Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Hiperêmese Gravídica - Saúde da Mulher

No description
by

Sayonara Nogueira

on 26 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Hiperêmese Gravídica - Saúde da Mulher

Hiperêmese Gravídica
Conclusão
Introdução
A gravidez é uma fase muito delicada e importante na vida da mulher;

O Corpo feminino passa por alterações e mudanças psicológicas;

Os ajustes verificados no organismo da mulher devem ser considerados normais, entre eles:

A êmese que é definida como manifestações de náuseas e vômitos, em geral durante o primeiro trimestre da gestação.


No primeiro trimestre da gravidez 50% das mulheres apresentam náuseas e vômitos, que desaparecem no fim deste.

REZENDE, 2002.
Hiperêmese gravídica
é a exacerbação desses sintomas, persistindo durante toda a gravidez e ocasionando alterações do equilíbrio de fluídos, eletrólitos, ácido-base, além de perda de peso.
Epidemiologia
Etiologia

Ocorre em 0,3 a 2% das gestações;

Aumento da incidência em gravidez múltipla;

Primigestas de raça branca que apresentam maior incidência de hiperêmese comparados as multíparas de outras raças.

Gestação de gêmeos com a presença de Hiperêmese era de 14,2/1000 contra 3,58/1000 em gestações únicas.

REZENDE, 2000.
Existem muitas teorias sobre hiperêmese gravídica, poucas conseguiram defini-las:

Teoria endócrina (hCG e estrogênio elevados);

Teoria metabólica, que pode ser resultado de uma deficiência de vitamina B6;

Teoria psicológica em que o estresse psicológico intensifica as náuseas e vômitos;
Quadro Clínico
A hiperêmese apresente vômitos e náuseas, no entanto tornam-se persistentes e incontroláveis;


Pode causar desequilíbrio eletrolítico, perda de peso e por um longo prazo sofrimento fetal.

GONÇALVES, apoud, RICCI, 2008.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE
CURSO DE ENFERMAGEM
COMPONENTE CURRICULAR: SAÚDE DA MULHER

Hiperêmese Gravídica
Docente: Elisabete Oliveira Colaço
Discentes: Joanna Renata; Laura Moraes; Maria do Carmo; Raquel Freire e Sayonara Nogueira
Quadro Clínico
Quadro clínico
GRAVE

Vômito torna-se persistente;
Levando-a a um jejum forçado;
Agravamento das alterações hidroeletrolíticas.
Acentuando caractersísticas como:

Olhos encovados;
Mucosas secas e pegajosas;
Pele ressecada e inelástica;
Pode ocorrer choque;
Quadro de hipotensão;
Pulsação fina e acima de 100 bpm;
Oligúria;
Fraqueza muscular.

REZENDE, 2008.
Hiperêmese Gravídica
Para Rezende (2008) pode ser classificado de acordo com as alterações hidroeletrolíticas:

Médio

Êmese por 2 a 4 semanas;
Apresentam depleção de água e eletrólitos sem prejudicar significativamente à nutrição;
Perda de aproximadamente 4% de peso;
Frequência cardíaca mantem-se abaixo de 100 bpm.
Quadro Clínico
Diagnóstico
Tratamento
Referências
"Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana" (Carl Jung)
Exames complementares:

Hemograma completo;
Sumário de urina;
Gasometria;
Enzimas hepáticas e bilirrubinas;
Ultra-sonografia abdominal.


Sintomas de psicose como a Síndrome de Karsakoff em casos mais graves onde ocorre hiponatremia (perda de sódio);

Podendo causar:

Letargia;
Convulsões e parada respiratória;
Caminhando progressivamente para coma e morte.
Diagnóstico
Exclusão de sintomas associados como febre, dor abdominal, cefaléia, bócio, sintomas neurológicos, diarréia, constipação ou hipertensão arterial sugerem outros diagnósticos como:
Neoplasia trofoblástica gestacional
Colecistite e apendicite
Hepatite e pancreatite
Gastroenterite e úlcera gástrica
Obstrução intestinal
Hérnia de hiato
Infecção urinária
Intoxicações exógenas
Hipertensão intracraniana
Tratamento
Dependendo do quadro torna-se necessário a internação para que sejam analisados os sinais clínicos e observado se há um aumento do grau de desidratação devido aos vômitos;

Requer repouso absoluto em ambiente tranquilo;

Terapia antiemética:

Anti-histamínicos ;
Reguladores da motilidade gástrica;
Sedativos;
Antitireoidianos;
Corticóides;
Ansiolíticos.
Administração parenteral que envolve a reposição das perdas fisiológicas diárias;

Reposição do Potássio, raramente necessário, só será utilizada quando a administração parenteral exceder 48hs ou quando são observados sinais de hipopotassemia.

Após 48hs se for observado a cessação do vômito, a alimentação oral deverá ser dada gradualmente.

A nutrição recomendada é a rica em proteínas e carboidratos, melhor se forem ingeridas antes de aparece, pois
“[...] a acidez gástrica e hipoglicemia durante longos períodos de tempo entre as refeições, podem provocar náuseas”
(GONÇALVES
apud
PAGÉS 2006).

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas, Área da Saúde da Mulher. Gestação de alto risco: manual técnico. Brasília, DF, 2000.

GONÇALVES, F. F.; SANTOS, E. D. G. ASPECTOS CLÍNICOS, TRATAMENTO E MEDIDAS TERAPÊUTICAS NA HIPERÊMESE GRAVÍDICA. In:Anais, 2009. Disponível em <http://fio.edu.br/cic/anais/2009viiicic/Artigos/07/07.41.pdf>. Acesso em: 05/11/2013.

REZENDE, J. de. Obstetrícia. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.


Hiperêmese:
Doença gestacional, que tem como principal sintoma a presença de náuseas e vômitos constantes;
Imprescindível que o tratamento seja iniciado com base em orientações nutricional, psicológica e medicamentosa;
Suas causas são inúmeras e ainda não definidas;
Profissionais responsáveis pelo pré-natal devem estar atentos;
Diagnóstico precoce, evita o agravamento da patologia, não colocando a vida materna e fetal em risco;

Importante que a equipe que prestará assistência seja multidisciplinar;

Atualmente os casos de hiperêmese gravídica são raros devido a um diagnóstico preciso e também porque as mulheres têm mais acesso a informações.
Hiperêmese Gravídica
Devem ser evitados:

Alimentos gordurosos;
Apimentados;
Muito doces;
Cheiros fortes.

Sendo preferível:

Alimentos leves e secos;
Amidos de fácil digestão;
Alimentos com baixo teor de gorduras e proteínas.

Prevenção
Ingestão de líquidos

Rezende (2000) recomenda que ao acordar a gestante permaneça por meia hora na cama antes de se levantar e tenha como primeiro alimento bolachas.

Prevenção
Assistência de Enfermagem
Avaliar a duração e evolução das náuseas e vômitos;

Informações sobre medicações;

Sintomas específicos.
Deve avaliar:

Anorexia;
Indigestão;
Dor ou distensão abdominal;
Eliminação de sangue ou muco pelo reto;
Determinação diária de peso;
Alimentação;
Balanço hídrico nas 24 h pregressas;
Resultados de exames laboratoriais.
Assistência de Enfermagem
Deve orientar:

Não deve usar cintos apertados;
Alimentação fracionada, com 6 refeições por dia;
Aumentar o consumo de bebida com gás;
Reclinar a cabeça 2 horas após a refeição;
Tomar ar fresco sempre que possível;
Ajudá-la pra saber lidar com o estresse;
Encaminhar para uma terapia psicológica ou um líder espiritual para garantir cuidados contínuos, se necessário;
Terapias alternativas como acupuntura, massagem, meditação e técnicas de relaxamento.
Assistência de Enfermagem
Hiperêmese Gravídica
Hiperêmese Gravídica
Introdução
Introdução
Fonte: Google imagens
Diagnóstico
Vômitos incoercíveis antes de 20 semanas de gravidez;
Perda de peso corporal (4% a 10%);
Sinais de desidratação grave;
Distúrbios hidroeletrolíticos;
Cetose;
Cetonúria.
Full transcript