Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

REALISMO FRANCÊS

No description
by

Wagner Bôa Morte

on 23 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of REALISMO FRANCÊS

Riqueza de um núcleo de capitalistas.
Miséria social da maioria.
Não são colocadas em prática as promessas liberais de igualdade e democracia.
No ano de 1948, ano do Manifesto Comunista, Millet apresenta sua obra
Ângelus
.
A escultura O pensador foi concebida como parte de uma complexa encomenda para um museu de artes decorativas de Paris intitulada Os portões do inferno, que compreendia várias estátuas de personagens da Divina comédia, de Dante. SAIBA MAIS ...
Representação da realidade com a mesma objetividade com que um cientista estuda um fenômeno da natureza, ou seja, o pintor buscava representar o mundo de maneira documental.
Como e onde surgiu a Escola da Barbizon?
A realidade social
A PINTURA REALISTA
AUGUSTE RODIN
Ao artista não cabe "melhorar" artisticamente a natureza, pois a beleza está na realidade tal qual ela é.
Revelação dos aspectos mais característicos e expressivos da realidade.
Embora não buscasse criar quadros explícitamente políticos, Millet gostava de explorar o relacionamento entre a classe camponesa e a terra.
A marca da obra de Millet são as pinturas retratando a vida no campo; são paisagens bucólicas, com alguma coisa de tristeza e um clima de introspecção.
Junto com Courbet, Millet foi um dos principais representantes do realismo romântico de gostos um tanto orientais e exóticos.
Millet deu forma à realidade circundante, sobretudo a realidade das classes trabalhadoras europeias surgidas em meados do século XIX.
Não se preocupou com a idealização da realidade. Ao contrário, procurou recriar os seres tais como eles são.
Além disso, os escultores preferiam os temas contemporâneos, assumindo muitas vezes uma intenção política em suas obras.
Sua característica principal é a fixação do momento significativo de um gesto humano.
2ª metade do século XIX
Vol XCIII, 2ª série
A ARTE DO REALISMO NA EUROPA (1840-1860)
Vídeos
Concepção literária e estética do século XIX que marca um afastamento formal e estilístico das cenas idealizadas e naturais e da pintura histórica da arte acadêmica do começo do século XIX.
Período de grandes transformações na Europa:

Rei Luís Felipe I assume o poder após a Revolução Liberal de 1830. (insatisfação e revolta populares intensificados pelos sucessivos problemas econômicos e sociais).
Nas artes, o Realismo atinge seu apogeu após a Revolução de 1848, que tinha um caráter liberal, democrático e nacionalista.
Produção cultural e artística em sintonia com a nova realidade.

REALISMO FRANCÊS
Revolução de 1848
A característica principal deste movimento foi a abordagem de temas sociais e um tratamento objetivo da realidade do ser humano.
Possuía um forte caráter ideológico, marcado por uma linguagem política e de denúncia dos problemas sociais, como, por exemplo, miséria, pobreza, exploração e corrupção.
Com uma linguagem clara, os artistas e escritores realistas iam diretamente ao foco da questão, reagindo, desta forma, ao subjetivismo do período anterior, o Romantismo.
Uma das correntes do Realismo foi o Naturalismo, onde a objetividade está presente, porém, sem o conteúdo ideológico.
Uma história intrigante acerca deste quadro (Psicanálise da vida amorosa, Nominé, 2007, p.80), aponta para o fato de que Millet teria originalmente pintado um quadro para representar uma catástrofe agrária que teria destruído as colheitas de batatas. Aos pés da mulher, vemos uma cesta com batatas podres e o ar de lamento dos camponeses diante da destruição. O quadro ficara sem título por vários anos até que alguém aconselhou Millet a incluir uma igreja lá no fundo da tela de modo que sua pintura tomaria um sentido religioso. O quadro se popularizou largamente, sendo uma das telas mais conhecidas de Millet.
Não podemos afirmar que Salvador Dali sabia dessa história, mas sua inquietação diante do quadro o levou a solicitar estudos de raios X ao museu do Louvre (Paris) sobre esta tela. O fato é que ele descobriu que sob a pintura do cesto de batatas havia realmente o esboço de um desenho de caixão com algo dentro que ele julgou ser o filho morto do casal de camponeses. A partir de então, Dalí escreve
O Mito trágico do Angelus de Millet
(Dali, apud Ajame,1986:64-66), referindo-nos exemplarmente ao seu método paranóico crítico. Uma mistura de realidade, lembranças e ficção se convertem na sua tese sobre o tema mítico da morte do filho.
Psicanálise & Barroco em revista v.6, n.2: 48-62, dez.2008 48

Uma escola de paisagistas franceses.
Os artistas estudavam novas formas de observar a natureza com um novo olhar.
Nas obras, as personagens são elevadas à categoria de heróis, mas não como faziam os românticos.
Os artistas democratizaram a arte, quando passaram a representar o povo em suas obras.
Temas principais – crítica social e as denúncias contra a opressão aos trabalhadores, além de cenas narrativas, pinturas de animais, cenas do cotidiano, assim como os temas ligados às experiências concretas dos artistas.
BARBIZON
Os artistas limitavam-se aos fatos do mundo moderno à medida que os experimentavam pessoalmente; somente o que podiam ver ou tocar era considerado real – sociedade, camponeses e classe trabalhadora urbana. Portanto, deuses, deusas e heróis da antiguidade estavam fora das representações. As pessoas das classes menos favorecidas, como o povo, tornaram-se assunto frequente da pintura realista.
Politização: a arte passa a ser um meio para denunciar uma ordem social que consideram injusta; a arte manifesta um protesto em favor dos oprimidos.
Pintura social denunciando as injustiças e as imensas desigualdades entre a miséria dos trabalhadores e a opulência da burguesia. Os artistas incorporavam a rudeza, a vulgaridade dos tipos que pintavam, elevando-os, como já mencionado, à categoria de heróis.
Ela deveria ficar sobre o lintel, contemplando o destino dos atormentados personagens esculpidos em relevo mais abaixo. Como o museu não foi construído, ela acabou exibida em 1888 como obra independente sob o título
O poeta
. Originalmente, talvez
O pensador
fosse uma representação do próprio Dante, apesar de Rodin, prescindindo detalhes anedóticos como sua roupa característica, ter esculpido uma figura nua que transcende o particular em benefício do atemporal e universal.
Esta obra-prima é um exemplo da extraordnária força expressiva que Rodin imprimia ao corpo humano nu. Um de seus muitos moldes em bronze está instalado sobre seu túmulo.
Os portões do inferno
Cabeça inclinada
O personagem parece perdido em pensamentos, com o queixo apoiado na mão. A cabeça inclinada e os dedos sugerem que ele está inteiramente recolhido em si mesmo - uma pose que expressa intensa concentração.
Contraposto
O braço direito curvado repousa sobre a coxa esquerda e a mão esquerda cai relaxadamente sobre o joelho esquerdo. Essa pose assimétrica, contraposta, que lembra as esculturas e pinturas de Michelangelo, torna a escultura interessante sob todos os ângulos, além de acentuar o tônus da pele, os músculos e as veias do personagem. Rodin dava muita ênfase à força emotiva do contorno, que criava "girando sucessivamente a escultura e o modelo".
Dedos contraídos
Os dedos contraídos sobre a rocha toscamente talhada expressam intensidade e concentração: a expressão visível, física, da luta mental interior. A tensão se estende aos músculos contraídos e saltados da panturrilha, dando uma impressão de vibração e movimento apesar da pose sentada.
Músculos das costas
A incidência da luz enfatiza a musculatura encrespada das costas de O pensador. A textura irregular da superfície cria interessantes constrastes de luz e sombra, que lembra as pinceladas soltas da pintura impressionista.
Esculturas de Auguste Rodin (vídeo 5:43)
Museu Rodin (vídeo 5:24)
Rodin esculpindo em seu ateliê
Terceira classe
, Courbet
Courbet, considerado o criador do realismo social na pintura
ROMANTISMO
versus
REALISMO
As relações sociais e o nacionalismo são elementos comuns entre os dois movimentos artísticos, ao contrário da emoção, presente de forma exacerbada no Romantismo.
No Realismo valoriza o que se é, enquanto no Romantismo valoriza o que se idealiza.

Ângelus, de Dalí
Floresta de Fontainebleau
Corrot e Seurat
Courbet
Terceira classe
Full transcript