Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

5º Hábito das Pessoas Altamente Eficazes

Stephen R. Covey
by

Clarissa Azevedo

on 29 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 5º Hábito das Pessoas Altamente Eficazes

Clarissa Azevedo, Marcelo Bisol, Mauricio Kreusburg
5º Hábito das Pessoas Altamente Eficazes
CONCLUSÃO
PARADÍGMAS E PRINCÍPIOS
HÁBITO 5 - PROCURE PRIMEIRO COMPREENDER, DEPOIS SER COMPREENDIDO:
PRINCIPIOS DA COMUNICAÇÃO EMPÁTICA
CONCLUSÃO
Procurar primeiro compreender implica uma mudança no paradigma, visto que geralmente procuramos que primeiro nos compreendam. Escuta empática é a chave para uma efetiva comunicação. É o foco na aprendizagem de como a outra pessoa vê o mundo, como ela o sente. A essência da escuta empática não está em concordar com alguém; mas sim compreender aquela pessoa profundamente, tanto no plano emocional quanto no intelectual. Depois da sobrevivência física, a maior necessidade humana é a sobrevivência psicológica – ser compreendido, se afirmar, receber incentivo, ser amado.
A segunda parte do hábito está em ser compreendido.
Covey utiliza-se de três
palavras gregas na seguinte seqüência: ethos, pathos, logos. Ethos é a sua credibilidade emocional ou caráter; pathos é a empatia que você tem comunicando-se com outra pessoa; e logos é a lógica ou a parte pensada da comunicação.
Nós ouvimos em quatro níveis:
• não ouvir;
• fingir que ouvimos;
• ouvir seletivamente;
• ouvir com atenção concentrada
ou ouvir empaticamente.

Quanto mais pró-ativa a pessoa for (Hábito 1 – ser pró-ativo), mais eficaz será no exercício da sua liderança pessoal (Hábito 2 – começar com o objetivo na mente) e na administração de sua vida (Hábito 3 – primeiro o mais importante). Quanto mais eficácia na administração de sua vida, mais atividades renovadoras terá (Hábito 7 – afinar os instrumentos). Quanto mais se procura primeiro compreender (Hábito 5 – procure compreender e depois ser compreendido), mais eficaz será na busca de soluções sinérgicas (Hábitos 4 – vencer-vencer e 6 - sinergizar). Quanto mais se aprimora nos hábitos que levam à independência (Hábitos 1, 2 e 3), mais eficaz será em situações interdependentes (Hábitos 4, 5 e 6). E a renovação (Hábito 7) será o processo de revitalizar todos os outros hábitos.
Para que as nossa interações sejam um sucesso, não podemos recorrer apenas a técnicas, o fator fundamental é o nosso exemplo, a nossa conduta real (que deriva daquilo que somos).
Portanto para que o hábito da comunicação interpessoal seja eficaz é preciso desenvolver a capacidade de ouvir empaticamente, com base num caráter que inspira verdade e disponibilidade.


Com a atenção empática nós temos a finalidade de compreender, quer no plano emocional como intelectual, o ponto de vista do outro, de forma a criar uma oportunidade transformadora para ambos. Quando procuramos compreender as pessoas, devemos transcender os limites das nossas percepções individuais para conseguirmos comunicar em profundidade.



Como está a ouvir, torna-se influenciável.
E ser influenciável é a chave para influenciar os outros. O seu Circulo de Influência começa a expandir-se e a aumentar a capacidade para influenciar muitas coisas do seu Circulo de Preocupações.

Quanto mais entende as pessoas em profundidade, mais gosta delas e mais respeito sente. O tempo que dedicamos a compreender pode render muitos dividendos, muitas portas se podem abrir.
Princípios de Comunicação Empática
Suponha que você tenha um problema na vista, e
decida ir ao oculista para resolvê-lo. Depois de ouvir rapidamente seus problemas, ele tira os óculos e os entrega a você.
- Use estes - ele diz. - Tenho estes óculos há dez anos, e eles me ajudaram muito. Tenho outro par em casa. Pode ficar com eles.
Você os experimenta, mas os óculos só pioram seu problema.
- Está horrível - você reclama. - Não consigo ver nada.
- Mas o que há de errado? - pergunta o médico. - Para mim estão ótimos.
Tente de novo.
- Estou tentando - você fala. - Mas vejo tudo embaçado.
- Qual é o problema com você? Não consegue ter um pensamento positivo?
- Está bem. Positivamente, não enxergo nada!
- Amigo, como você é ingrato! - ele reclama. - Depois de tudo que fiz por você!
Quais as chances de voltar ao mesmo oculista quando precisar novamente de uma consulta? Poucas, imagino. Ninguém tem muita confiança em alguém que receita sem fazer um diagnóstico. Mas quantas vezes diagnosticamos antes de receitar, em termos de comunicação?
OUVIR COM EMPATIA

"Tentar primeiro compreender" implica uma mudança profunda no paradigma.
Tipicamente, nós procuramos primeiro que nos compreendam. A maior parte das pessoas não consegue escutar com a intenção de compreender. Elas ouvem com a intenção de responder. Elas estão sempre falando ou se preparando para falar. Elas filtram tudo através de seus próprios paradigmas, leem sua autobiografia na vida das outras pessoas.
- Oh! Sei exatamente como se sente!

- Já passei por isso também. Vou contar o que aconteceu comigo.
Elas estão constantemente projetando suas experiências interiores no comportamento dos outros. Receitam seus óculos para qualquer um com quem se relacionam.

DIAGNOSTIQUE ANTES DE RECEITAR
Apesar de ser arriscado e difícil, (tentar primeiro compreender diagnosticar) antes de receitar algo é um princípio correto que se manifesta em muitas áreas da vida.
É a marca registrada de todos os passionais de verdade. Trata-se de uma atitude fundamental para o oculista, para o médico de verdade.
Você não terá confiança no tratamento recomendado pelo seu médico, a não ser que confie no diagnóstico.
DEPOIS PROCURE SER COMPREENDIDO
Procure primeiro compreender... depois ser compreendido. Saber como ser compreendido é a outra metade do Hábito 5, e é igualmente importante para se atingir soluções como Vencer/Vencer.

Um pouco antes definimos a maturidade como o equilíbrio entre a coragem e a consideração ou o respeito. Procurar compreender exige consideração, procurar ser entendido requer coragem.

Vencer/Vencer exige um alto nível dos dois. Assim, torna-se importante para nós, em uma situação interdependente, que nos compreendam.
Os antigos gregos tinham uma filosofia magnífica, que se encontra embutida em três palavras organizadas em sequência: etos, patos, e logos. Estas três palavras abrigam a essência de procurar primeiro compreender para conseguir eficácia no desenvolvimento das ideias e em sua apresentação.
Etos é sua credibilidade pessoal, a fé que as pessoas têm em sua integridade e competência. É a confiança que você inspira, sua Conta Bancária Emocional.
Patos é seu lado empático - o sentimento. Quer dizer que você está sintonizado com a confiança presente na comunicação da outra pessoa.
Logos é a lógica, a parte pensada da comunicação.
Notem a sequência: etos, patos, logos - seu caráter, suas relações e a lógica de sua mensagem. Isso representa outra mudança importante de paradigma. A maioria das pessoas, ao apresentar uma ideia, vai logo de cara para o logos, a lógica do cérebro esquerdo. Elas tentam convencer as outras pessoas da validade de sua lógica, sem primeiro levar em consideração o etos e o patos.
QUESTÕES
1 - Qual o 1º passo para estabelecer uma comunicação empática ?

Deve ser feito uma mudança de paradigma: ao invés de procurar que
nos compreendam devemos tentar compreender profundamente a pessoa com quem conversamos, seu ponto de vista, tanto emocional quanto intelectualmente.
2 - Qual o 2º passo para estabelecer uma comunicação empática?

A segunda parte e ser compreendido. Para que isso ocorra deve se seguir a seguinte filosofia grega sintetizada em três palavras nesta ordem:
- Etos – sua credibilidade pessoal, a fé que as pessoas têm em sua integridade e competência;
- Patos – seu lado empático - quer dizer que você está sintonizado com a confiança presente na comunicação da outra pessoa;
- Logos – a parte pensada da comunicação;
3 - Como a comunicação empática pode influenciar outras pessoas?

Quando você está, realmente, ouvindo torna-se influenciável e
ser influenciável é a chave para influenciar os outros.


Obrigado!
Full transcript