The Internet belongs to everyone. Let’s keep it that way.

Protect Net Neutrality
Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Copy of O uso da Internet e suas aplicações na comunicação política_0

Apresentação para o curso da Campanha Digital em parceria com o ILP
by

Campanha Digital

on 24 November 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of O uso da Internet e suas aplicações na comunicação política_0

DILMA: Durante debate promovido pelas redes de TV católicas Canção Nova e Aparecida, em que ela NÃO apareceu, a atual presidenta Twittou sobre um clipe do Pato Fu que passava na Globo.

SERRA: Como Hackear o site do José Serra em 30seg:
http://www.naosalvo.com.br/vc/como-hacker-o-site-do-jose-serra-em-30seg/


MARINA: RT “RT @iara_meirelles: Como podemos lamentar a morte de uma pessoa que blasfemou contra Deus a vida toda? #saramago” e “RT @wvmedeiros: Grande escritor é muito subjetivo. Alguém que não RESPEITA a fé alheia não é exatamente um GRANDE escritor. #saramago”. E SUAS APLICAÇÕES NA COMUNICAÇÃO POLÍTICA RELACIONAMENTO CONTEÚDO VISIBILIDADE Videos Notícias Fotos Apresentações E-Books Artigos Tutoriais Dicas Gestão do relacionamento (CRM) Mídias Sociais Compartilhamento Viralização Personalização Atendimento Suporte Website Institucional Blog Links Patrocinados Perfis públicos Posts ELEIÇÕES MANDATO COMUNICAÇÃO Linha do Tempo da Internet na Aproximar representantes de representados, transparência dados públicos, radicalização da democracia em uma crescente, mídia interativa, velocidade, mobilização/participação, liberdade de expressão, formação de opinião, exposição pessoal, rastreamento de perfis e opiniões - Expectativas de confiança no político ou partido;
- Identificação;
- Ética;
- Satisfação;
- Auto-expressão; Critérios de redução de risco na decisão de confiança e voto: - Amplia o alcance da mensagem institucional
- Melhora o relacionamento e fidelização da base
- Valoriza o grupo político ligado a ela
- Diferencia e fixa a imagem institucional
- Delimita um valor de ativo intangível Facilita e aumenta a velocidade das transações comerciais Melhora a interpretação e o processamento da relação comercial entre cliente e produto ENTIDADES POLÍTICAS E INSTITUIÇÕES PÚBLICAS Modelos de precificação de marcas foram desenvolvidos para explicitar o que um ativo intangível poderia representar de valor econômico, num momento onde fusões e aquisições são fatos da vida atual.

Instituições e corporações, que antes "prezavam pela imagem institucional", passaram a ter "obrigação em se posicionar institucionalmente", pois o mercado impôs à elas valor monetário e a sociedade (eleitor) as rédeas da exposição 2.0. CUIDADO COM COMENTÁRIOS EXCESSIVAMENTE ENTUSIASTAS: EXPECTATIVAS INFLADAS PODEM LEVAR AO ERRO Constante
Relevante
Útil Para trazer resultados efetivos,
o conteúdo precisa ser: O USO DA INTERNET Imagens que podem ser usadas Tina Sharkey
(AOL) 51.425 32 dias Mais de 30 Milhões de mensagens enviadas em 32 dias Estudo de Caso: Marina Silva no Orkut Desenvolvemos um aplicativo que permitia com que os eleitores da Marina Silva divulgassem mensagens da campanha para a sua rede de amigos As mensagens eram alimentadas pela equipe de campanha da forma mais simples possivel: enviando um e-mail para o PUBLY, que publicava automaticamente Custos com treinamento de uso do software: ZERO Problema apresentado: Faltando 34 dias para as eleições, a equipe de Campanha da Marina Silva precisava atingir o máximo de pessoas possível dentro do Orkut. Diferentemente de todas as outras redes sociais, o Orkut (maior rede social Brasileira) não oferece ferramentas simples para se comunicar com muitas pessoas ao mesmo tempo. Os eleitores que instalavam o aplicativo podiam personalizar seu perfil com a última mensagem da Marina. Assim, todos os seus amigos podiam retransmitir a mensagem, mesmo que não tivessem o aplicativo instalado Resultados: 5,2x mais do que José Serra
4,9x mais do que Dilma Rousseff instalações em instalações por dia instalações Totais Cunharam o termo "Social Media" Ted Leonsis
(AOL) Darrell Berry
(independente) Categorias de mídias sociais: Interatividade x Passividade
Interpessoalidade Marhall McLuhan (1911-1980) Na década de 60 já via os instrumentos de
comunicação (rádio, tv e até computadores)
como extensões do corpo humano.

Cunhou o termo "aldeia global". "O meio é a mensagem" Eleições 2010 Eleições 2012 Classificação por ESTRATÉGIA: Classificação por CATEGORIA: REDES SOCIAIS X MÍDIAS SOCIAIS Do latim "Media" - Plural de "Medium" (meio) Existem desde o início
da História da Humanidade Não foi a primeira a usar (embora afirme isso), mas de fato foi quem popularizou o termo Módulo 1: INTRODUÇÃO Módulo 2: MANDATO Módulo 3: ELEIÇÕES Rede Social pode ser definida com uma imagem: Facebook Twitter Criação e circulação da Informação Antes do Twitter Criação e circulação da Informação Depois do Twitter Contextualização do uso da Internet nas
Eleições norte-americanas VS Eleições no Brasil Mídia Social é DIÁLOGO,
não MONÓLOGO Outras Mídias Em 2010... Em 2011: Conteúdo como
moeda de troca A ênfase na autenticidade do que você publica é o melhor caminho para construir um relacionamento com a base.

ISTOÉ -
Fale um pouco da estrutura do blog. O sr. precisou montar uma equipe grande?

SAM GRAHAM-FELSEN -
Essa questão da estrutura é importante. A campanha investiu pesado na equipe de novas mídias. Tínhamos 85 pessoas no total. Ou seja, éramos um dos maiores departamentos de toda a campanha. Eu tinha três blogueiros trabalhando comigo diretamente, além de uma dúzia ou mais de blogueiros regionais que postavam especificamente sobre alguns Estados onde a disputa entre democratas e republicanos era mais acirrada. Eu mantinha contato diário com muitos dos melhores blogueiros em nível nacional e estadual, fornecendo a eles o que precisavam para cobrir a eleição.

A ênfase na autenticidade do que você publica é o melhor caminho para construir um relacionamento com a base.


ISTOÉ -
Fale um pouco da estrutura do blog. O sr. precisou montar uma equipe grande?

SAM GRAHAM-FELSEN -
Essa questão da estrutura é importante. A campanha investiu pesado na equipe de novas mídias. Tínhamos 85 pessoas no total. Ou seja, éramos um dos maiores departamentos de toda a campanha. Eu tinha três blogueiros trabalhando comigo diretamente, além de uma dúzia ou mais de blogueiros regionais que postavam especificamente sobre alguns Estados onde a disputa entre democratas e republicanos era mais acirrada. Eu mantinha contato diário com muitos dos melhores blogueiros em nível nacional e estadual, fornecendo a eles o que precisavam para cobrir a eleição.

A ênfase na autenticidade do que você publica é o melhor caminho para construir um relacionamento com a base.


ISTO É -
Aqui no Brasil, os políticos estão aderindo cada vez mais às novas mídias. O candidato tucano José Serra faz questão de postar pessoalmente seus comentários. Mas muitos admitem que postar no Twitter, por exemplo, toma-lhes muito tempo...

SAM GRAHAM-FELSEN -
De fato. Eu costumava trabalhar sete dias por semana, geralmente mais de 12 horas por dia. Com tantas coisas em jogo nessa eleição, nós sentíamos que tínhamos o dever de trabalhar por quantas horas fossem necessárias para causar impacto.

ENGAJAMENTO
As pessoas se engajarão no processo político se elas sentirem que são levadas a sério por seus candidatos, que não estão sendo manipuladas, mas, sim, ouvidas no processo. E que esses mesmos candidatos lhes dão as ferramentas para poderem se envolver e se organizar

-
A que ferramentas o sr. se refere exatamente?

SAM GRAHAM-FELSEN -
melhor maneira de mobilizar as pessoas é dar a elas tecnologias para que possam se organizar. Como disse antes, em vez de dizer a elas exatamente o que devem fazer, forneçam as ferramentas para que organizem comitês e eventos de arrecadação de fundos em suas próprias vizinhanças. Deixe-as toma a campanha em suas próprias mãos, fornecendo o suporte necessário.

PRODÍGIO
O blog comandado por Felsen arrecadou meio bilhão de dólares
para a campanha de Obama
A eleição do presidente Barack Obama em 2008 foi um divisor de águas na forma de se fazer campanha política pela internet. Sites, blogs e o Twitter, além de permitirem maior interação com os eleitores, tornaram-se uma poderosa ferramenta de arrecadação. Quem conhece a fundo essa história é o jornalista americano Sam Graham-Felsen, que foi diretor da área de blogs da campanha online do candidato democrata, coordenada pela Blue State Digital. Em entrevista exclusiva à ISTOÉ, Graham-Felsen conta que "mais de três milhões de doadores individuais contribuíram cada um com pouco mais de US$ 100, resultando num montante de US$ 500 milhões". Segundo ele, "as campanhas nos Estados Unidos eram marcadas por grandes doações de um grupo de interesses, mas Obama rompeu com essa tradição". Com base na experiência americana, Graham-Felsen acredita que em pouco tempo a televisão deixará de ser fundamental nas campanhas eleitorais. Quem assumirá seu papel, é claro, será a internet. Chegamos à conclusão de que há uma acentuada
desigualdade na maneira pela qual as instituições e os políticos individualmente
considerados utilizam-se da Internet para divulgar suas atividades.

“colonizado por indivíduos e grupos muitas
vezes vinculados ao poder econômico e/ou ao marketing político, que se apropriaram
da linguagem da Internet e, sob o manto do anonimato, utilizaram este instrumento
sem estabelecer compromissos com os valores cívicos da convivência democrática”
(Op. cit., p. 2), contribuindo assim para o esvaziamento da qualidade do debate público
travado sobre a temática. MOSTRE SEU VALOR

Valores determinam nossas decisões e posturas em relação à vida. Mas, quais são os nossos valores?

Se não escolhemos, eles já vem prontos e assim aprendemos que o sentido da vida é simplesmente crescer, estudar, trabalhar, ter filhos e morrer. Mas, tudo isso para quê?

Diziam os filósofos que a finalidade do homem era aprender a Ser e realizar em si a potência do bem, do belo e do justo. Diziam que eram estes os ideais humanos e que assim o homem viria a se realizar e ser feliz. Apenas o ser humano pode apreciar a generosidade, o amor e a beleza de forma consciente.

A música inspira, o voluntariado abre o coração, a amizade enche, o amor traz alegria. Por quê?

Valores verdadeiramente humanos fazem isso. Quando o ser humano percebe isso, os seus valores mudam da simples sobrevivência e satisfação de desejos infinitos à contemplação, ao serviço, à beleza, à generosidade e ao altruismo. E assim, o Ser ganha prioridade sobre o simplesmente existir.

Viver é uma tarefa contínua de construção deste Ser Humano. E por acaso, haveria maior obra para o ser humano que aprender a Ser?

Dizia Aristóteles que o homem se torna feliz ao viver uma vida que seja racional. Para ele a razão era a prática de valores ou virtudes. Selecionar valores é ser racional e assim, viver de acordo com valores é ser feliz. Em 1998, alguns candidatos pioneiros utilizaram pela primeira vez a Internet em suas estratégias eleitorais. Para citar alguns exemplos:

a) Antônio Britto, candidato ao governo gaúcho, disponibilizou um website contendo desde sua plataforma e propostas até notas e informações sobre a campanha;

b) O PDT gaúcho desenvolveu um website para cada um de seus candidatos, de governador a senador;

c) O então candidato a reeleição Fernando Henrique Cardoso disponibilizou um website com suas propostas e projetos neste mesmo ano. http://www.tiagodoria.ig.com.br/2010/10/04/eleicoes-2010-internet-reforca-militancia-e-midia-cidada/ Ninguém precisa conhecer TODAS essas ferramentas. É preciso saber quais delas (e como)
vamos utilizar para as nossas necessidades Menos é Mais. Você deve se perguntar:
Qual é o OBJETIVO;
O que você precisa usar para chegar lá;
Quais são os melhores caminhos;
Quais são os diferenciais de desempenho entre você e seu concorrente;
Qual é a sua estratégia;
Qual o impacto em desempenho das tecnologias que você está utilizando. Popularização do uso doméstico
da Internet no Mundo Primeira vez que a Internet
foi usada em uma Campanha Eleitoral
(porém, de forma muito embrionária) 1996 1994 Criação da Arpanet 1998 Primeira eleição com
Internet no Brasil 2000 Primeira eleição nos EUA
que a Internet foi usada
extensivamente pelos candidatos WEB 2.0

CANDIDATOS
Produção de conteúdo
Aplicativos - APP´s
Jogo (Marina Silva)
Arrecadação $ (pouca, mas houve)

ELEITORES
Engajamento p/ além dos filiados
Produção de conteúdo
Construção de canais de mídia
Compartilhamento de conteúdo 2006 Foi proibido o uso de brindes, camisetas, outdoors e showmícios. Pensava-se que a internet teria mais relevância, o que não foi o caso nesse ano. 2008 A campanha de Barack Obama, compreendendo o conceito de web 2.0, fica
famosa pelo uso da internet de forma
muito inteligente, mobilizando milhares
de pessoas na produção de conteúdo em
apoio ao candidato. Interatividade explorada em toda a sua extensão. Ações de 2010 +

CANDIDATOS
Aplicativos mais inteligentes (viralização)
Rakeamento de perfis em Mídias Sociais
Métricas mais sofisticadas (real time + indicar ações)
Pesquisas na área de IA (segmentação, pesquisas, indicativo voto) tratamento de dados mais precisos com Análise Semântica.

ELEITORES
Maior engajamento
Aplicativos pré-confeccionados (oposição)
Popularização sites sobre políticos abertura antiga Brasileiros mais seguidos (atualizado) Principais Fontes de Informação ? http://www.senado.gov.br/senadores/ Orkut DESEMPENHO DO MANDATO 2010 Primeira eleição no Brasil em que a utilização das Mídias Sociais é permitida pelo TSE.
A candidata Marina Silva faz uma campanha focada na Internet e atinge mais de 19% dos votos válidos (quase 20 milhões de votos). 1995 2003 1997 Relacionamento Digital Interatividade Sites e Blogs Visão Geral das principais mídias ? ? Anúncios e Parcerias Search Engine Optimization (SEO) 9 em cada 10 usuários de Internet iniciam sua experiência pela página do Google. 1º – 42%
2º – 12%
3ª – 8,5%
4ª – 6,1%
5ª – 4,9% O custo de não estar bem ranqueado: Porcentagem de Cliques por ranking: Chapéu Branco VS Chapéu Preto Ferramentas Úteis Música Search Engine Marketing (SEM) Métricas Monitoramento 5° com maior número de pessoas conectadas à internet;

Mais de 80 milhões de pessoas conectadas;

Hoje cerca 50% dos brasileiros estão conectados (lanhouse, casa, escola/Universidade ou trabalho);

2° país que mais utiliza o YouTube;

4°que mais lê blogs;

2º que mais usa o Twitter;

E o país que mais vem chamando atenção por seu crescimento no Facebook (70% de crescimento nos últimos 6 meses);

Um cenário bastante favorável para trabalharmos e investirmos nessas mídias, que possibilitam a criação e manutenção de marcas, solidificação do relacionamento com filiados e eleitores e obtenção de feedback e insights ricos, garantindo maior inteligência competitiva. Publicação web 2.0 nada mais é que a democratização nos processos de produção de canais, conteúdo e compartilhamento destas informações Não basta ter conteúdo, este tem
que ser relevante Políticos mais Influentes (julho 2011) Tecnologia utilizada (geram impacto em indexação, usabilidade, capacidade de conexão com outras mídias);
Arquitetura de Informação (usabilidade, Acessibilidade);
Capacidade de compartilhamento de conteúdo;
Segurança
Gerenciamento remoto de publicações (cobertura em tempo real de discursos, comendas, ações políticas, obras públicas e cotidiano do mandato - reunião com representantes da sociedade civil organizada, agentes políticos e acontecimentos pessoais - personalidade política ). TSE: 400 mil ataques por segundo nos dias de eleição Gafes online: Gerenciamento Wireframe Administração Remota Dicas Operacionais para o responsável pela comunicação do gabinete ou governo:

Seja versátil.
Adapte os seus entregáveis às necessidades de cada projeto.
Evite redundâncias.
Crie seu protocolo de publicações.
Compartilhe-os com o time, na hora certa, e peça/aceite feedback sobre todos eles.
Converse com os colegas de equipe, com o político, presidente da entidade e o responsável geral pela comunicação e deixe que eles conheçam o projeto.
Na execussão, coloque seu arsenal em prática e colha os louros de um
resultado eficiente! Widget reprogramado (Ex: agenda pública+ integrado Google calendar)
Integração com CRM (Customer Relationship Management - Gestão de Relacionamento com o Cliente/Eleitor)
Enquetes
Cadastro
Geolocalização
Jogos
Aplicativos - APP´s INFRAESTRUTURA PROGRAMÁVEIS Promoções
Sincronia de ações
Ouvidoria
Relevância do conteúdo postado
Qualidade dos arquivos (imagem institucional e política)
Estratégias de dissipação de conteúdo
Indexação
links para perfis e ícones de interatividade - curtir e compartilhar);
Capacidade de compartilhamento de todo o conteúdo do site;
Cadastro no Google
Webmasters Tools
Meta Tags
Métricas e Monitoramento Websites (CMS) CONFIGURÁVEIS ADMINISTRATIVOS Usar tecnologia Flash em mais do que pequenos detalhes
Várias coisas se movendo ao mesmo tempo
Excesso de botões
Cores escuras
Links que abrem na página atual
Proibir cópia de conteúdo (Ofereça licença Creative Commons) EVITE Aplicativos Sociais WEBSITE POLÍTICO PARA MANDATOS Informações Obtidas dos Usuários Nome
Gênero (masculino ou feminino)
Foto
Lista de Amigos
Aniversário
Cidade Natal
Cidade Atual
Nível Educacional
Histórico Profissional e Site do local onde trabalha
Opção Sexual e Religiosa
Atividades de interesse: grupos, eventos, notas pessoais, músicas preferidas, programas de TV que gosta de assistir, filmes prediletos, livros que já leu, entre outros.
Locais onde ele frequenta (Check-ins)
Postagens e comentários pessoais.
Informações sobre os TODOS os amigos do munícipe/eleitor: aniversário, cidade atual, preferências, música, TV, filmes, livros e suas postagens. HOME SOBRE Anunciar conquista de emendas parlamentares para um município; g Mensagens Especiais Reunião com Associações e entidades representantes da sociedade civil Organizada. Emissor Receptor Mensagem

(ruído) INTERNET: a polêmica da democracia Raul Castro - CUBA Hugo Chaves - Venezuela Mahmoud Ahmadinejad - Irã O termo "Web 2.0" e seus conceitos já eram usados anos antes. Porém, na política, a eleição de Obama fez seu uso massificado pela primeira vez na história. L
E
G
I
S
L
A
T
I
V
O E
X
E
C
U
T
I
V
O Nome




Local




Título




Reclamação Marina Silva surpreende e quase dobra o número de votos previsto pelas pesquisas do IBOPE e Datafolha.
QUASE DOBRA O NÚMERO DE VOTOS PREVISTO pelas últimas pesquisas do IBOPE e Datafolha. Considerados os institutos de pesquisa mais respeitados do país, estes sempre prometeram até 3% de margem de erro para mais ou para menos... E erram na última previsão, um dia antes das eleições, em 10% percentuais. Isso não quer dizer que o conceito
de Rede Social é um subitem de Mídias Sociais PRESENÇA DIGITAL

Webmaster Tools (cadastro Google, Bing, ASk, Yahoo) Ferramentas para ntender como o Google enxerga seu site: https://www.google.com/webmasters/tools/home?hl=pt-BR
Google Insight for Search : http://www.google.com/insights/search/
Suggest do Google e YouTube: completam os termos inseridos nos campos de busca com os termos mais buscados;
Ubbersuggest: processo de sugestão de termos de busca;
Topsy: agrega conteúdo que é popular no momento (links e imagens) e, se utilizar o parâmetro site:http://concorrente.com/, é possível descobrir quais conteúdos do seu concorrente são mais populares (se colocar a URL do seu site, saberá a popularidade do seu conteúdo);
Soovle: fornece os termos mais buscados no dia em diferentes sites;
What the Trend: permite acompanhar o desempenho e compreender hashtags populares no Twitter;
Open Site Explorer: mede a popularidade e backlinks (links externos) de um site;
O TTBR.info também lista tópicos populares na tuitosfera brasileira;
Responder perguntas sobre sua área no Yahoo! Respostas e deixar um link do seu blog como referência da resposta pode ajudar o SEO, obter tráfego e a navegação pelo Yahoo! Respostas também pode gerar muitas ideias para geração de conteúdo (as perguntas cujas respostas você ainda não tem em seu blog);
É uma boa ideia esmiuçar seu relatório de web analytics pelos termos de busca que geraram visitas, mas que não estão diretamente relacionados às respectivas páginas, e então produzir conteúdo baseado nesses termos;
SEM Rush: analisa seu site (e da concorrência) e indica os termos de busca em que ele é mais relevante e outras informações sobre seu potencial publicitário;
SEO Moz: é uma ferramenta bastante completa para acompanhar o SEO de seu site;
O servidor é muito importante: se ele cai, o usuário tentar entrar e não conseguir, ele voltará à busca e entrará em outro site. O Google perceberá e seu site perderá relevância; além disso, um servidor rápido tem bônus com o Google (mas eles não assumem);
Mudou de URL? É impressindível fazer um redirecionamento 301, senão perderá todo o rankeamento obtido; SITE DE CAMPANHA Post Rank, plugin (Firefox/Chrome) para utilizar junto com o Google Reader, ele organiza por relevância os itens e pode ajudar bastante na hora de ler seus feeds RSS e buscar inspiração para criar conteúdo http://labs.postrank.com/gr O posicionamento nos sites de busca gera grande percepção de valor nos consumidores, que enxergam os melhores colocados como líderes em seus nichos, como mais confiáveis, mais profissionais, as melhores opções. Brasil Não basta ter conteúdo, este tem que ser relevante O PUBLY é uma Plataforma de Comunicação Digital
para controle de publicação
nas principais MÍDIAS SOCIAIS SITES E BLOGS O PUBLY é uma plataforma de comunicação digital para controle das mídias sociais, que:

Administra 100% do conteúdo postado nas mídias sociais mais tradicionais, reduzindo em mais de 80% o tempo operacional dos profissionais de comunicação e usuários de mídias sociais.
Para utilizar o sistema, o usuário não precisa estar logado em nehuma mídia social. Basta acessar sua caixa de e-mails pessoal para interagir com todas elas.
Atualiza conteúdos disparados por aplicativos sociais - APP´s, realiza publicações de fotos vídeos e textos em blogs e websites, utilizando exclusivamente o email, acessado por um computador comum ou pelo celular com internet mobile.
Possui ferramentas integradas para construção de Aplicativos Sociais (APP´s), que aceleram o desenvolvimento e que permitem fácil personalização para o cliente.
Dispensa qualquer tipo de treinamento. Trechos de participações em mesas de eventos Planejamento de Aplicativos Sociais O que o aplicativo oferece ao usuário? (pergunte-se: "porque EU usaria esse aplicativo?")
O que o motiva a compartilhar informações com os amigos? (por quê eu compartilharia?)
Em quais momentos o aplicativo deve solicitar publicação no mural? (não seja chato)
Como fazer isso sem ser chato? (escolha momentos-chave de interação com o aplicativo) Wireframe Estratégias para Aplicativos Sociais - Executivo
- Oposição
- Situação
- Legislativo 2000, Al Gore, candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, recebeu a maioria dos votos populares.
Quem tomou posse em janeiro seguinte foi George W. Bush
Reunião do Colégio Eleitoral, composto de 538 cadeiras. Eles é que são os verdadeiros eleitores e têm o poder de dizer quem vai ocupar a Casa Branca. Eu Presidente dos EUA
http://www.aprendebrasil.com.br/imagens/reportagens/eleicoesnoseua/Eu_presidente2.swf Mapa
http://www.aprendebrasil.com.br/imagens/reportagens/eleicoesnoseua/mapaEUAEleitores2.swf http://www.acessobrasil.org.br/
http://www.dasilva.org.br/ Existem formas mais inteligentes =) Republicanos Democratas Comece cedo! A ênfase na autenticidade do que você publica é o melhor caminho para construir um relacionamento com a base.
Essa questão da estrutura é importante. A campanha investiu pesado na equipe de novas mídias. Tínhamos 85 pessoas no total. Ou seja, éramos um dos maiores departamentos de toda a campanha.
Em algum momento, a televisão deixará de ter esse papel e quem vai assumi-lo é a internet. A rede está provando ser uma arma poderosa para campanhas, porque com ela é muito mais fácil testar mensagens e público-alvo. Além disso, com a internet se gasta bem menos que com a tevê. Por outro lado, tevê e internet estão confluindo.
O blog recebia geralmente cerca de mil comentários para cada postagem. Nós sempre tentamos responder a esses comentários quanto fosse possível.
A menos que fossem comentários realmente ofensivos, nós geralmente permitíamos que as pessoas pudessem se expressar livremente no blog.
Nós criamos uma narrativa, a de que pessoas comuns podem realmente fazer a diferença em seu país. Isso foi muito inspirador. E o povo respondeu acima das expectativas. Nós conseguimos US$ 500 milhões em doações individuais e também reunimos milhares de voluntários. Eu acredito absolutamente que a internet foi decisiva para o sucesso de Obama.
Não podemos esquecer da interação dessa plataforma digital com os telefones celulares – e há mais de 170 milhões de celulares em uso no Brasil. Isso também pode ter um grande impacto.
As pessoas se engajarão no processo político se elas sentirem que são levadas a sério por seus candidatos, que não estão sendo manipuladas, mas, sim, ouvidas no processo. E que esses mesmos candidatos lhes dão as ferramentas para poderem se envolver e se organizar em sua própria vizinhança.
melhor maneira de mobilizar as pessoas é dar a elas tecnologias para que possam se organizar. Como disse antes, em vez de dizer a elas exatamente o que devem fazer, forneçam as ferramentas para que organizem comitês e eventos de arrecadação de fundos em suas próprias vizinhanças. Deixe-as toma a campanha em suas próprias mãos, fornecendo o suporte necessário. FATORES COMPETITIVOS:
Dinheiro (3X mais que o concorrente)
Apelo (primeiro presidente negro - eleitores se sentem fazendo história)
Crise econômica + identificação com o candidato + voto de protesto

FATORES LEGAIS:
Sem restrições de propaganda
Voto Opcional (pessoas pesquisam sobre o candidato na internet)

FATORES CULTURAIS:
Nacionalismo quase doentio
Forte polarização partidária (democratas VS republicanos)
Personalismo (Brasil) VS Time (EUA)
As prévias duram mais tempo que o próprio processo - nesse período o país (pessoas, canais de comunicação, etc) se divide em dois times bastante engajados, anets mesmo do início oficial de campanha. Não há estratégia digital que sobreviva a crise econômica CONDIÇÕES IDEAIS PARA A DISPUTA ELEITORAL CALL TO ACTION:

Seja Claro
Ofereça incentivo
Selecione um número pequeno de ações
Uso de linguagem imperativa
Disposição correta de elementos nas mídias sociais
Uso de espaço em branco
Cores fortes para o destaque
Redimensione de acordo com a importância
Tenha chamada à ação em todas as páginas
Cadastros simplificados evitam evasão MOBILIZAÇÃO ONLINE EM 10 PASSOS Centralizar informações e descentralizar ações e a GARANTIA DAS CONDIÇÕES ADEQUADAS para o melhor aproveitamento do DESEMPENHO MILITANTE ONLINE:

Volume de conteúdo no site central (disseminação);
Ações em blocos (p/ escolha);
Grupos separados;
Agenda coletiva de campanha (várias fontes de publicação);
SMS na mobilização dos filiados
Liberdade de livre organização;
Garantia de ferramentas adequadas para o maior aproveitamento da militância online. MENSAGENS DA CAMPANHA:

Personalização de mensagens em todas as mídias - padronização da identidade visual;
Upload legenda candidato foto perfil;
Compartilhamento de TODOS os conteúdos com legenda;
Logomarca, cores e jingle disponíveis á todos que desejem baixar para produção de materiais próprios . Disponibilização de Dados - Internet
Transição da web 1.0 para web 2.0 _____________________________________
Sociedade bem informada e mais criteriosa + SOCIEDADE HOJE SOCIEDADE ATÉ 2010 A recomendação, o depoimento ou a crítica,
mesmo de pessoas desconhecidas, tem exercido grande influência na decisão de
participação, compra e voto. Tecnologia utilizada (geram impacto em indexação, usabilidade, capacidade de conexão com outras mídias);
Arquitetura de Informação (usabilidade, Acessibilidade);
Capacidade de compartilhamento de conteúdo;
Segurança
Gerenciamento remoto de publicações (cobertura em tempo real de discursos, comendas, ações políticas, obras públicas e cotidiano do mandato - reunião com representantes da sociedade civil organizada, agentes políticos e acontecimentos pessoais - personalidade política ). Dicas Operacionais para o responsável pela comunicação do gabinete ou governo:

Seja versátil.
Adapte os seus entregáveis às necessidades de cada projeto.
Evite redundâncias.
Crie seu protocolo de publicações.
Compartilhe-os com o time, na hora certa, e peça/aceite feedback sobre todos eles.
Converse com os colegas de equipe, com o político, presidente da entidade e o responsável geral pela comunicação e deixe que eles conheçam o projeto.
Na execussão, coloque seu arsenal em prática e colha os louros de um
resultado eficiente! Widget reprogramado (Ex: agenda pública+ integrado Google calendar)
Integração com CRM (Customer Relationship Management - Gestão de Relacionamento com o Cliente/Eleitor)
Enquetes
Cadastro
Geolocalização
Jogos
Aplicativos - APP´s INFRAESTRUTURA PROGRAMÁVEIS Promoções
Sincronia de ações
Ouvidoria
Relevância do conteúdo postado
Qualidade dos arquivos (imagem institucional e política)
Estratégias de dissipação de conteúdo
Indexação
links para perfis e ícones de interatividade - curtir e compartilhar);
Capacidade de compartilhamento de todo o conteúdo do site;
Cadastro no Google
Webmasters Tools
Meta Tags
Métricas e Monitoramento CONFIGURÁVEIS ADMINISTRATIVOS Usar tecnologia Flash em mais do que pequenos detalhes
Várias coisas se movendo ao mesmo tempo
Excesso de botões
Cores escuras
Links que abrem na página atual
Proibir cópia de conteúdo (Ofereça licença Creative Commons) EVITE WEBSITE POLÍTICO PARA MANDATOS HOME SOBRE Anunciar conquista de emendas parlamentares para um município; g Reunião com Associações e entidades representantes da sociedade civil Organizada. O PUBLY é uma Plataforma de Comunicação Digital
para controle de publicação
nas principais MÍDIAS SOCIAIS SITES E BLOGS O PUBLY é uma plataforma de comunicação digital para controle das mídias sociais, que:

Administra 100% do conteúdo postado nas mídias sociais mais tradicionais, reduzindo em mais de 80% o tempo operacional dos profissionais de comunicação e usuários de mídias sociais.
Para utilizar o sistema, o usuário não precisa estar logado em nehuma mídia social. Basta acessar sua caixa de e-mails pessoal para interagir com todas elas.
Atualiza conteúdos disparados por aplicativos sociais - APP´s, realiza publicações de fotos vídeos e textos em blogs e websites, utilizando exclusivamente o email, acessado por um computador comum ou pelo celular com internet mobile.
Possui ferramentas integradas para construção de Aplicativos Sociais (APP´s), que aceleram o desenvolvimento e que permitem fácil personalização para o cliente.
Dispensa qualquer tipo de treinamento. Trechos de participações em mesas de eventos Tecnologia utilizada (geram impacto em indexação, usabilidade, capacidade de conexão com outras mídias);
Arquitetura de Informação (usabilidade, Acessibilidade);
Capacidade de compartilhamento de conteúdo;
Segurança
Gerenciamento remoto de publicações (cobertura em tempo real de discursos, comendas, ações políticas, obras públicas e cotidiano do mandato - reunião com representantes da sociedade civil organizada, agentes políticos e acontecimentos pessoais - personalidade política ). Dicas Operacionais para a coordenação geral de campanha:

Coordene também a campanha online!
Faça o melhor em conjunto com o corrdenador da campanha digital no sentido de garantir sincronia de ações;
Encomende uma Análise da presença digital do candidato e seus concorrentes antes de iniciar uma campanha na internet.
Exija profissionais capazes de construirem um planejamento estratégico nas mídias sociais para enfrentar a disputa - o "sobrinho" NÃO é capaz de construir a infra estrutura adequada, nem a totalidade de suas mídias;
Exija investimento em tecnologia - ninguém vence grandes batalhas com as armas que não geram resultados. Widget reprogramado (Ex: agenda pública+ integrado Google calendar)
Integração com CRM (Customer Relationship Management - Gestão de Relacionamento com o Cliente/Eleitor)
Enquetes
Cadastro
Geolocalização
Jogos
Aplicativos - APP´s INFRAESTRUTURA PROGRAMÁVEIS Promoções
Sincronia de ações
Ouvidoria
Relevância do conteúdo postado
Qualidade dos arquivos (imagem institucional e política)
Estratégias de dissipação de conteúdo
Indexação
links para perfis e ícones de interatividade - curtir e compartilhar);
Capacidade de compartilhamento de todo o conteúdo do site;
Cadastro no Google
Webmasters Tools
Meta Tags
Métricas e Monitoramento CONFIGURÁVEIS ADMINISTRATIVOS Usar tecnologia Flash em mais do que pequenos detalhes
Várias coisas se movendo ao mesmo tempo
Excesso de botões
Cores escuras
Links que abrem na página atual
Proibir cópia de conteúdo (Ofereça licença Creative Commons) EVITE WEBSITE POLÍTICO PARA MANDATOS HOME SOBRE Anunciar conquista de emendas parlamentares para um município; g Reunião com Associações e entidades representantes da sociedade civil Organizada. O PUBLY é uma Plataforma de Comunicação Digital
para controle de publicação
nas principais MÍDIAS SOCIAIS SITES E BLOGS O PUBLY é uma plataforma de comunicação digital para controle das mídias sociais, que:

Administra 100% do conteúdo postado nas mídias sociais mais tradicionais, reduzindo em mais de 80% o tempo operacional dos profissionais de comunicação e usuários de mídias sociais.
Para utilizar o sistema, o usuário não precisa estar logado em nehuma mídia social. Basta acessar sua caixa de e-mails pessoal para interagir com todas elas.
Atualiza conteúdos disparados por aplicativos sociais - APP´s, realiza publicações de fotos vídeos e textos em blogs e websites, utilizando exclusivamente o email, acessado por um computador comum ou pelo celular com internet mobile.
Possui ferramentas integradas para construção de Aplicativos Sociais (APP´s), que aceleram o desenvolvimento e que permitem fácil personalização para o cliente.
Dispensa qualquer tipo de treinamento. Trechos de participações em mesas de eventos As mesmas regras valem aqui também
Full transcript