Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Hebreus, persas e fenícios - 6° ano

No description
by

Jessica Nunes

on 8 August 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Hebreus, persas e fenícios - 6° ano

Chegada dos hebreus à Palestina:
Localização:
Palestina, atual Israel;
Os hebreus migraram da Mesopotâmia para a Palestina (1230 a.C), conduzidos por Abraão;
dedicavam-se ao pastoreio e cultivo de alimentos;
no começo,
os hebreus viviam em tribos (clãs) independentes
, não tinham um governante único;
O poder político era exercido por um conselho de
anciãos
.
O controle do império:
regiões distantes, povos e culturas distintas;
divisão do império em satrápias;

Satrápias:
províncias governadas pelos sátrapas;
sátrapas: governantes locais escolhidos por Dario; tinham certa autonomia, mas deveriam obedecer as regras de Dario;
inspetor itinerante: fiscalizava as satrápias;
criação do dárico: moeda única de ouro para facilitar as trocas comerciais.
Comunicação:

estrada real: sistema de estradas que ligavam as regiões à capital do Império;

postos de descanso:
troca de viajantes;
correios.
Os hebreus
OS PERSAS
O Império Persa
IMPÉRIO PERSA E O REINADO DE DARIO I
O IMPÉRIO PERSA
Trocas culturais:
império reuniu muitos povos e culturas;
troca de experiências e de saberes:
técnicas agrícolas (Egito);
obras hidráulicas (Mesopotâmia);
uso de dinheiro (Lídia - atual Turquia);
Hebreus, persas e fenícios
Império Persa
Tribos nômades ocuparam o atual Irã (2000 a.C);

Medos e persas:
criação de ovelhas e cultivo de trigo;
sedentarizaram-se em áreas próximas;
eram politeístas.
Medos e persas entraram em guerra (550 a.C)
Persas vencem a guerra, comandados pelo Rei Ciro, o Grande.
Ciro, o Grande conquista os medos:
manteve as funções dos antigos governantes;
exigiu lealdade e pagamento de tributos;
em 529 a.C., Cambisses (filho de Ciro) assume o poder e conquista o Egito.

Dario I e o grandioso império:
assumiu o comando do império da Pérsia de 522 a.C. a 486 a.C;
conquistou a maior extensão territorial do Império Persa.

Fim do império persa:
Dario decide conquistar a Grécia (500 a.C.);
os persas são derrotados pelos gregos em 448 a.C;
os gregos assumiram aos poucos o controle das regiões;
Em 330 a.C., Alexandre, o Grande conquistou a Pérsia.
O monoteísmo:
os povos que estudamos eram politeístas, acreditavam que os fenômenos naturais eram vontade dos deuses;
Monoteísmo:
crença em único Deus;
Os hebreus fundaram uma religião monoteísta:
o judaísmo.
Palestina
A religião une os hebreus
Necessidade de fortalecer o grupo:
unificação das tribos em torno de um rei (1030 a. C.);
A religião contribuiu para a formação da monarquia dos hebreus;
formação de um forte sentimento de identidade entre os hebreus.
Os hebreus acreditavam que, no passado, ao migrarem da Mesopotâmia para a Palestina, Abraão teria feito uma aliança com seu deus
Iavé
(ou Javé). Segundo essa aliança, Iavé teria destinado a Palestina exclusivamente aos hebreus para que ali se estabelecessem. Por isso, os hebreus chamavam a Palestina de Terra Prometida. Porém, segundo seus líderes, para que esse acordo se concretizasse, os hebreus deveriam se unir e deixar de adorar outros deuses.
Começava a surgir assim o judaísmo e a crença em um único deus.
A monarquia dos hebreus:

Por volta de 1030 a.C., todas as tribos de hebreus passaram a ser governadas por um único rei;

A cidade de
Jerusalém tornou-se a capital do reino
, que foi dividido em 12 províncias;

Com a morte de Salomão (926 a.C.), importante rei hebreu, ocorreu uma divisão do reino: as dez tribos do norte passaram a formar Israel, e as duas tribos do sul passaram a ser o reino de Judá.
OS FENÍCIOS
Origem dos Fenícios (Fenícia)
Localização:
atual Líbano;

Antiga Canaã:
estreita faixa de terra próxima ao mar habitava por diversas tribos de cananeus (3000 a.C.);

Organização política:
cidades-Estados. Falavam o mesmo idioma e tinham a mesma cultura, mas não criaram um Estado centralizado.

comércio:
não tinham terras extensas para cultivar;
a maior riqueza era a madeira: construir navios;
desenvolveram o comércio com outros povos;
criação de feitorias: paradas comerciais e de descanso que se transformaram em cidades;
a mais famosa feitoria fenícia foi Cartago.
Os fenícios
Comércio marítimo fenício e o alfabeto
:
intercâmbio entre culturas;
necessidade de comunicação e registro das atividades;
criação de um alfabeto fonético com 22 caracteres;
Declínio do poder fenício:
século VII a.C: fenícios dominados por babilônios, persas e gregos;
64 a.C.: Roma domina as cidades fenícias.
Full transcript