Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Belinda Chaves

on 17 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Igualdade de oportunidades desigualdade no trabalho igualdade de opotunidades Igualdade fundamental Igualdade de oportunidades no pensamento cristão Igualdade de oportunidades:ponto de partida ou de chegada? A igualdade de oportunidades constitui um princípio geral que consagra dois aspectos essenciais: a proibição de qualquer discriminação por razão da nacionalidade (actual artigo 12º e antigo artigo 6º do Tratado CE) e a igualdade de remuneração entre homens e mulheres (actual artigo 141º, antigo artigo 119º).Trata-se de um princípio a aplicar a todos os domínios, nomeadamente na vida económica, social, cultural e familiar. Vale a pena recordar, por exemplo, a dificuldade em saber se, ao falarmos de igualdade de oportunidades, estamos a referir-nos à exigência de que todos possam aceder aos mesmos pontos de partida, falando de igualdade no acesso às oportunidades ou se se está a falar de igualdade de oportunidades de êxito, nos resultados. Uma e outra opcão poderão, aliás, considerar-se como definidoras da distinção entre a via liberal( igualdade de oportunidades para todos à partida) e a via socialista (igualdade de oportunidades para todos nos sucessos). do ponto de vista cristão, todos os indivíduos devem estar em pé de igualdade no que se refere às oportunidades que lhes são oferecidas À partida e devem também usufruir dos resultados que sejam, numa dada sociedade, entendidos como promotores da dignidade humana. Cirilo de Alexandria afirma, numa das suas homilias pascais, que "nenhuma discriminação se funda na natureza ou em Deus, que é o Criador de tudo o que existe, antes todas são invenções da cobiça e da soberba dos seres humanos. Porque aquele que por modo igual repartiu os bens da natureza, e a ninguém honrou com porção maior ou mais excelente, como não iria querer que não existisse também no rosto o afã de possuir mais do que os outros? Ele estabeleceu os que têm como mordomos ou administradores dos que sofrem necessidade, a fim de que participem em algo da glória e felicidade eterna daqueles a quem fizeram os seus benefícios." É realmente de lamentar que esses direitos fundamentais da pessoa ainda não sejam respeitados em toda a parte. Por exemplo, quando se nega à mulher o poder de escolher livremente o esposo ou o estado de vida ou de conseguir uma educação e cultura iguais às do homem.
Além disso, embora entre os seres humanos haja justas diferenças, a igual dignidade pessoal postula, no entanto, que se chegue a condições de vida mais humanas e justas.
Com efeito, as excessivas desigualdades económicas e socias entre os membros e povos da única família humana provocam o escândalo, e são obstáculo à justiça social, à equidade, à dignidade da pessoa humana e, finalmente, à paz social e internacional A igualdade fundamental entre todos os seres humanos deve ser cada vez mais reconhecida, uma vez que, dotados de alma racional e criados à imagem de Deus, todos têm a mesma natureza e origem; e, remidos por Cristo, todos têm a mesma vocação e destinos divinos.
Sem dúvida, os seres humanos não são todos iguais quanto à capacidade física e forças intelectuais e morais, variadas e diferentes em cada um. Mas deve superar-se e eliminar-se, como contrária à vontade de Deus, qualquer forma social e cultural de discriminação, quanto aos direitos fundamentais da pessoa, por razão do sexo, raça, cor, condição social, língua ou religião.
Full transcript