Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Lesões mais comuns no jiu jitsu

No description
by

Thais Sonoda

on 6 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Lesões mais comuns no jiu jitsu

62
ECG
bpm
O Jiu-jitsu desportivo abrange uma gama de seis técnicas permitidas em competições. São elas:
Projeções.
Imobilizações.
Pinçamentos.
Chaves.
Torções.
Estrangulamentos.
Tipo 1: fratura do ápice do processo odontóide.
Tipo 2: fratura através do corpo do processo odontóide.
Tipo 3: fratura da base do processo odontóide.
Projeções
A projeções visam desequilibrar e derrubar o adversário projetando-o em direção ao solo, para que a partir desse momento o combate desenvolva-se no chão. podem ocasionar fraturas no processo odontóide (uma extensão do corpo da segunda vértebra cervical. Serve para articular a segunda vértebra com o arco anterior do Atlas, primeira vértebra), divididas em 3 tipos:
Torções
As torções também constituem ataques a estruturas articulares, mas que visam submetê-las a amplitudes de movimento além das suportadas pelas mesmas. As principais técnicas são as que atacam as articulações do ombro ("Americanas" e "Omoplatas"), do tornozelo ("Americana de pé" e "Chave de pé reta"), e a porção cervical da coluna vertebral ("Cervical").

As torções podem ocasionar traumas do tipo:
Estiramentos de primeiro a terceiro grau.
Entorse de primeiro a terceiro grau.
Subluxação articular
Luxação articular
Fraturas articulares
Defeitos osteocondrais (DOCS)
Tetraplegia (somente para "Cervical").
Lesões mais comuns no jiu jitsu
O tratamento cirúrgico da fratura do odontóide é seguro e apresenta resultados confiáveis, tempo de consolidação abreviado (principalmente nos casos de fraturas do Tipo 2) e na ótima taxa de consolidação. O uso de métodos de tratamento não cirúrgicos também se mostrou eficiente, mas deve ser reservado para aqueles casos que apresentemcontra-indicações ao tratamento cirúrgico e preferencialmente nos casos que não forem do Tipo 2.
27
ECG
bpm
Pinçamentos
Os pinçamentos são ataques que objetivam pressionar estruturas musculares e centros nervosos dos adversários. Num primeiro momento provocam extrema dor e fazem com que o adversário recue de seus ataques. As lesões estruturas musculares e centros nervosos dos adversários dependem da magnitude da força aplicada pelo praticante e podem constituir estiramentos (alongamento excessivo das fibras musculares) de primeiro a terceiro grau.
Após tratamento inicial na fase aguda da lesão, com gelo, repouso, elevação, uso de anti-inflamatórios prescritos por um profissional médico, ultrassom pulsátil, microcorrentes e laser, inicia-se a recuperação do movimento ativo, com carga que não produza dor. A inclusão dos exercícios de alongamentos são fundamentais na recuperação da lesão.
45
ECG
bpm
Chaves
Ataques a estruturas articulares que visam suas imobilizações e extensões além das respectivas amplitudes de movimento. De maneira geral essas técnicas podem ocasionar traumas do tipo:
Estiramentos de primeiro a terceiro grau.
Entorse de primeiro a terceiro grau.
Subluxação ou Luxação articular
Fraturas articulares
Defeitos osteocondrais (DOCS)
É uma lesão que ocorre quando se ultrapassa o limite normal de movimento de uma articulação. Normalmente, ocasiona distensão dos ligamentos e da cápsula articular e, consequentemente, dor intensa ao redor da articulação, dificuldade de movimentação em graus variáveis e, às vezes, sangramentos internos. Basta imobilizar a zona com uma tala ou uma faixa compressiva. As entorses graves podem necessitar de cirurgia para reparar o ligamento ou substituí-lo por um artificial. De seguida, é preciso fazer fisioterapia.
Luxação é o deslocamento de um osso da articulação, geralmente acompanhado de uma grave lesão de ligamentos articulares. Isso resulta no posicionamento anormal dos dois ossos da articulação. A luxação pode ser total ou parcial.
O tratamento para luxação é feito em 2 fases distintas, onde a primeira consiste em reduzir a luxação e imobilizá-la por 4 a 8 semanas e a segunda é fazer fisioterapia por aproximadamente 2 a 3 meses.
O tratamento conservador da fratura pode ser feito através da:
Redução da fratura, que consiste no reposicionamento ósseo feito pelo médico ortopedista; Imobilização que consiste em colocar o gesso ou tala gessada na região da fratura.
Tratamento fisioterapêutico
Tratamento cirúrgico
Defeitos osteocondrais cometem toda a espessura da cartilagem.
O tratamento dessas lesões é, em geral, iniciado de forma conservadora, ficando o tratamento cirúrgico reservado para pacientes com fragmentos condrais destacados.
Estrangulamentos
Visam interromper o fluxo de ar para os pulmões e/ou sanguíneo para o cérebro. Apresentam um tipo de lesão ao lutador que não são encontradas em nenhuma outra manifestação desportiva. Eles proporcionam traumas que são unicamente conseqüentes das técnicas das lutas e artes marciais.
Por definição, estrangulamento é a asfixia mecânica onde ocorre uma constrição do pescoço, causando embaraço à livre entrada de ar no aparelho respiratório feito por meio de um laço acionado pela força muscular da própria vítima, ou de um estranho.

Os estrangulamentos podem causar:
Morte - pelo impedimento da penetração do ar nas vias aéreas; por morte circulatória devido à compressão dos grandes vasos do pescoço que conduzem para o cérebro; por morte nervosa do mecanismo reflexo (inibição vagal).
Equimoses (Mancha escura ou azulada devida a uma infiltração difusa de sangue no tecido subcutâneo) de pequenas dimensões na face, nas conjuntivas, pescoço e face anterior do tórax.
Infiltração hemorrágica em tela subcutânea e musculatura subjacente ao sulco.
Rupturas musculares.
Fraturas e luxações das vértebras cervicais.
Trincando a Costela no Jiu Jitsu
Bibiana Dios Tan - Vídeo da Lesão (Sul-Americano 2011)
Full transcript