Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Emoções e Sentimentos

Trabalho realizado no ambito da disciplina de Psicologia sobre as Emoções e Sentimentos
by

Ana Rita

on 9 March 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Emoções e Sentimentos

Emoção . Tem origem numa causa, num objecto;
. São reacções corporais específicas, observáveis;
. São publicas e voltadas para o exterior;
. São automáticas e inconscientes;
. Polaridade: podem ser negativas ou positivas;
. São versáteis: variam em intensidade e são de breve duração;
. Relacionam-se com o tempo: as emoções têm princípio e fim;
sentimento . Não são observáveis, são privados e relacionam-se com o interior
. Prolongam-se no tempo e são de menor intensidade de expressão que as emoções;
. Não se associam a nenhuma causa imediata;
. Surgem quando tomamos consciência das nossas emoções afecto . Os afectos têm a ver com aquilo que nos afecta, são algo de que somos dotados;
. São tendências para responder positiva ou negativamente a experiências emocionais relacionadas com as pessoas ou objectos;
. Ter afectos é ser dotado da capacidade de dar e de receber, de amar e de ser amado, de perturbar e de ser perturbado, por exemplo.
. Os afectos exprimem-se através das emoções e têm uma ligação especial com o passado, com as experiências e vivências com as pessoas, objectos, ambientes e ideias. As emoções estão ligadas essencialmente a situações presentes.
. Exprimem-se em sentimentos e emoções; Diferença entre sentimento e emoção, segundo Antonio Damasio: . Usualmente, emoção e sentimento surgem como sinónimos, mas segundo António Damásio, a relação entre ambos é muito estreita.
. Segundo António Damásio, a emoção é um conjunto de reacções corporais, automáticas e inconscientes, face a determinados estímulos provenientes do meio onde estamos inseridos.
. O sentimento surge quando tomamos consciência das nossas emoções, isto é, o sentimento dá-se quando as nossas emoções são transferidas para determinadas zonas do nosso cérebro, onde são codificadas sob a forma de actividade neuronal.
Componentes das emoções: . Componente cognitiva - Ocorre quando tomamos conhecimento do facto: se não houver conhecimento deste, não se experimenta qualquer emoção; . Componente avaliativa - Fazemos uma avaliação, agradável ou desagradável, da situação; . Componente fisiológica - Manifestações orgânicas, corporais face à emoção;
emoções e sentimentos PSICOLOGIA 12º ANO . Componente comportamental - Comportamento que o sujeito poderá ter face ao outro, é o estado emocional que desencadeia determinado conjunto de comportamentos; . Componente subjectiva - Relaciona-se com o que o indivíduo sente a nível emocional e interior a que só ele tem acesso, ou seja, é o estado afectivo associado à emoção. . Componente expressiva - Expressões corporais que permitem mostrar ao outro as nossas emoções; (É importante notar que a emoção não se pode circunscrever a uma única componente, dado que cada uma tem grande influência em todas as outras. ) papel das emoções na vida do ser humano. As emoções são omnipresentes na vida de um ser humano. Independentemente da idade, do sexo, da cultura ou da condição, é impossível desprezar as emoções devido à sua íntima relação com os valores, as ideias e os princípios. Paralelamente à racionalidade, a emoção no Homem tem um sentido único que o distingue enquanto espécie.
Charles Darwin foi o criador da perspectiva evolutiva Distingue seis emoções básicas, primárias ou universais que são:
-a tristeza,
-a surpresa,
-a cólera,
- o desgosto,
-o medo. (Considera que as emoções desempenham um papel adaptativo fundamental ao longo da História, podendo comprometer a sobrevivência.) A complexidade das emoções existe, exactamente, na relação contínua que elas estabelecem com a nossa história pessoal, com os significados que, individualmente, atribuímos às situações, às pessoas e aos lugares. Do mesmo modo que o fazemos recorrendo à linguagem, as emoções são rápidos e poderosos meios de comunicação, sendo a melhor forma de mostrar os estados interiores do indivíduo. A emoção humana não se cinge ao prazer ou ao medo, é a vontade de justiça, o terror à tortura, a sensibilidade à poesia, à música ou a um quadro. A emoção humana acontece pelas mais pequenas coisas que não parecem importantes, mas que despertam em nós novos estados de espírito. Paul Ekman continuou esta teoria Para provar que indivíduos de culturas diferentes sentiriam diferentes emoções.

Acabou por constatar que há, efectivamente, emoções universais que não dependem de cultura, educação ou meio social. Ekman alarga um pouco a concepção de Darwin, aceitando a influência da cultura na expressão das emoções. William James avançou com a perspectiva fisiológica Defende que as emoções resultam das percepções do estado do corpo. Prespectivas Evolutiva Fisiológica Cognitivista Culturalista . Defendida por Willians James, que considerava que as emoções resultariam da consciência das mudanças orgânicas provocadas por determinados estímulos;
. As emoções resultam das percepções do estado do corpo, das mudanças orgânicas provocadas por estímulos.
. O estado de consciência de emoções como a cólera, a alegria, a raiva, resume-se à consciência de manifestações fisiológicas
. As emoções são processos aprendidos no processo de socialização;
. Consideram que as emoções são uma construção social, que tem que ser aprendidas;
. As diferentes sociedades e culturas definem o tipo de emoções que se podem manifestar e como as manifestar;
. A sua forma de expressão varia de cultura para cultura, dependendo assim do espaço e do tempo;
. Nega a existência de emoções universais: à diversidade cultural corresponde uma diversidade de emoções e das respectivas expressões
. Afirmam que os processos cognitivos, como as percepções, recordações e aprendizagens, são fundamentais para se perceberem as emoções;
. A forma como representamos uma dada situação, como a avaliamos é que desencadeia ou não determinada emoção Segundo Charles Darwin . Darwin procurou traços comuns na expressão de emoções em vários povos, e identificou seis emoções primárias ou universais: a alegria, a tristeza, a surpresa, a cólera, o desgosto e o medo;
. Considerou que as emoções têm um papel adaptativo fundamental na história da espécie humana, sendo determinante para a sua capacidade de sobrevivência.
Segundo Ekman . Mais tarde Ekman investigou tentando procurar uma tese que defendo que povos diferentes teriam emoções diferentes;
. Confirmou a tese de Darwin: há emoções que são universais, independentes do processo de aprendizagem e da cultura em que se manifesta;
. Não nega a influência da cultura nas emoções, na medida em que há regras que controlam a sua expressão. Porem, existe um património comum ao nível das emoções e da sua expressão.
As várias perspectivas contribuem, com as suas intrepretações,
para a compreensão das emoções e dos modos como se manifestam trabalho elaborado por:
-Ana rita amado
-andreia proença
Full transcript