Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Evangelismo como Estilo de Vida

No description
by

Rody Fé

on 20 July 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Evangelismo como Estilo de Vida

Evangelismo Como Estilo de Vida Vivendo em 3D Desenvolver Amizades - envolvendo-se na vida das pessoas ao seu redor.
Descobrir Histórias - antes de compartilhar sua própria história e a história redentora de Deus.
Discernir Novos Passos - Seguindo a direção do Espírito Santo. 1° - Desenvolva Amizades Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”. Grande Comissão Mateus 28:19-20 A) Evangelismo é para todos: A primeira atitude que devemos tomar é desenvolver amizades, interagir com os outros e se envolver de verdade com as pessoas ao seu redor. Na bíblia diz que Deus predestinou todos a salvação, Cristo o nosso maior exemplo, sempre recebeu bem a todos com quem tinha contato e por
elas se entregou, não se importando com quem elas fossem, portanto nós devemos fazer coisas semelhantes, pois Jesus compartilhou conosco essa missão.
Temos que viver uma vida cheia de graça para poder oferecer as pessoas, sempre com as mãos estendidas para ajudar, porque nós somos os convites de Deus para essas pessoas começarem um relacionamento com Deus.
Viver cheio da graça implica em amar os outros não importa quem seja, crendo no Poder de Deus para transformar a vida das pessoas. O cristão deve enxergar pela fé quem aquela pessoa que está ao seu lado pode se tornar pela graça de Deus e com sua ajuda e não quem é ela é hoje, esse é o nosso grande desafio. Crer que todos podem ter uma eternidade ao lado de Deus e estar disposto a conduzi-los, pois assim Jesus agiu. B) Ciclo de Vida do Cristão Muitas pessoas tem parentes ou amigos que gostariam que conhecessem a Deus, todos concordam que nossa meta é aproximar o máximo de pessoas de Deus, porem muitos não fazem isso. Na prática muitas das vezes as pessoas ao menos sabem que somos cristãos. O homem sempre quer barganhar com Deus, como por exemplo “vou orar e ler mais a bíblia, enquanto deixo o evangelismo para os 'profissionais' da fé”.
Podemos analisar o gráfico de quoeficiente de amor dos cristãos para com as pessoas de fora da igreja vai diminuindo ao longo da caminhada cristã. Isso significa que, com o passar dos anos o cristão vai se afastando dos seus relacionamentos com pessoas de fora da comunidade cristã, ao passo que cria ao seu redor uma redoma de vidro onde nada o que não seja “gospel” é capaz de entrar.
A maioria dos crentes se encontram em uma posição muito delicada, pois sabem da sua responsabilidade, mas há negligenciam completamente, e se somente não capacitados para isso além de criar uma repulsa pelos não-cristãos. A verdadeira religião que é o amor e a graça que experimentamos é trocada por um legalismo de obediências, trocas e barganhas.
Podemos levantar alguns sinais como poucos amigos não-cristãos, ou pouco falamos de Deus fora da igreja, não suportamos os comportamentos das pessoas com quem trabalhamos ou estudamos, ou de nossos vizinhos e se fosse possível com certeza trocaríamos todos eles por bons cristãos que não nos ofendam e nos ajudem no nosso crescimento espiritual. Se você se enquadra nesse quadro, pode ter certeza que nesse exato momento tem uma luz vermelha piscando em sua cabeça alertando do perigo em que você se encontra. C) Ciclo de Vida que Cristo incentiva Agora falaremos de como deveria ser esse quadro. Pessoas que após reconhecerem o poder de Deus colocam inteiramente suas vidas a disposição de Deus, para serem testemunhas aqui, como foram os apóstolos no primeiro século.
Crentes que embora não se sintam capacitados acreditam no poder do Espírito Santo de Deus, que não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos. Pessoas que passam a usar seus dons para servir a Deus e aos seus próximos, que aprendem a ter compaixão e misericórdia por todos, são aqueles que enxergam uma santa em uma prostituta, um homem honesto em um ladrão, um missionário em um preguiçoso ou um altruísta em uma pessoa egoísta.
Tudo isso é capaz o poder e o sangue de Jesus, pois não há limites para o verdadeiro amor. Então o cristão deixa de agir de maneira infantil e amadurece com o tempo e se torna um homem santo, onde sua sensibilidade para a necessidade dos seus irmãos dentro ou fora do corpo de Cristo aumenta, assim como seu relacionamento com Deus. 2 - Depois, Descubra historias A importância de nos aproximarmos das outras pessoas, é porque há muita coisa em jogo para nós, quando desconsideramos a necessidade de fazer contato com as pessoas que estão longe de Deus. Se permita amar o outro simplesmente, e creia que sua amizade talvez seja o maior presente que poderia dar a alguém, pois o seu amor verdadeiramente tem que refletir o Amor de Deus por ela. Pense que quando você se aproxima de alguém essa pessoa não está tendo só a chance de te conhecer, talvez sua amizade será a ponte que irá ligá-la ao Criador, vocês como cristãos que verdadeiramente o são, serão o intercessor entre elas e Deus, Isso significa ser parte do corpo de Cristo, se o Senhor é o nosso mediador, logo nós também somos mediadores, pois somos representantes de Deus na terra, assim como Jesus foi e sabemos que o Espírito de Cristo habita em nós e esse é o nosso sacerdócio.
Esta é a única maneira de forjar relacionamentos, construir pontes e permitir que Deus abra portas para conversas espirituais. Não desista procure se aproximar de pessoas não-cristãs, mesmo que elas possam te machucar, lembre dos ensinos de Jesus, quando diz se derem um tapa em sua face ofereça a outra. Caso nós não venhamos persistir na aproximação com essas pessoas oferecendo graça mesmo quando somos recebidos com violência, quem mais o fará? A) Pontos por aproximação Deus o fez exatamente como você é. Ele o programou e lhe deu o temperamento, a experiência e a história que você tem, porque Ele queria alguém como você neste mundo e neste tempo. Eis alguns exemplos bíblicos: B) Pontos por manter o estilo Confrontador: Pedro tinha sempre uma palavra certeira que atingia as convicções das pessoas. Intelectual: Paulo e seu alto grau de escolaridade manifestava uma abordagem mais organizada, analítica e equilibrada para articular a verdade. Interpessoal: Jesus é o maior exemplo. Ele estava rodeado de pessoas que ele conversava todos os dias, usando parábolas e falando a linguagem do povo para transmitir seus valores espirituais. Convidativo: Como a mulher junto ao poço que chama sua família e amigos para experimentar aquilo que ela tinha vivenciado e a conhecer Jesus. É o tipo baseado no testemunho e na experiência trazida pela salvação. Serviço: Assim como a viúva na igreja primitiva ou como Madre Tereza que demonstravam o evangelho e amor de Cristo com atos, com obras de caridade ou serviços a sociedade, baseado na próprio ensino do Senhor que dizia quem dá ao pobre devolve a Deus. 3° - Finalmente, Procure Discernir
os Próximos Passos Os provedores de Recursos são pessoas com mentes de servos que têm a hábito de descobrir as necessidades ao seu redor e depois surpí-las tão natural e eficazmente quanto possível. Um Provedor de Recursos nãp é um Salvador de tipos rebeldes, nem a consciência moral de pessoas perdidas e errantes, e nem mesmo um aspirante a Homem das Respostas Bíblicas. É apenas um homem ou uma mulher humilde que deseja ajudar as pessoas a encontrar o caminho para Deus.
Em sua vida diária, há inúmeras oportunidades em que aparecem na estrada bifurcações. Situações onde você precisa declarar para si mesmo e para Deus se você dará ou não o próximo passo para exercer um impacto na vida das pessoas. Eis o ponto principal: escolher com sabedoria, nesses momentos em que as bifurcações aparecem, é o que significa ser um Provedor de Recursos.
Você não precisa ser mais talentoso, ser mais rico, ser mais magro, mais inteligente, nem mais nem menos nada para ser um parceiro de Deus. Tudo o que você precisa é estar disposto a ser usado por Ele de todas as formas. Se isso diz respeito a você, então vamos assimilar tudo sobre a lição de aprender a discernir os próximos e mais adequados passos que indicarão ás pessoas o caminho para Ele! A) O Provedor de Recursos Não é necessário ser um gênio para discernir os próximos passos a serem dados, mais adequados a cada tipo de relacionamento. Tudo o que você precisa é um radar que esteja rastreando simultaneamente os impulsos do Espírito Santo e as necessidades da pessoa com quem você está falando.
Talvez seja uma palavra oportuna ou uma pergunta bem intencionada. Um livro, uma mensagem, um seminário ou evento apropriados, escolhidos criteriosamente. Um espírito disposto, um sorriso sincero, um ouvido atencioso. Apenas use toda a sua capacidade, toda a força do seu braço e mais o poder de Deus dentro de ti será o suficiente.
Deus pode te escolher para atender uma necessidade prática como um gesto de bondade, que apesar de sua evidente simplicidade, ela pode reafirmar o seu objetivo diário neste mundo de estar disposto a ser usado por Ele, para realizar partes de sua obra seja ela grande ou pequena. Afinal quem sabe o verdadeiro valor de um gesto ou atitude? Pra você pode significar nada, porem talvez para uma pessoa que esteja em um momento de dificuldade aquilo possa ser tudo que ela precisava saber ou sentir. Nunca perca de vista que só Deus é capaz de sondar os corações e o nosso dever é apenas obedecer as vontades do Espirito. B) Interações Iniciais C) O fator “estar com” Jesus influenciava os seus discípulos mais profundamente vivendo com eles no dia a dia. Ele os convidava para participar do Seu mundo e participava do mundo deles. Inegavelmente, a maioria dos momentos de transformação de vida dos discípulos aconteceu durante situações comuns que eles compartilhavam diariamente com o seu Senhor.
Você precisa estar com pessoas para saber que recursos oferecer a elas. Uma vez que saibam que você esta envolvido nisso a longo prazo, elas permitirão que você surgirá praticamente qualquer meio razoável que as ajude a crescer espiritualmente. Cristo nos deixou um modelo de vida que devemos viver – uma vida que envolve relacionamentos profundo, ardente e autêntico com os outros. E se fizermos uma retrospectiva, as amizades que hoje são sólidas vão sempre nos remeter àquela primeira conversa em que alguém escolheu se comprometer, em que alguém decidiu procurar conhecer a história do outro e utilizar os recursos corretos que tinham disponiveis para apenas atender algumas poucas necessidades. D) Simplesmente Apareça Jesus influenciava os seus discípulos mais profundamente vivendo com eles no dia a dia. Ele os convidava para participar do Seu mundo e participava do mundo deles. Inegavelmente, a maioria dos momentos de transformação de vida dos discípulos aconteceu durante situações comuns que eles compartilhavam diariamente com o seu Senhor.
Você precisa estar com pessoas para saber que recursos oferecer a elas. Uma vez que saibam que você esta envolvido nisso a longo prazo, elas permitirão que você surgirá praticamente qualquer meio razoável que as ajude a crescer espiritualmente. Cristo nos deixou um modelo de vida que devemos viver – uma vida que envolve relacionamentos profundo, ardente e autêntico com os outros. E se fizermos uma retrospectiva, as amizades que hoje são sólidas vão sempre nos remeter àquela primeira conversa em que alguém escolheu se comprometer, em que alguém decidiu procurar conhecer a história do outro e utilizar os recursos corretos que tinham disponiveis para apenas atender algumas poucas necessidades.
Full transcript