Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Angola

No description
by

Beni Barreiros

on 11 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Angola

Angola
Características de Angola
Continete: África
Nome: Republíca da Angola
Capital: Luanda
Língua Oficial: Português
Governo: Presidente- José E. dos Santos
Estado: Independente
População: 21 47 000 habitantes (2013)
Moeda: Kwanza


Cultura
A cultura de Angola é influenciada por Portugal. O nosso país iniciou a sua ocupação na região de Luanda e mais tarde também em Benguela no início do século XVI, mantendo o controlo da religião até 1975. Devido a este fenómeno, quer Portugal quer Angola compartilharam vários aspetos culturais, principalmente língua e religião.
Dança de Angola
Conclusão
Introdução
Cidade Luanda
Indicadores Simples
Indicadores Compostos
Culturas de Angola
Índice
Introdução
Desenvolvimento:
Características de Angola:
Economía
Cultura
História
População
Religião
Curiosidades
Indicadores simples e compostos
Desigualdades económicas:
Desigualdades em desenvolvimento humano:
Pobreza
Desigualdades
Conclusão
Porque escolhemos Angola?
Trabalho Realizado por:
Alexandra Mariz nº1
Ana Luisa Almeida nº4
Joao Nuno Aguiar nº14
Benedita Azevedo nº17
Benedita Barreiros nº18
Como tudo começou?
História
Portugal começou a conquistar Angola em 1484.
O primeiro passo foi criar aliança com o Reino do Congo.
Em 1576 os portugueses fundaram Luanda.
Angola transformou-se no maior mercado de abastecimento de escravos.


Independência e guerra civil
Criou-se um governo revolucionário onde inseria 3 movimentos revolucionários (MPLA,FNLA,UNITA).
O objetivo é implantar um regime democrático de Angola.
Instalou-se uma guerra civil.
11 de Novembro de 1975 foi o dia da independência de Angola.


Riqueza
Angola é um dos maiores mercados internacionais em petróleo, diamantes e gás natural.
Maior bacia de petróleo: Zona Cabinda e Zaire
Grandes reservas de fosfato, ferro e cobre.
Religião
Em Angola existem cerca de 1000 religiões.
Mais de 50% da população está ligada à Igreja Católica.
Os praticantes de religiões tradicionais africanas constituem uma pequena minoria, de carácter residual.

Festas de Angola
Literatura e cinema de Angola

Línguas de Angola
Economia de Angola (1900-1975)
O desevolvimento económico só se iniciou na década de 1930, com a produção de café, milho, cana de açúcar e outros produtos destinados à exportação.
Devido à riqueza em recursos, exportava também diamantes, ouro, prata entre outros.
Foi no ano de 1966 que se descobriu o largo de Cabinda, criando assim um novo ciclo de economia e tornando Angola um dos países mais importantes na produção petrolífera.
Houve uma grande evolução industrial depois da independência (1975), no meio ferroviário, marítimo e aéreo.
"Durante os últimos cinco anos a economia angolana registou um rápido crescimento na média de 18% por ano, considerando-se uma das mais dinâmicas economias do mundo"
Economia atual de Angola
População de Angola
Pirâmide de Angola
População

Cada vez mais, a Angola tem feito diversos investimentos e apostas na formação de novos empreendedores e na criação de novos negócios e subsequentes empregos, bem como na formulação de parcerias com outros países, sendo Portugual o alvo principal.
Além disso, República de Angola situa-se no topo dos países que mais crescem em África e com melhores condições para se investir.
PIB

Para concluir, a economia de Angola tem vindo a oferecer uma variedade de empegos, o que promove a diminuição do desemprego no nosso país. Existem pessoas em busca de melhores salários e, por isso, imigram para Angola deixando a sua familia para trás, como é o caso do testemunho previamente apresentado.

Como foi referido na nossa apresentação, a economia de Angola obteve um crescimento económico bastante acentuado a partir da guerra civil que tende a manter-se. Contudo, apresenta desigualdades económicas e de desenvolvimento humano que são bastante preocupantes. O rendimento médio de angola é inferior, o que classifica angola como país emergente. As qualidades de vida para maior parte da população (que vive no meio rural) não são razoáveis pois não tem acesso a água potável, saneamento, saúde e escolas, o que promove a baixa taxa de esperança média de vida e alta mortalidade infantil.

Em suma, devido a estes motivo, Angola é caracterizado como um país
pouco desenvolvido
.

Entrevista
Entrevista
No âmbito da disciplina de Economia C, foi-nos proposto elaborar um trabalho sobre um país à nossa escolha. Nós optamos por escolher o país Angola pois suscitou-nos bastante interesse o evado crescimento económico que atualmente se verifica o que, consequentemente, afeta as desigualdades económicas sociais tais como a elevada pobreza e a desigualdade entre classes sociais.
Desigualdades económicas
Segundo a organização PNUD, quanto ao seu nível de crescimento/desenvolvimento, a economia de Angola insere-se no
rendimento médio inferior
, pois o PIB per capita deste país é superior a 826 e inferior a 3255 dólares, segundo a classificação do Banco Mundial. Concluindo assim, que Angola é um país de
desenvolvimento humano baixo
.

Conforme a organização FMI, podemos considerar Angola um país em desenvolvimento e com
economia emergente
pois apresenta grandes desigualdades ao nível da
repartição dos rendimentos
o que leva à
pobreza
.

Desigualdades em desenvolvimento humano

De acordo com os dados fornecidos pelo Inquérito de Bem-Estar à População,
68%
dos angolanos vivem atualmente
abaixo do limiar da pobreza
,
26%
vivem em
pobreza extrema
, sobrevivendo com menos de USD 1 por dia .

Todos os dias uma criança em cada quatro morre de diarreia ou de outras doenças relacionadas com a água e o saneamento. O situação é predominante nas zonas rurais, onde cerca de
71%
dos agregados familiares não tem acesso a água potável para beber e
79%
não tem equipamentos e saneamento adequados.

Os dados de IBEP revelam também um aumento da desigualdade entre ricos e pobres: os
20%
mais ricos arrecadem
59%
das receitas e realizam
49%
das despesas. Já os
20%
mais pobres arrecadam
3%
das receitas e realizam
5%
das despesas, obtendo despesas maiores que o rendimento.

Concluímos assim que, “a qualidade de vida em Angola é muito baixa” pois existe pobreza absoluta em algumas áreas de angola e a desigualdade entre pobres e ricos ainda é muito acentuada.
PIB
per capita
Taxa de crescimento do PIB
Taxa de inflação
Económicos
Demográficos
Taxa de mortalidade infantil
Socioculturais
Escolaridade
Índice sintético de fecundidade
Taxa de natalidade
Esperança média de vida à nascença
População de Angola
Taxa de migração
Taxa de alfabetização
Taxa de desemprego
SIDA
Políticos
Eleições Gerais de 2012
Índice de Desenvolvimento Humano
Índice de Pobreza Humana (IPH)
Full transcript