foice do cerebelo
Diafragma da sela
Sistema Nervoso periférico (SNP)
- SNP é composto de nervos que unem a parte central do sistema nervoso às estruturas periféricas.
- incluidos, como parte do SN perifêrico: terminações nervosas(sensitivos e motoras), os gânglios e os nervos.
Terminações nervosas
Dividido em:
Fibras sensitivas ( Aferente )
Terminações livres ( Eferente )
Nervos

Conceito

Classificação
Cranianos
Espinais
Nervos Cranianos
São 12 pares que fazem conexão com o encéfalo; 10 deles se originam no encefálico; numeroados em sequência crânio-caudal.
Nervos Espinais
São 31 pares e matém conexão com a medula espinal.
Vascularização do encéfalo
Função é de irrigar o encéfalo.
Artéria carótida interna: penetra na cavidade craniana pelo canal caótico do osso temporal; descreve um plano vertical.

Artéria vertebral: sobem no pescoço dentro dos forames transversos das vertebras cervicais e penetram no crânio pelo forame magno.
Angiografia cerebral
Visualização das artérias cerebrais, veias e seios injetando-se um contraste nas artérias carótidas interna ou vertebral.
Neurologia
Detectar processos patológicos que acometem os vasos cerebrais como:Aneurismas; Tromboses; Embolias e; Lesões traumáticas.

Neuroimagem
Técnicas altamente sofisticadas com o objetivo de estudar as estruturas encefálicas para facilitar melhor diagnóstico patológico no SNC.
Existem três tipos:
1. tomografia computadorizada
2. tomografia por ressonância nuclear magnética
3. tomografia por emissão de pósitrons
Tomografias computadorizadas
Tomografia por ressonância nuclear magnética
Tomografia por emissão de pósitrons
Sistema Nervoso Simpático
Definição
Formação anatômica
- Tronco Simpático :
É a principal formação da parte simpática formada por uma cadeia de glânglios unidos através de ramos interganglionares.
Gânglios Paravertebrais
São os gânglios do tronco simpático, que dispõem-se de cada lado da coluna vertebral até o cóccix.
Na porção cervical do tronco simpático temos classificamente três gânglios:
- Cervical superior
- Cervical médio
- Cervical inferior
Porção toráxica:
Se une ao gânglio cerical inferior, formando o gânglio cervico-toráxico


Porção lombar:
Temos de três a cinco gânglios.
Porção sacral:
De quatro gânglios a cinco
Porção coccígea:
Apenas um gânglio, o gânglio ímpar, pelo qual convergem e terminam os dois troncos simpáticos de cada lado
Unindo o tronco simpático aos nervos espinais existem filetes nervosos denominados
ramos comunicantes
Existem dois tipos de ramos:

- Ramos comunicantes brancos: que dão origem a fibras pré-ganglionares e fibras viscerais aferentes.
- Ramos comunicantes cinzentos: São constituídos de fibras pós-ganglionares tem coloração mais escura por ser amielinicas.
Localização dos neurônios pré-ganglionares, destino e trajeto das fibras pré-ganglionares
Localização dos neurônios pós-ganglionares, destino e trajeto das fibras pós-ganglionares
Sistema Nervoso Autônomo
Sistema nervoso Parassimpático
Definição
Plexos viscerais
Um emaranhado (mistura) de fileres e gânglios. Quanto mais próximos das víscesas, mais difícil de separar por dissecação as fibras do simpático e parassimpático
Sistematização dos plexos viscerais
Plexos da cavidade abdominal

Plexos da cavidade pélvica

inervação da bexiga urinária
Fisioterapia P1A
Grupo: Carol Lira
Daiane Trindade
Ellany Maria
Fernanda Castro
Rafael Galvão
Tayná Miranda
Valeska Lyra
Constituição
Encéfalo
Medula Espinal
Função
Tecido Nervoso
Células
Neurônios
Gliais ou Neurologia
Neurônio
Sinapses
Full transcript