Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Metrô, trem e monotrilho

No description
by

Laís Sartori

on 4 October 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Metrô, trem e monotrilho

9ºB - Metrô, trem e monotrilho
design by Dóri Sirály for Prezi
1. Superlotação;
2. Linhas insuficientes;
3. Ausência de conexões suficientes entre as linhas desses modais e entre as linhas e outros meios de transporte público;
Os problemas
Um dos maiores problemas da cidade de São Paulo é a superlotação causada pela falta de linhas metroviárias e também pela concentração dos empregos nas áreas centrais, em detrimento das periféricas, como a Zona Leste;
São Paulo é cidade que possui o maior metrô do país e também o mais lotado do mundo.Diariamente 3,7 milhões de pessoas circulam pelos 70,6 quilômetros de extensão da malha metroviária (Sindicato dos Metroviários de São Paulo);
Cenas do metrô de São Paulo chamam a atenção não somente da imprensa brasileira mas também da imprensa estrangeira.
Problema 1. Superlotação
Problema 3 - número de conexões entre as linhas
Soluções em andamento
Gabriela Vicente Guedes e Karen Freitas
Problema 2 - Número de linhas
Expansão das linhas do metrô (governo estadual);
Arco do Futuro (prefeitura);
Isenção fiscal na Zona Leste (prefeitura);

Expansão da linha
Expansão da linha 2, verde (Vila Prudente - Vila Formosa);
Criação da estação Anália Franco do metrô, que servirá de ramal entre a futura Linha 6, Laranja e a Linha 2, Verde, e também terá inteligação com a Linha 3, Vermelha;
Prolongamento da linha 13, Jade ao aeroporto de Garulhos;
Linha 19, Celeste (nova linha)- 24 estações;
Prolongamento da Linha 6, Laranja em 18 estações.


O Arco do Futuro
Atrair os empregos para a Zona Leste
Nosso Projeto
Nosso projeto
apresentadoras:
Falta de estações que se conectam com outras linhas de metrô;
Poucas estações conectam-se com a CPTM;
Poucas estações conectam-se aos terminais de ônibus;
Faltam bicicletários ou terminais de ônibus perto das estações.
Consequência:
Superlotação de estações com conexões (principalmente Sé, República, Brás, Barra Funda, Consolação, Luz, Ana Rosa e Paraíso).
Descentralização do desenvolvimento da cidade;
Tirar o foco do centro (empresas e para todos os projetos de educação, saúde e cultura da cidade);
Dar incentivos fiscais para atrair as empresas para as regiões do arco (sul e extremo leste);
Zerar o IPTU das iniciativas que se deslocarem das regiões de maior para menor demanda imobiliária.
Menor deslocamento dos trabalhadores;
Transformar um bairro-dormitório em área de prestação de serviços;
Aumento da quantidade de empregos nessa região;
Aumento da infraestrutura dessa área;
Embora as maiores obras viárias tenham sido vetadas por falta de verba, as ações listadas estão em estudo ou curso.
Projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a instituir o Regime Especial de Incentivo à Mobilidade Urbana
Justificativa:
Objetivo:
Modo operacional:
Estender o ‘horário de pico’, equilibrando o fluxo de usuários do transporte público sobre trilhos ao longo do dia.
as linhas de transporte no chamado ‘horário de pico'. Assim, há longas esperas e aglomerações, acidentes causados pelo excesso de usuários e desconforto.
Diariamente, mais de 4 milhões de paulistanos percorrem
Concessão de benefícios fiscais e subsídios
financeiros para empresas que controlem o horário de entrada e saída dos funcionários.
Regras:
Empresas a menos de 5 km de uma estação:
Empresas a 5 km ou mais de uma estação:
60%
dos funcionários
não
poderão ter:
como horário de
entrada
- período entre
07h00 e 09h00
;
como horário de
saída
- período entre
17h00 e 19h00
.

80%
dos funcionários
não
poderão ter:
como horário de
entrada
- período entre
08h00 e 10h00
;
como horário de
saída
- período entre
16h00 e 18h00
.
Reembolso mensal de parte do valor pago em “vale transporte” por meio do desconto em tributos estaduais.
O que a empresa ganha com isso?
E se minha empresa não puder abrir mão do horário comercial?
Nesse caso, visando aliar as melhorias do fluxo do metrô à especialização da força de trabalho, a empresa:
Deve possuir um bicicletário com vagas suficientes para seus funcionários;
Fazer com que ao menos 20% dos funcionário participem de atividades de lazer, cultura ou recreação, antes ou depois do expediente, oferecidos na própria empresa ou a, no máximo, 2 km dela;
Oferecer, na própria empresa ou a, no máximo, 2 km dela, cursos profissionalizantes fora do horário do expediente.


Falta de linhas interligadas nas regiões periféricas;

Linhas próximas superlotadas;

Falta de infraestrutura nas regiões periféricas;

Dependência da linha 3-vermelha e da CPTM.

Diminuiria a superlotação do metrô;
Melhoraria a mobilidade urbana;
O governo teria menos gastos com problemas causados pela superlotação;
O número de acidentes metroviários iria diminuir;
A lei traria benefícios para as empresas, como o subsídio para pagar o vale transporte por meio de isenção fiscal.
Full transcript