Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Intervenção psicossocial e algumas questões éticas e técnica

No description
by

Camila Scarpati

on 12 May 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Intervenção psicossocial e algumas questões éticas e técnica

A escolha do grupo alvo, realizada pelo facilitador-interventor é baseada nos seus valores e ideologias.
Portanto, se faz necessário que os facilitadores-interventores analisem os valores pessoais e paradigmas científicos que emasam seus critérios de escolha dos grupos-alvo.
Apresentação de uma intervenção psicossocial
O grupo-alvo
Intervenção psicossocial e algumas questões éticas e técnicas.

O que é uma intervenção psicosscial
Jorge Castella Sarreira, Marli Appel da Silva, Adolfo Pizzinato, Cristiane Ungaretti Zago e Patrícia Meia
O Facilitador Interventor
Intervenção vem do latin
interventio.
s.f. Ato de exercer influência em determinada situação na tentativa de alterar o seu resultado; interferência.
Ação de expressar, de modo escrito ou artístico, um ponto de vista, acrescentando argumentos ou ideias.


Inserida no cotidiano profissional, diz respeito a quando estamos no dirigindo à realidade do outro, interferindo nela e de alguma forma, modificando-a.
A intervenção psicossocial é um trabalho de relação direta entre facilitador-interventor com o grupo-alvo, que incide em transformações nas histórias, ou melhor, na vida cotidiana.
O que é um intervenção Psicossocial?

Objetivo Principal:

Possibilitar melhores condições humanas e de qualidade de vida.

Área de Ação: se configura nos sistemas macro/e ou meso-sociais e no complexo processo de interação sujeito /meio social. Abrange a saúde mental, educação, política, economia, etc, ou seja, a vida social direta com o bem estar humano.

Técnicas e estratégias interventivas:
O processo de intervenção depende do seu âmbito, bem como das estratégias que são usadas e dos objetivos que propõe atingir.



Intervenção Psicossocial com Jovens em Busca de Emprego
(1997-1999/PUCRS)
Avaliar a realidade
Estabelecer metas
Desenvolver um Programa de Inserção Sócio-Laboral
Grupo Alvo
36 jovens desempregados matriculados em cursos profisisnalizantes de beleza, hotelaria e aux. de escritório.
Objetivos
Auxiliar o esclarecimento dos projetos vitais e profissinais, ampliando as habilidades sociais para procura de emprego, aprofundando a conciência de cidadania e trabalho.
Elaborou-se um questinário pré e pós intervenção.
Parcerias
Instituições públicas ou privadas
Fases do processo de elaboração de uma intervenção
Definição e análise do tema/problema a ser enfocado e grupo alvo

Na fase de Definição e análise do tema/problema a ser enfocado, bem como grupo alvo o facilitador-interventor precisa deixar claro e delimitar a quem irá direcionar o seu trabalho e qual o objetivo geral de partida. Precisa analisar os problemas, recursos, relação entre os componentes e o sistema social total.

A intervenção pode estar direcionada a uma comunidade, onde existe uma delimitação social e geográfica da temática, o que facilita a intervenção; a um problema que centra o processo, porém, este dificulta a ação devido a falta de delimitação geográfica; ou a um tema.

O tema da intervenção é fundamental para o interventor e para a comunidade. Para o profissional porque amplia seu conhecimento e experiência e o auxilia no desenvolvimento das práticas psicossociais.
Para a comunidade porque o processo só é possível se houver uma participação interessada e comprometida com o tema a ser desenvolvido, para isto é necessário que o tema tenha a ver com suas necessidades e expectativas.
Na fase da avaliação inicial é necessário entender quais as necessidades existentes na comunidade para que seja possível planejar a intervenção. É preciso ter uma visão global do sistema ou comunidade que participa do processo realizando uma avaliação criteriosa sobre sua organização, dificuldades, capacidades, e recursos com o objetivo de pensar na viabilidade do programa a ser proposto.



- Delineamento/ Planejamento e organização do programa interventivo
- Implantação do Planejamento

- Avaliação da Intervenção
- Disseminação de programas interventivos

Aspectos do modo de ser da intervenção Psicossocial
- Direito de Expressão por parte dos participantes
- Questionamento das formas de pensamento e linguagem do grupo
- Limites de uma intervenção

Plano Vertical → figura de controle: saber sobre o grupo
Plano Horizontal → transformação de condução


“[...] por mais dialógica e horizontal, ou quem sabe, democrática e não ditatorial que a seja nossa relação com o grupo-alvo, não fazemos parte dele enquanto construção histórica, embora passemos a fazer parte da história desse grupo e ele da nossa.”


“[...] torna-se fundamental avaliarmos nossos valores e a ética que adotamos para definir que mudanças de fato buscamos em nosso cotidiano quando ingressamos no grupo-alvo.”

“[...] temos o dever de avaliar nossas posturas e posicionamentos, tendo em vista que exercemos o poder de conhecimento, frente ao grupo-alvo num momento histórico
que se complexifica quanto a valores e sentidos éticos.”

Módulo 1
Atribuições extermas e dificuldades pessoais percebidas para aquisição de emprego, proetos vitais e estratégias para realização das mesmas.
Módulo 2
Apresentação e postura pessoal nas entrevistas de emprego e crença na superação das dificuldades encontradas.
Módulo 3
Foco nos conhecimentos das ocupações em questão e direitos e deveres do trabalhados
Os jovens apresentaram-se mais apropriados de suas
responsabilidades e possibilidades pessoais
, ao invés de atribuirem apenas a fatores externos suas dificuldades na inserção laboral.
Durante o processo, o profissional de intervenção deve estar em sintonia com as necessidades e expectativas da população-alvo, respeitando e solicitando a participaçãod essa, enquanto integrantes ativos.
A intervenção psicossocial pode ser uma prática queauxilie na construção de novos rumos e sentidos de vida, ao valorizar a interação do ser humano e seu contexto, sua mútua influencia, bem como considerar as capacidades e recursos próprios dos grupo-alvo para a promoção do bem estar psicossocial.
Camila, Clea, Gisely, Izabela, Jaqueline, João Victor, Karol, Kelly, Lilian, Lizandra e Marília
Full transcript