Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ilha das Flores

No description
by

Júlia Castro

on 16 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ilha das Flores

Ilha das Flores
IDEIA DO FILME
- A idéia do filme é mostrar o absurdo desta situação: seres humanos que, numa escala de prioridade, se encontram depois dos porcos. Mulheres e crianças que, num tempo determinado de cinco minutos, garantem na sobra do alimento dos porcos sua alimentação diária. Esta situação será mostrada de uma forma absurda.


FATOS

- A Ilha das Flores está localizada à margem esquerda do Rio Guaíba, a poucos quilômetros de Porto Alegre. Para lá é levada grande parte do lixo produzido na capital. Este lixo é depositado num terreno de propriedade de criadores de porcos.

- Logo que o lixo é descarregado dos caminhões os empregados separam parte
dele para o consumo dos porcos. Durante este processo começam a se formar filas de crianças e mulheres do lado de fora da cerca, a espera da sobra do lixo, que utilizam para alimentação.

Como as filas são muito grandes, os empregados organizam grupos de dez pessoas que, num tempo estipulado de cinco minutos, podem pegar o que conseguirem do lixo. Acabado o tempo, este grupo é retirado do local, dando lugar ao próximo grupo.
O filme será estruturado como um documentário científico, do tipo "Wild Life". A câmera vai seguir um tomate, desde a sua plantação até o consumo por uma criança da Ilha das Flores, passando pelo
supermercado e pela casa de uma consumidora.
Todas as informações do texto serão ilustradas, da maneira mais didática possível. A narração será feita no padrão normal dos documentários, sem qualquer tom caricato e sem emoções.
- O nome “ilha das flores” representa um evidente contraste com a realidade do local, vez que, ao invés de flores e lindos campos, como o próprio nome do local sugere, tem-se um verdadeiro “chiqueiro de porcos”,
Desigualdade Social no Filme
- só que habitado por seres-humanos que não participam da sociedade e sequer recebem ajuda de órgãos governamentais, sendo, por isso, submetidos a tratamento desumano, degradante, tornando-os inferiores aos suínos que, não obstante sejam desprovidos de racionalidade, recebem tratamento mais digno de que os próprios seres-humanos que ali habitam.
O documentário faz uma crítica às desigualdades sociais geradas pelo Sistema Capitalista e pela falta de políticas públicas eficazes na solução do problema da miséria de uma parcela significativa da população brasileira e de muitos paises da América Latina. Essa região possui grande índice de desigualdade social, composta por países de economia fraca e com grandes problemas sociais, são poucos os que saem do subdesenvolvimento para o nível de países em desenvolvimento.
- O filme produz cenas interessantes que exemplificam o consumismo, a geração de riqueza e a exclusão social.
A falta de dinheiro, educação, saneamento básico faz com que essas pessoas, sejam colocadas abaixo dos porcos.
?
Aonde vamos parar se continuarmos no atual sistema de produção que desvaloriza totalmente o HUMANO
" O que coloca os seres humanos da Ilha das Flores numa posição
posterior aos porcos na prioridade de escolha de materiais
orgânicos é o fato de não terem dinheiro nem dono. Os humanos se
diferenciam dos outros animais pelo telencéfalo altamente
desenvolvido, pelo polegar opositor e por serem livres. Livre é o
estado daquele que tem liberdade. Liberdade é uma palavra que o
sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ninguém
que não entenda."
Full transcript